Família de Santo André procura filho desaparecido em Praia Grande

A Tribuna | Jonathan Vincent | Colaborador

Uma família residente da cidade de Santo André, no interior de São Paulo, vive um drama que já dura mais de um mês. O filho mais novo, Gabriel Mallouk Veiga, de 15 anos, está desaparecido desde o dia 28 de agosto, data em que embarcou em uma viagem com os amigos para o município de Praia Grande.
Segundo a mãe do jovem, Raquel Libni (42 anos), todos os amigos de Gabriel voltaram no dia combinado, 1º de setembro, menos ele. “O desespero foi grande naquele momento. O Gabriel estava morando com o pai, meu ex-marido, e brigou com a madrasta. Ele apenas informou que iria à praia com os amigos, mas não disse para qual cidade. Descobrimos que era Praia Grande depois  que os colegas dele revelaram”.
N/A

Gabriel e a mãe, Raquel, em foto tirada meses antes do desaparecimento do adolescente
Raquel conta que descobriu,  por meio dos amigos,  que o filho alugou um apartamento na Avenida Presidente Castelo Branco, orla da praia, no bairro Boqueirão. Ela, junto do ex-marido e pai do adolescente, Eduardo Veiga, foram até o endereço poucos dias depois, mas ao chegarem ao local,  Gabriel já havia deixado o apartamento, para desespero da mãe.
“Ele cortou todas as comunicações com a família. Seu celular não dá sinal e o perfil dele no Facebook foi apagado.  Parece que ele está realmente fugindo de nós”, lamenta Raquel.
Busca incansável
N/A

Gabriel foi visto em Praia Grande vendendo artesanato
Com a ajuda da polícia de Praia Grande e São Vicente, os pais de Gabriel buscam desperadamente pelo filho desaparecido. “Já fiz registro  no Cadastro Nacional de Pessoas Desaparecidas (CNPD) e mandei a história para os jornais de Santo André. Além disso, tenho descido a serra todos os finais de semana. Abordo moradores de rua, andarilhos e moradores das imeadições do apartamento onde ele estava para perguntar sobre o paradeiro do meu filho”.
Pistas
Nessas abordagens, algumas pessoas afirmaram ter visto um jovem com as mesmas características do adolescente. Eles relataram que Gabriel estaria aprendendo artesanato com um andarilho e que vendia suas criações na praia.
No entanto, a pista mais relevante encontrada foi recebida por uma garota que estudava na mesma escola que Gabriel e o conhecia de vista. “Essa garota foi em um show no Vale do Anhangabaú, em São Paulo, e avistou meu filho vendendo artesanato no local. Ao abordar ele, o Gabriel disse que não era para revelar seu paradeiro para ninguém. Por sorte, ela conseguiu tirar uma foto escondida e me passou. Sem sombra de dúvidas é o meu filho”.

N/A

Garota que estudava na mesma escola que o jovem tirou foto dele em show no Vale do Anhangabaú
Apelo
Raquel revela estar arrasada e desesperada sem saber se o filho permanece no litoral ou está em qualquer outro lugar do estado. “Tento me manter firme, mas é díficil seguir minha rotina sem saber onde está o Gabriel. Só queria que ele voltasse para conversarmos. Ele é uma pessoa díficil de conviver  às vezes, mas o amo mais do que tudo e sei que ele é uma boa pessoa. Não brigarei. Quero apenas entendê-lo e matar essa saudade que dói demais no coração”.
Quem tiver informações sobre o paradeiro de Gabriel, a família disponibiliza os telefones (11) 98899-7678 e (11) 98876-5382  e a página do Facebook “Volta Biel” para contato.  A polícia pode ser avisada pelo telefone 181.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

noticias gerais e, especificamente, do bairro do Brás, principalmente do comércio

%d blogueiros gostam disto: