Colisão de dois comboios metropolitanos faz 170 feridos

por Lusa, texto publicado por Paula MouratoHojeComentar

 
Colisão de dois comboios metropolitanos faz 170 feridos
Fotografia © REUTERS

Dois comboios metropolitanos chocaram hoje em Seul, na Coreia do Sul, provocando pelo menos 170 feridos, avançou a televisão pública daquele país, a Yonhap Television (YTN).

Segundo a estação televisiva, o número conhecido de feridos aumentou nos últimos minutos, já que, inicialmente, tinha sido avançado que o acidente provocara 78 feridos.

De acordo com a agência de notícias francesa AFP, o registo de 78 feridos foi referido por um porta-voz dos serviços de emergência de Seul.

O desastre aconteceu quando um dos comboios abalroou um outro que tinha parado entre duas estações devido a um problema mecânico da linha, explicou a YTN.

A notícia da colisão no metropolitano de Seul surge cerca de meio mês depois de o país ter ficado em choque com um desastre de ferries que provocou cerca de 300 mortos e desaparecidos — a maioria dos quais crianças em idade escolar — e que levou a várias manifestações públicas de contestação às medidas de segurança nos transportes.

por Lusa, texto publicado por Paula MouratoHoje

 
Colisão de dois comboios metropolitanos faz 170 feridos
Fotografia © REUTERS

Dois comboios metropolitanos chocaram hoje em Seul, na Coreia do Sul, provocando pelo menos 170 feridos, avançou a televisão pública daquele país, a Yonhap Television (YTN).

Segundo a estação televisiva, o número conhecido de feridos aumentou nos últimos minutos, já que, inicialmente, tinha sido avançado que o acidente provocara 78 feridos.

De acordo com a agência de notícias francesa AFP, o registo de 78 feridos foi referido por um porta-voz dos serviços de emergência de Seul.

O desastre aconteceu quando um dos comboios abalroou um outro que tinha parado entre duas estações devido a um problema mecânico da linha, explicou a YTN.

A notícia da colisão no metropolitano de Seul surge cerca de meio mês depois de o país ter ficado em choque com um desastre de ferries que provocou cerca de 300 mortos e desaparecidos — a maioria dos quais crianças em idade escolar — e que levou a várias manifestações públicas de contestação às medidas de segurança nos transportes.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s