Vendas de produtos siderúrgicos caem 14,3% no ano

Nielmar de Oliveira Silva – Repórter da Agência Brasil

As vendas de produtos siderúrgicos para o mercado brasileiro fecharam o mês de julho com queda de 22%, na comparação com julho do ano passado, atingindo 1,4 milhão de toneladas. Com o resultado, os números acumulados nos primeiros sete meses do ano indicam queda nas vendas de 14,3%, comparado ao mesmo período do ano passado, totalizando 11 milhões de toneladas.

Os dados foram divulgados pelo Instituto Aço Brasil e indicam que, em relação ao consumo aparente nacional (total da demanda siderúrgica no país, incluindo produtos nacionais e importados), o resultado  das vendas de julho foi 1,7 milhão de toneladas de produtos siderúrgicos (queda de 24,4% sobre julho de 2014), enquanto o consumo aparente dos primeiros sete meses deste ano totalizou 13,4 milhões de toneladas (queda de 12,4% sobre o acumulado de janeiro a julho do ano passado).

As informações do Instituto Aço Brasil indicam que o setor importou em julho deste ano 270 mil toneladas (o equivalente a US$ 283 milhões), elevando o acumulado das importações de janeiro a julho para 2,3 milhões de toneladas de produtos siderúrgicos – queda de 2,2% em relação ao mesmo período do ano passado.

O Instituto Aço Brasil ressalta que, “apesar das condições adversas do mercado internacional”, as exportações de produtos siderúrgicos atingiram 1,5 milhão de toneladas em julho, valor equivalente a US$ 652 milhões, devido, principalmente, às operações intercompanies (entre companhias do mesmo grupo) de fornecimento de semiacabados para alimentar plantas na Europa e nos Estados Unidos.

Com esse resultado, as exportações até julho de 2015 totalizaram 7,2 milhões de toneladas e US$ 3,9 bilhões, um crescimento de 49,2% em volume sobre os primeiros sete meses do ano passado e de 10,3% em valor, na mesma base de comparação.

Em sua totalidade, a produção brasileira de aço bruto alcançou em julho 2,9 milhões de toneladas, queda de 3,1% na comparação com julho de 2014. Em relação aos laminados, a produção mensal de 1,9 milhão de toneladas representa queda ainda maior: de 8,6% quando comparada a julho do ano anterior.

Com esses resultados, a produção acumulada nos sete primeiros meses de 2015 totalizou 20 milhões de toneladas de aço bruto e 13,9 milhões de toneladas de laminados, aumento de 1,2% e queda de 5,4%, respectivamente, sobre os mesmos períodos de 2014.

Edição: Denise Griesinger
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s