Os bastidores dos pilotos militares suíços

AERONÁUTICA

Os bastidores dos pilotos militares suíços

24 Maio, 2014

Seja no barco salva-vidas, que é também uma tenda de emergência no ar, num churrasco ou na sala de aula: o fotógrafo Fabian Biasio estava sempre lá. Entre 2011 e 2013, ele acompanhou a formação de dois pilotos militares – PK06 PK07 – e o percurso da sala de aula para o cockpit.

 

A Força Aérea Suíça estava na atualidade nas últimas semanas. Em 18 de Maio , o eleitorado rejeitou a compra de 22 caças Gripen E, o mesmo que o Brasil anunciou a compra. No entanto, como a Força Aérea forma seus pilotos? Para o livro ” Os nossos pilotos de combate” da jornalista Margrit Sprecher, o fotógrafo Fabian Biasio acompanhou pilotos aspirantes .

“São jovens que se dedicam apenas a isso e terminam o dia exaustos”, diz Biasio , que queria ser comandante de jumbo quando criança, mas depois se apaixonou por fotografia.

“Eles só querem voar e apostaram todas as fichas. O objectivo deles passa na frente de tudo: namorada, passeios e até da própria família.” 

Biasio era militar no Departamento de Imprensa e Rádio e foi de lá para o Departamento Comunicação da Força Aérea. Foi, portanto, um soldado-fotógrafo, o que facilitou os os contatos para esse trabalho. 

O desejo pessoal dele era um loop em aviões de treinamento . “Isso foi absolutamente adorável”. Mas não era permitido voar em um avião de caça. “Depois houve a generosidade da Força Aérea”, diz ele com uma piscadela. 

( Fotos: Fabian Biasio , texto : Christian Raaflaub , swissinfo.ch )

  

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s