Hollande recebe Obama, Putin e rainha Elizabeth 2ª em Paris

Rainha Elizabeth II da Inglaterra chega à estação Gare du Nord em Paris, nesta quinta-feira, 5 de junho de 2014.

REUTERS/Benoit Tessier|ARFI

A Rainha Elizabeth II da Inglaterra chega à estação Gare du Nord em Paris, nesta quinta-feira, 5 de junho de 2014.O presidente francês, François Hollande, começa a receber a partir desta quinta-feira (5), em Paris, cerca de 20 chefes de Estado e de governo que vão participar das comemorações dos 70 anos do desembarque aliado na Normandia, o Dia D, celebrado amanhã, 6 de junho. Vladimir Putin estará presente, assim como Barack Obama, a rainha da Inglaterra Elizabeth 2ª e o novo presidente ucraniano, Petro Porochenko.

Não há um encontro previsto entre Obama e Putin, mas Hollande espera unir os dois líderes pelo menos para a fotografia oficial do evento. Putin não descarta a hipótese de conversar com Porochenko.

Na delicada tarefa de ser o anfitrião das celebrações em um momento de alta tensão entre americanos e russos, devido à crise na Ucrânia, o presidente francês terá uma agenda intensa hoje em Paris. Hollande vai chegar a jantar duas vezes, primeiro com Obama, às 19h, e depois com Putin, às 21h. Antes, ele recebe a rainha Elizabeth, que desembarca de trem na Gare du Nord, vinda da Inglaterra de Eurostar.

Rainha vem de trem

A viagem de trem sob o Canal da Mancha carrega todo um simbolismo político, já que a construção do Eurotunel foi uma das maiores realizações em conjunto entre França e Inglaterra. Depois de desembarcar na estação de trem mais movimentada da Europa, a rainha e o príncipe Filipe vão se dirigir ao Arco do Triunfo e em seguida desfilar pela avenida Champs Elysées rumo ao Palácio do Eliseu, onde serão recebidos por François Hollande.

O casal real será transportado em um carro adaptado, mais alto do que o utilizado habitualmente por chefes de Estado na França, para que a rainha não precise se curvar demais. Aos 88 anos, Elizabeth 2ª tem viajado cada vez menos, mas a França é um dos seus destinos preferidos.

A primeira visita ocorreu em 1948 e, a partir daí, a rainha já se encontrou com nove chefes de Estado franceses diferentes, em cinco viagens oficiais, fazendo da França o país mais visitado por ela, à exceção dos países do Commonwealth. Assim como essa pode ser a última grande celebração do Desembarque da Normandia com veteranos do combate ainda vivos, especialistas na monarquia inglesa afirmam que, por causa da idade avançada, essa poderá também ser a derradeira visita de Elizabeth ao país.

O convite de Hollande à coroa inglesa também redime o país do constrangimento do aniversário dos 65 anos do desembarque, quando o então presidente Nicolas Sarkozy não convidou o casal real. O Desembarque da Normandia foi a gigantesca operação militar que marcou o início da libertação da França do jugo dos nazistas na Segunda Guerra Mundial.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s