Judeus na Espanha apresentam denúncia por 17.500 tuítes antissemitas

AFP – Agence France-Presse

20/05/2014 

Várias associações judaicas da Catalunha, no nordeste da Espanha, apresentaram nesta terça-feira uma denúncia por 17.500 tuítes com mensagens antissemitas após a vitória do Maccabi de Tel Aviv sobre o Real Madrid na final da Euroliga de basquete.

Depois da disputada partida de domingo, vencida pela equipe israelense na prorrogação (98-96), uma onda de mensagens com conteúdo antissemita inundou a rede social Twitter na Espanha, a ponto de a hashtag ‘#putosjudíos’ se converter em uma das mais populares do país.

“Ao ver reações após a vitória do Maccabi como ‘judeus aos fornos’ ou ‘judeus aos chuveiros’, decidimos apresentar esta denúncia”, explicou à AFP Rubén Noboa, do grupo Israel na Catalunha e impulsionador da ação judicial, à qual 11 associações se somaram.

Os demandantes apresentaram ao Ministério Público mais de 17.500 mensagens supostamente antissemitas enviadas após a partida, cinco delas por usuários que puderam ser identificados com nome e sobrenome.

As associações acusam estas cinco pessoas de “incitação ao ódio e à discriminação”, crime punível com entre um e três anos de prisão na Espanha, e pedem para identificar e ampliar a denúncia aos outros usuários anônimos.

Para Noboa, estas mensagens demonstram o “substrato antissemita” da sociedade espanhola que, segundo um relatório da organização Antidifamation League publicado recentemente, é o terceiro país europeu depois de Grécia e França com maior antissemitismo.

“Aqui quase ninguém conhece um judeu, mas se reproduzem os clichês e esterótipos, também alimentados pelo catolicismo”, afirma Noboa.

Esta polêmica ocorre pouco depois da detenção de três usuários de redes sociais por crimes de apologia ao assassinato, após o assassinato no dia 12 de maio da líder provincial do Partido Popular, conservador, Isabel Carrasco.

Após uma onda de insultos à mulher assassinada e à classe política espanhola em geral, o ministro do Interior, Jorge Fernández Díaz, anunciou uma investigação para perseguir toda “apologia do crime e incitação do ódio” nas redes sociais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s