Santos estreia contra o Sport neste domingo

A Tribuna|Sheila Almeida

Após uma experiência não muito boa de público (pouco mais de 2 mil pagantes no triunfo sobre o Mixto, pela Copa do Brasil), na quarta-feira, a Vila Belmiro reabre seus portões aos torcedores hoje, às 18h30, quando enfrenta o Sport, pela rodada inicial do Campeonato Brasileiro. A expectativa é boa: seguir com a invencibilidade em casa, já que arrancar com vitória na longa competição nacional pode fazer a grande diferença lá na frente.
 
O Peixe está com 100% de aproveitamento em seu estádio neste ano. Foram 12 jogos como mandante e 12 vitórias. Aliás, não só deste ano vem o melhor rendimento em casa. A última vez que o time perdeu dentro da Vila Belmiro foi dia 3 de novembro do ano passado, no 1 a 0 contra o Cruzeiro, pela 32ª rodada do Brasileirão. A Vila tem força, especialmente psicológica, sobre os jogadores santistas (e sobre os rivais também).
 
Parte da torcida, principalmente a que mora na Capital, tem especial preferência pelos jogos no Pacaembu – o que faz a diretoria do clube mandar algumas partidas longe de Santos. Boas rendas também ajudam a ampliar esta prática.
 
No entanto, na última entrevista coletiva, o técnico santista Oswaldo de Oliveira deixou bem claro que reprova veementemente qualquer mudança. E não tem medo de tocar no assunto, independentemente da quantidade de torcedores que vão à Vila Belmiro.
 
“A minha opinião é a Vila. Aqui nós nos sentimos bem. Santos é o berço do time. O gramado é favorável à forma que o nosso time joga. Por mim, se pudesse, fazíamos todos os jogos aqui”, diz o treinador, que não deixou de fora o tom crítico.
 
“Alguns desses jogos serão (fora) por circunstâncias da Copa do Mundo que requisitou o nosso gramado e o nosso estádio. Os outros, por questões comerciais ou financeiras. Eu sou contra. Admito que no mundo do futebol existe uma série de coisas em volta da gente, por exemplo o horário dos jogos. A partida contra o Mixto, quarta, às dez da noite por exemplo, não existe, mas…”, lembrou.
 
Ainda assim é impossível esquecer que no último jogo, por exemplo, o baixo público contra os matogrossenses rendeu um prejuízo de mais de R$ 40 mil para o Santos.
 
Nesta Páscoa, o Alvinegro espera mais gente. Tanto que o site anunciou a venda de ingressos para a partida de hoje com promoção. As entradas para sócios ficaram à venda pelo site sociorei.com.br até as 15 horas de ontem. Os ingressos para associados custam R$ 10 para as arquibancadas de sócio contribuinte dos portões 1/2 e 17, arquibancadas superiores dos portões 7/8 e 24 e R$ 15 para a arquibancada térrea lateral do portão 26.
 
Se uma vitória hoje fizer valer a vontade do treinador, o Santos sai na frente, aproveitando o seu gramado para conquistar pontos importantes. No ano em que o Brasil sedia a Copa e com as seleções hospedadas nas cidades sub-sedes, os clubes viram uma espécie de nômades por um tempo.
 
Assim, vale a pena aproveitar cada jogo (e cada momento) em sua casa, que também será usada no Mundial (vai receber a Costa Rica). O convite está feito ao torcedor: a Vila abrirá as suas portas para mais um Brasileirão.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

noticias gerais e, especificamente, do bairro do Brás, principalmente do comércio

%d blogueiros gostam disto: