México vence a Croácia com autoridade e carimba vaga para as oitavas de final

Com resultado, “La Trí” encara a toda poderosa Holanda na próxima fase da Copa do Mundo

O DIA

Pernambuco – A valentia e a aplicação tática fizeram a diferença na Arena Pernambuco na tarde desta segunda-feira. Bem postados defensivamente e sabendo atacar na hora certa, os mexicanos souberam administrar o calor e o emocional durante a partida e venceram com autoridade e merecimento a Croácia por 3 a 1 e conquistaram uma vaga para a próxima fase da Copa do Mundo. Com o resultado, “La Trí” terá pela frente a toda poderosa Holanda no próximo domingo, no Castelão, às 13h

Já os croatas se despedem da competição com apenas três pontos conquistados na fase de grupos da competição. Desde a edição de 1998, quando foi até as semifinais da Copa do Mundo, a seleção européia não consegue passar para o mata-mata da competição.

México conquistou a vaga para as oitavas de final

Foto:  Reuters

O JOGO

Em uma partida na qual o vencedor sairia com a vaga para a próxima fase da Copa do Mundo, não haveria outra maneira do jogo desenrolar a não ser de forma aberta. E foi assim desde os primeiros minutos da do primeiro tempo. Croácia e México buscaram o ataque de forma insistente. Os europeus se utilizavam da herança da escola iugoslava e aproveitavam o toque de bola, já os mexicanos usaram a mesma estratégia da partida contra o Brasil: uma defesa forte e bem fechada aliado a um contra-ataque rápido e perigoso.

Aos 13, minutos, após cobrança de escanteio, Srna pegou a sobre e cruzou na área, Olic cabeceou para o meio e Aguilar apareceu antes de Mandzukic para salvar os mexicanos. Vendo a chance de perigo, o México quase deu uma resposta em grande estilo dois minutos depois. Após boa troca de passes no meio campo, Herrera recebeu de Peralta e soltou uma bomba de fora da área que acabou explodindo no travessão de Pletikosa. Na sequência, mais uma chance de perigo para “La Trí”. Herrera dá um passe primoroso para Peralta, mas o atacante escorregou cara a cara com o goleiro croata.

México teve boas chances para marcar

Foto:  Carlos Moraes

A Croácia tomava iniciativa do jogo e tinha 61% de posse de bola, mas não encontrava muito espaço na forte defesa mexicana. Restava aos europeus o chute de fora da área. E assim o placar quase foi aberto. Com 27 minutos, Pranjic pegou a sobra de bola, arriscou de fora da área, mas a bola passa por cima do gol de Ochoa levando perigo. A retranca mexicana começou a irritar os croatas, pois o número de faltas começava a aumentar. Aos 38, Perisic puxa contra-ataque e Rafa Marques fez falta dura por trás e acabou sendo punido com o cartão amarelo, os mexicanos reclamavam de toque de mão no lance anterior.

Dois minutos depois, os tricolores chegaram com perigo mais uma vez. Herrera invadiu a área em velocidade e rolou para trás, Layún chegou chutando mas corluka colocou para escanteio. Na cobrança, Aguilar desviou a bola na primeira trave, mas Moreno fez falta em Pletikosa. Os jogadores desentenderam, mas o abitro contornou a situação. No fim do primeiro tempo, ainda mais tensão entre os dois times. Guardado fez falta dura em Srna, os jogadores se estranharam e o arbirto chamou a atenção dos jogadores.

No segundo tempo, os ânimos continuaram exaltados e o emocional era fator fundamental para a seleção que desejava passar a diante na Copa do Mundo. O México aumentava cada vez mais o seu ferrolho defensivo enervava os croatas, que não tinham muitas chances de marcar o tão sonhado gol da classificação. A valentia da marcação mexicana foi recompensada em relação a falta de efetividade dos europeus.

As chances dos croatas foram sumindo no segundo tempo, e os mexicanos conseguiram achar mais espaço no seu campo ofensivo. Aos 19 minutos La Trí quase marcou um gol olímpico. Herrera fez cobrança de falta fechada, bola passou por Pletikosa, e Corluka salvou a Croácia. A medida que o jogo ia chegando no final, o clima de Pernambuco ia fazendo efeito sobre os croatas, parecia que lhe faltavam pernas, enquanto os mexicanos estavam cheios de disposição.

Aos 25, o México explodiu de alegria! Herrera cobrou escanteio, Rafa Márquez subiu mais alto que Corluka e cabeceou para o chão. Pletikosa ainda tocou na bola tentando defender, mas não evitou o gol mexicano. Cirúrgicos, os mexicanos trataram de resolver a fatura! Três minutos depois do primeiro tento eles foram novamente às redes. Chicharito Hernández abriu a bola para Peralta, que cruzou rasteiro para Guardado bater com categoria para fazer o segundo gol do México.A Torcida foi à loucura na Arena Pernambuco.

Como

FICHA TÉCNICA

CROÁCIA 0X3 MÉXICO

Estádio: Arena Pernambuco (Recife) 
Árbitro: Ravshan Irmatov (Uzbequistão) 
Gols:  Rafa Márquez, Guadardo, Javier Hernandez 
Cartão Amarelo: Ratkic (08’1T) (Croácia), Rafa Marques (38’1T) 
Cartão Vermelho:

Croácia: Pletikosa, Vrsaljko(Kovacic 12′ 2T), Pranjic, Perisic, Corluka, Lovren, Rakitic, Modric, Srna, Mandzukic, Olic.

Técnico: Niko Kovac

México: Ochoa, Rodriguez, Marquez, Herrera, Layun, Dos Santos, Moreno, Guardado, Peralta, Aguilar, Vazquez.

Técnico: Miguel Herrera

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s