Bahrein tira nacionalidade de 72 cidadãos por violência

O Bahrein anunciou neste sábado que tirou a nacionalidade de 72 cidadãos que “prejudicaram os interesses do reino”, onde a maioria xiita pede desde 2011 uma monarquia constitucional, segundo a agência oficial BNA.

Segundo a agência, esta decisão, anunciada por decreto, se inscreve dentro das medidas tomadas para “preservar a segurança e a estabilidade e lutar contra os perigos e as ameaças terroristas”.

A agência oficial publicou os nomes das 72 pessoas privadas da nacionalidade do Bahrein.

“As autoridades competentes no ministério do Interior tomarão as medidas necessárias para aplicar a decisão governamental”, explicou a BNA.

Trata-se do maior número de bahrenitas que perde coletivamente a nacionalidade desde que entrou em vigor uma lei adotada em 2013 que prevê esta sanção para os autores de ações qualificadas como “terroristas”.

Pequeno país dirigido pela dinastia sunita Al Khalifa, o Bahrein vive, desde fevereiro de 2011, protestos da maioria xiita, que pede uma verdadeira monarquia constitucional.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s