Ucrânia se nega a pagar por gás russo antecipadamente

Se países não chegarem a um acordo, o fornecimento será cortado a partir do próximo dia 3 de junho

AFP – Agence France-Presse

 20/05/2014 

 

Sede da estatal de gás russa Gazprom. Centro da queda de braço econômica entre Rússia e Ucrânia (Maxim Shemetov/Reuters)  
Sede da estatal de gás russa Gazprom. Centro da queda de braço econômica entre Rússia e Ucrânia


As autoridades interinas da Ucrânia se negam a pagar pelo gás russo antecipadamente, como quer Moscou, indicou nesta terça-feira o primeiro-ministro interino ucraniano, Arseni Yatseniuk.

“Dada a ausência de acordo com a parte russa para solucionar a disputa sobre o preço do gás natural, a questão do pagamento antecipado não pode ser incluída nas negociações”, declarou o chefe de governo interino.

A Rússia ameaça cortar o fornecimento de gás à Ucrânia a partir de 3 de junho, se o país não pagar com antecedência a fatura do próximo mês, de 1,66 bilhão de dólares.

Yatseniuk já ameaçou a Rússia com uma demanda judicial nos tribunais arbitrais, caso Moscou não aceite um contrato para fornecer gás russo a preço de mercado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s