Passageiro relata momentos de tensão antes de pouso forçado

Voo da Azul precisou aterrissar na Base Aérea de Canoas

Voo da Azul preciosu aterrissar na Base Aérea de Canoas | Foto: Luciano Barros / Especial / CP

Voo da Azul preciosu aterrissar na Base Aérea de Canoas | Foto: Luciano Barros / Especial / CP

Os passageiros do voo 2916, da companhia Azul, viveram momentos de tensão na noite dessa sexta-feira antes do avião fazer um pouso de emergência na Base Aérea de Canoas por volta das 23h30min. Em entrevista ao Correio do Povo, o consultor de sistemas Luciano Barros, 46 anos, relatou o período de angústia e medo pelo qual passou dentro da aeronave.

Barros informou que o avião partiu de Congonhas, pouco depois das 20h, lotado. Segundo ele, que viajava sozinho, o voo transcorreu normalmente até a chegada a Porto Alegre. Barros percebeu que a aeronave estava demorando para pousar e, em seguida, o piloto anunciou da cabine que havia um problema técnico, que “estavam tentando resolver”, e que daria um retorno em 10 minutos.

O anúncio, às 21h50min, causou desconforto e apreensão entre os passageiros. “No começo, foi um silêncio total”, contou Barros. A espera durou cerca de 40 minutos e “todo mundo começou a ficar inquieto”, relatou o consultor. O piloto voltou a se manifestar, por volta das 22h30min, informando que “não haviam conseguido resolver o problema” e que estavam estudando possbilidade de pousar em Canoas.

Os passageiros imaginaram que o avião estava “dando voltas” para gastar combustível. “Bateu mais medo”, confessou Barros. Mas cerca de 30 minutos depois, o piloto aterrissou em Canoas. Segundo o consultor, “um pouso perfeito”. Os passageiros aplaudiram, gritaram e alguns tiveram crise de choro.

Havia bombeiros e ambulâncias na pista, mas ninguém ficou ferido. Como a Base Aérea de Canoas não está equipada para receber aviões de grande porte, houve demora no desembarque, segundo Barros. A companhia providenciou transporte para todos.

Azul lamenta transtornos

De acordo com nota da Azul Linhas Aéreas Brasileiras divulgada neste sábado, uma falha técnica obrigou a tripulação do voo 2916 a mudar a rota. Segundo a empresa, o avião – com origem em Congonhas e destino Porto Alegre – registrou um problema de ordem técnica e precisou alternar a rota para o aeroporto da cidade de Canoas.

“A companhia está prestando toda assistência necessária a seus clientes de acordo com a resolução 141 da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). A Azul lamenta eventuais transtornos e ressalta que medidas como essas são necessárias para conferir a segurança de suas operações”, finaliza a nota.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s