Para ampliar debate, websérie sobre redução da maioridade penal busca financiamento coletivo

A obra “O Filho dos Outros” aborda temas como as condições do sistema socioeducativo atual e a situação de jovens internos da Fundação Casa; A PEC 171, que trata sobre a redução pode ser votada em segundo turno, nesta quarta (19), na Câmara.

19/08/2015

Brasil de Fato |Simone Freire, de São Paulo (SP)

Teaser da websérie ‘O Filho dos Outros’

A fim de contribuir com o debate sobre a redução da maioridade penal, o Coletivo Rebento busca financiamento coletivo para concluir a websérie “O Filho dos Outros”. “O tema é muito mais complexo do que da forma rasa que tem sido tratado: sem participação da população, sem informação concreta sobre o assunto e conduzida de maneira truculenta e eleitoreira pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha”, explica a jornalista Marina D’Aquino, uma das integrantes do coletivo.

Serão oito episódios que investigarão temas como as condições do sistema socioeducativo atual, a situação de jovens internos da Fundação Casa, as possíveis consequências da redução da maioridade penal e a relação da mídia com essa pauta; além de aspectos jurídicos e psicológicos que envolvem a discussão.

Além de ampliar a discussão, o nome do projeto também explicita um objetivo complexo: mostrar que o assunto não é impessoal e alheio, mas diz respeito a cada indivíduo da sociedade, explica Marina. “Notamos durante a produção, conversando e entrevistando pessoas, que ao apoiar a redução da maioridade penal muitas delas não pensavam que os seus filhos poderiam ser presos ou cometer crimes, além de uma dificuldade enorme de se colocarem no lugar do outro”, pontua.

Congresso

A questão da maioridade penal está em discussão na Câmara dos Deputados, por meio da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 171, desde agosto de 1993, e ficou mais de 21 anos parada. Com mudanças no texto original, a proposta foi aprovada em primeiro turno pelo Plenário, no mês passado. O texto aprovado permite o julgamento de adolescentes em conflito com a lei entre 16 e 18 anos por crimes hediondos – como estupro e latrocínio –, homicídio doloso ou lesão corporal seguida de morte.

‘O Filho dos Outros’ | Fofot: Divulgação

O segundo turno da votação da PEC pode acontecer nesta semana e o debate é cada vez mais inflamado na sociedade, dividindo muitas opiniões. Uma pesquisa divulgada em junho pelo Datafolha apontou que 87% da população brasileira votaria a favor da redução da maioridade penal, caso houvesse uma consulta à população. Ao mesmo tempo, contrários à redução, movimentos e entidades sociais realizam debates e atividades para discutir a questão da forma mais ampla possível.

“Falar sobre esse tema, inclusive, é falar sobre outros problemas que perpassam a questão como a cobertura de alguns programas policiais que, na busca por audiência, destilam preconceitos a partir de estereótipos e alimentam um ódio de classes no país. Ou sobre a vocação dos nossos governantes em achar que a solução é encarcerar ao invés de educar, enquanto o Brasil continua investindo em ‘segurança’, combatendo a violência exacerbada das grandes capitais retroalimentando-a”, aponta Marina, enfatizando outras questões que serão abordadas nos episórios da websérie.

A campanha de financiamento “O Filho dos Outros” está no Catarse até o dia 2 de setembro e pode ser acessada pelo link:https://www.catarse.me/ofilhodosoutros.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s