Sininho e ativistas ligados a Black Blocs prestam esclarecimentos na polícia

Elisa Quadros e mais cinco pessoas prestam depoimento num inquérito sobre as manifestações

O DIA

Rio – A ativista Elisa Quadros, conhecida como Sininho, foi levada na manhã desta quarta-feira por policiais da Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI) para prestar esclarecimentos na Cidade da Polícia, no Jacaré, Zona Norte do Rio. Ela, e mais cinco pessoas, entre eles a advogada Eloísa Sammy, estariam prestando depoimento num inquérito sobre manifestações que corre em sigilo.

Ativista Elisa Quadros, conhecida como Sininho, foi encaminhada na manhã desta quarta-feira para a Cidade da Polícia, na Zona Norte

Foto:  Severino Silva / Agência O Dia

O nome de Sininho ficou em evidência durante as manifestações do segundo semestre do ano passado. A ativista chegou a ser presa em outubro do ano passado, nas escadarias da Câmara Municipal. Em fevereiro deste ano, ela prestou depoimento na 17ªDP (São Cristóvão) sobre a morte de Santiago Andrade. Na ocasião, ela negou ter falado sobre o envolvimento do deputado Marcelo Freixo (PSOL) com Caio Silva Souza e Fábio Raposo Barbosa, acusados de arremessarem o artefato no cinegrafista durante um protesto na Central do Brasil. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s