Mulher goiana é feia e burra

DIÁRIO DA MANHÃ|MANOEL VANDERIC

ImagemDiferentes das paulistas que gostam de roupas conceituais e aceitam combinar  duas peças largas, e das cariocas, que nem pensam em usar salto alto das 6 às 23 horas, as goianas adoram cabelos longos, cores vibrantes e usam joias de dia, de noite e para dormir. Elas têm forte apelo sensual e gostam de saia curta e blusa decotada, mas se alguém falar em saia lápis elas vão perguntar: “O que é isso?”

Que Goiás é terra de mulher bonita todo mundo sabe, mas que as goianas são mais mãos-abertas do que as outras brasileiras quem contou para a revista Veja foi a consultora de estilo e imagem Roberta Santos. Ela tem clientes deslumbradas  e  abonadas: uma chegou a gastar 3 milhões de reais em um único dia na H.Stern.  Entre as melhores compradoras de marcas de luxo no Brasil,  a goiana vê  a bolsa da Kate Moss no Instagram e entra em contato com a vendedora da marca por telefone ou Walts-App pedindo que ela reserve a peça, antes de chegar ao Brasil.

Roberta ensina às suas clientes a aprenderem a comprar. Explica a elas, por exemplo, as cores que não devem usar. “Mais morenas, as goianas  ficam horríveis de bege”, dispara a consultora,  que chamou suas clientes  burras e feias na entrevista à colunista Marília Leoni. O pacote  de  consultoria inclui cinco visitas e custa 10 mil reais. E as sessões avulsas para montagens de novas combinações para viagens, festas e trabalho saem por 2 mil reais. 

A Santtè Consultoria de Imagem e Estilo ensina suas clientes a combinarem roupas e acessórios ao seu tipo físico e à sua personalidade,  adaptando o traje à impressão que se quer causar e projetar. 

É uma forma de usar a aparência como instrumento de poder, aumentando a autoestima e a confiança pessoal, além de fazer com que a pessoa sinta-se bem com a própria imagem.  Especializada em construir o perfil de suas clientes, a consultora não está nem um pouco preocupada  com a própria imagem. Da forma como ela declarou à Veja ninguém escapa: goiana não sabe o que é saia lápis – então é burra –  e fica horrível de bege – então é feia. 

As mais ricas lotam a agenda de Roberta Santos para aprenderem a vestir do jeito as que próprias mulheres gostam de ver. Porque homem não faz restrição a mulher que usa blusa decotada, saia curta e salto alto.  Independente da hora e do lugar. Seja loura, morena ou negra.

(Manoel Vanderic, jornalista)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s