Presidente da American Express morre depois de se sentir mal em viagem de avião

Diário de NotíciasHoje

Presidente da American Express morre depois de se sentir mal em viagem de avião

O executivo de 55 anos estava num avião privado a caminho de Nova Iorque quando se sentiu mal.

O presidente da American Express, Edward Gilligan, morreu esta sexta-feira, após adoecer repentinamente no regresso de uma viagem de negócios ao Japão. As causas da morte não foram ainda divulgadas.

Segundo uma nota do CEO da empresa, Ken Chenault, o executivo de 55 anos estava num avião privado a caminho de Nova Iorque quando se sentiu mal. “É profundamente doloroso e francamente quase inimaginável para todos nós que tivemos a sorte de trabalhar com Ed, e beneficiar da sua sabedoria, liderança e entusiasmo”, escreveu Ken Chenault.

Gilligan era um dos favoritos para suceder a Chenault no cargo de CEO. O executivo trabalhava na American Express há 35 anos. Começou a carreira na empresa como estagiário em 1980 e foi nomeado presidente em 2013. Deixa a mulher e quatro filhos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s