Bélgica bate a Coreia em jogo sonolento e enfrenta os EUA nas oitavas de final

Gol de Vertonghen garante 100% de aproveitamento para os belgas no Grupo H e próximo duelo será na terça, na Bahia

O DIA

São Paulo – Jogo feio e objetivo. A Bélgica venceu a Coreia do Sul por 1 a 0 e garantiu os 100% de aproveitamento no Grupo H. A vitória sacramentou a primeira colocação dos europeus e cravou também o duelo com os Estados Unidos nas oitavas de final do Mundial. Agora, o compromisso será às 13h da próxima terça-feira, na Arena Fonte Nova. Enquanto isso, os orientais já podem fazer as malas e dar adeus a mais uma Copa do Mundo.

FOTOGALERIA: As melhores imagens da partida entre Coreia do Sul e Bélgica

O duelo não conteve grandes emoções. Mesmo com a expulsão de Defour no fim da primeira etapa, os belgas mantiveram a tática dos chutes de longa distância para surpreender os sul-coreanos. O fato deu certo, mas somente na reta final da partida. Origi, que entrou no segundo tempo, teve uma das melhores atuações do jogo, mesmo de maneira discreta. Diante dos 61.397 presentes, um jogo de dar sono para encerrar a fase de grupos do Mundial no Brasil.

Vertonghen marca e festeja vitória da Bélgica sobre a Coreia do Sul

Foto:  Reuters

A partida começou bastante truncada e sem grandes chances de gol. As equipes tentavam o ataque, mas esbarravam no baixo nível técnico antes de conseguir chegar perto do gol. Sem bons momentos, o jogo ganhava ares de sonolência e desanimava até mesmo os torcedores presentes na Arena Corinthians, que se divertiam fazendo a tradicional festa à brasileira: com “ola” e muita música.

O primeiro momento que fez a torcida levantar não durou muito. Mirallas recebeu lançamento e arrancou livre para encarar o goleiro Seung Gyu. O atacante balançou a rede, mas o auxiliar já havia assinalado o impedimento. Foi a partir de então que os belgas resolveram acordar para o jogo. A equipe europeia passou a trabalhar mais a bola e chegar à área adversária com mais tranquilidade. Mertens teve a grande chance mas, livre, acabou mandando a bola por cima do gol sul-coreano.

A primeira boa chance da Coreia foi apenas aos 30 minutos. Courtois evitou o gol sul-coreano após um bom chute de fora da área e, no lance seguinte, foi a vez da bola ser tirada praticamente em cima da linha para manter tudo igual na Arena Corinthians. O fim do primeiro tempo passou a ser marcado por um grande número de faltas cometidas pelos orientais buscando bloquear os ataques belgas. Na chance de maior perigo, Seung Gyo foi tranquilo para evitar o gol após cobrança direta da Bélgica.

O lance que chamou mais atenção no primeiro tempo, no entanto, ficou por conta de Defour. O volante chegou mais forte numa dividida aos 44 minutos e acabou acertando um pisão na perna do adversário. Sem pensar duas vezes, o árbitro Benjamin Williams expulsou o atleta de maneira direta.

Duelo sonolento e feio marcou a despedida de Bélgica e Coreia da fase de grupos do Mundial

Foto:  Reuters

O segundo tempo não começou diferente. A partida continuou sem grandes chances e com um ritmo lento. A Coreia, que apostou na entrada de mais um atacante no intervalo, tentava chegar com mais eficicência ao ataque, mas seguia encontrando problemas. A Bélgica tentava responder nos contra-ataques, mas a primeira boa chance na segunda etapa voltou a ser de fora da área. Já os coreanos assustaram com uma boa cruzada, que acabou acertando o travessão do gol de Courtois.

A partida, em si, não emplacava. Os técnicos buscavam alternativas e mexiam no time através das substituições, mas nada parecia dar resultado dentro de campo. A Bélgica diminuiu ainda mais o ritmo da partida e só voltou a acelerar ao ataque quando Chadli e Origi entraram. As grandes chances, no entanto, continuavam sendo os chutes de fora da área. De outro lado, a Coreia buscava mais o ataque, mas encontrava dificuldades para furar a retranca belga. Já classificados, os europeus seguravam o jogo e evitavam o desgaste em São Paulo.

O lance determinante foi da mesma forma como a Bélgica já vinha tentando. Um chute forte de fora da área fez o goleiro Seung Gyu se esticar para evitar o gol. A bola, no entanto, foi rebatida para o meio da área e Vertonghen, livre, mandou para o fundo da rede. O Gol serviu para acelerar um pouco o ritmo da partida, mas nada que mudasse o enredo do duelo.

Nos últimos minutos, as faltas voltaram a marcar presença, mas a tentativa da Coreia em buscar o empate chamou atenção na Arena Corinthians, mas sem sucesso… Apita Benjamin Williams, a Coreia dá adeus ao Mundial e os belgas vão se preparar para mais um desafio no Mundial.

FICHA TÉCNICA

Coreia do Sul 0x1 Bélgica

Estádio: Arena Corinthians (São Paulo) 
Árbitro: Benjamin Williams (Austrália) 
Público: 61.397 presentes 
Gols: Vertonghen (32′ do 2ºT) 
Cartão amarelo: Jeong Ho (Coreia do Sul), Dembélé (Bélgica) 
Cartão vermelho: Defour (Bélgica)

Coreia do Sul: Seung Gyu, Lee Young, HongJeong Ho, Kim Young Gwon, Yuan Suk Young; Han Kook Young (Keun Ho), Lee Chung Yong, Ki Sung Yueng, Koo Ja Cheol; Heung Min (Dong Won), Shin Wook (Bo Kyung). Técnico: Hong Myung Bo.

Bélgica: Courtois, Vanden Borre, Lombaerts, Van Buyten, Vertonghenm; Defour, Dembélé, Fellaini, Mertens (Origi), Januzaj (Chadli); Mirallas (Hazard). Técnico: Marc Wilmots.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s