Elétrico, Galo endurece o jogo, mas perde e Coxa se mantém na Série A

Gazeta Esportiva | Belo Horizonte (MG)

Elétrico, incansável e guerreiro, o Atlético-MG fez de tudo para vencer o Coritiba, mas não conseguiu. Os atuais campeões da Copa do Brasil perderam neste domingo por 2 a 1, no Independência, e ajudaram o Coxa a assegurar a permanência na Série A do Campeonato Brasileiro. Os gols foram marcados por Carlinhos e Leandro Almeida. O lateral esquerdo Pedro Botelho ainda descontou para os atleticanos.

Na última rodada, o Coritiba encara o desesperado Bahia e o Atlético faz um duelo sem grande influência na tabela contra o já rebaixado Botafogo, fora de casa.

Galo elétrico, erros de arbitragem e vantagem do Coxa marcam 1º tempo
O primeiro tempo do jogo foi movimentadíssimo. Impulsionado pelo forte canto da torcida nas arquibancadas, o Atlético-MG começou com tudo e até tentou abrir o placar, mas, em contra-ataque, foi surpreendido pelo Coritiba dando início aos erros da arbitragem. Aos cinco minutos, no contrapé do goleiro Victor, Carlinhos recebeu cruzamento e, em posição irregular, se posicionou para mandar a bola ao fundo das redes. 1 a 0 Coxa.

O Atlético respondeu com Leonardo Silva, que recebeu passe na grande área e estava vendo a bola entrar até Luccas Claro fazer o corte em cima da linha. Elétrico, o Galo obrigou o adversário a recuar todos os seus jogadores, com o atacante Joel jogando depois da linha do meio-campo e sendo fundamental na defesa.

O gol do Atlético veio aos 28 minutos. Rafael Carioca marcou de cabeça, depois de cobrança de falta de Dátolo e belo domínio de Jemerson. Lance, porém, anulado de maneira equivocada pelo juiz, que alegou que a bola havia saído pela linha de fundo.

Galo forte, Coxa vingador: gol no fim dá vitória ao Alviverde
O Galo começou o segundo tempo com tudo. Com um preparo físico e uma rapidez impressionante, os jogadores foram para cima do Coxa e conseguiram criar a primeira boa chance aos oito minutos. Maicosuel fez pelo passe para Dátolo na direita, o argentino dominou e deixou Diego Tardelli em ótimas condições na área. O camisa 9, porém, deixou a bola escapar.

Na sequência, o centroavante recebeu da esquerda e finalizou com precisão, estufando as redes do Independência. O bandeira, por sua vez, assinalou impedimento e adiou a festa da torcida do Galo. Maicosuel ainda tentou encher o pé e obrigou o goleiro a Vanderlei a fazer excelente defesa.

Joia da base e com o peso de ter marcado quatro gols nos últimos quatro jogos, o garoto Dodô teve uma das melhores chances do Galo para empatar a partida. Com um pivô, ele dominou na área e conseguiu fazer o chute, mas Vanderlei se esticou todo e fez excelente defesa.

O Coritiba matou o jogo restando cinco minutos para o fim da partida. Aos 40, Joel começou boa jogada de contra-ataque e colocou o zagueirão Leandro Almeida em excelentes condições. Consciente, o beque partiu em velocidade e teve calma para finalizar com precisão cara a cara com o goleiro Victor. 2 a 0 Coxa.

Guerreiro como sempre, o Atlético não se entregou e conseguiu diminuir o prejuízo. Aos 44, depois de cruzamento de Marcos Rocha, o lateral esquerdo Pedro Botelho apareceu livre na área para finalizar com força e mudar o placar: 2 a 1. Embalado pelo canto da torcida de “eu acredito”, o Galo foi até com Victor à área do Coxa, mas não conseguiu mudar o resultado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s