Depois de vencer Camarões, México quer surpreender o Brasil

Lance do jogo entre Camarões e México pelo grupo A da Copa.

Lance do jogo entre Camarões e México pelo grupo A da Copa.

REUTERS|Jorge Silva|Elcio Ramalho

A vitória dos mexicanos por 1 a 0 sobre os Camarões na Arena das Dunas, em Natal, nesta sexta-feira (13) deixou o próximo adversário do Brasil otimista para enfrentar e jogar de igual para igual com a equipe de Felipão. Para Camarões, a partida contra a Croácia é crucial para definir o futuro da seleção no Mundial.

México e Camarões se enfrentaram debaixo de uma forte chuva, o que na opinião de Giovani dos Santos, eleito pela Fifa como melhor jogador em campo, favoreceu a equipe sul-americana por permitir um maior toque de bola.

O atacante foi o destaque da partida e autor de dois gols marcados no primeiro tempo, mas que foram incorretamente anulados por impedimento. Nas imagens de vídeo ficou claro que o bandeirinha se equivocou, prejudicando a equipe mexicana.

Apesar dos erros evidentes, os treinadores das duas equipes não quiseram criar polêmica em torno do assunto. O alemão Volker Finke, treinador dos Camarões, lembrou que no total foram três gols anulados, já que a equipe africana também teve um lance de gol suspenso pelo mesmo motivo.

“Em nenhum momento pensamos ou falamos do árbitro no vestiário, No banco sim, reclamamos porque vemos as coisas, mas falamos com os jogadores para manter a concentração”, explicou o treinador do México Miguel Herrera, evitando qualquer polêmica.

Ao lado de Giovanni dos Santos na entrevista coletiva, ele expressou várias vezes o contentameto com a vitória do time, resultado que coloca o México na vice-liderança apenas atrás do Brasil que ficou na frente pelo saldo de gols.

“Um país inteiro contra nós”

“A partida de hoje foi boa em redondinha. Superamos os rivais em todos os aspectos. Mas temos consciência que Camarões não é Brasil. Jogaremos contra o favorito e teremos um país inteiro contra nós, mas vamos buscar a vitória”, prometeu. “Vamos buscar trabalhar nos espaços que o Brasil pode nos deixar”.

Herrera não revelou preocupação, mas depois de ver a estreia vitoriosa da seleção brasileira, chegou a uma constatação bem óbvia. “Com os jogadores que essa equipe tem, eles podem mudar a história da partida a qualquer momento”.

Já o treinador de Camarões, o alemão Volker Finke, vai exigir concentração total dos jogadores para o compromisso contra a Croácia. Eles terão que assistir um vídeo com diversas partidas para conhecer melhor o adversário. O próximo desafio dos Camarões é a Croácia e o resultado desse confronto é crucial para o time seguir adiante na competição.

 

 
TAGS:

Depois de vencer Camarões, México quer surpreender o Brasil

Lance do jogo entre Camarões e México pelo grupo A da Copa.

Lance do jogo entre Camarões e México pelo grupo A da Copa.

REUTERS/Jorge Silva
Elcio Ramalho

A vitória dos mexicanos por 1 a 0 sobre os Camarões na Arena das Dunas, em Natal, nesta sexta-feira (13) deixou o próximo adversário do Brasil otimista para enfrentar e jogar de igual para igual com a equipe de Felipão. Para Camarões, a partida contra a Croácia é crucial para definir o futuro da seleção no Mundial.

 

México e Camarões se enfrentaram debaixo de uma forte chuva, o que na opinião de Giovani dos Santos, eleito pela Fifa como melhor jogador em campo, favoreceu a equipe sul-americana por permitir um maior toque de bola.

O atacante foi o destaque da partida e autor de dois gols marcados no primeiro tempo, mas que foram incorretamente anulados por impedimento. Nas imagens de vídeo ficou claro que o bandeirinha se equivocou, prejudicando a equipe mexicana.

Apesar dos erros evidentes, os treinadores das duas equipes não quiseram criar polêmica em torno do assunto. O alemão Volker Finke, treinador dos Camarões, lembrou que no total foram três gols anulados, já que a equipe africana também teve um lance de gol suspenso pelo mesmo motivo.

“Em nenhum momento pensamos ou falamos do árbitro no vestiário, No banco sim, reclamamos porque vemos as coisas, mas falamos com os jogadores para manter a concentração”, explicou o treinador do México Miguel Herrera, evitando qualquer polêmica.

Ao lado de Giovanni dos Santos na entrevista coletiva, ele expressou várias vezes o contentameto com a vitória do time, resultado que coloca o México na vice-liderança apenas atrás do Brasil que ficou na frente pelo saldo de gols.

“Um país inteiro contra nós”

“A partida de hoje foi boa em redondinha. Superamos os rivais em todos os aspectos. Mas temos consciência que Camarões não é Brasil. Jogaremos contra o favorito e teremos um país inteiro contra nós, mas vamos buscar a vitória”, prometeu. “Vamos buscar trabalhar nos espaços que o Brasil pode nos deixar”.

Herrera não revelou preocupação, mas depois de ver a estreia vitoriosa da seleção brasileira, chegou a uma constatação bem óbvia. “Com os jogadores que essa equipe tem, eles podem mudar a história da partida a qualquer momento”.

Já o treinador de Camarões, o alemão Volker Finke, vai exigir concentração total dos jogadores para o compromisso contra a Croácia. Eles terão que assistir um vídeo com diversas partidas para conhecer melhor o adversário. O próximo desafio dos Camarões é a Croácia e o resultado desse confronto é crucial para o time seguir adiante na competição.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s