Entidade de direitos humanos pede à ONU que imponha embargo de armas à Síria

Da Agência Lusa

A organização de defesa dos direitos humanos Human Rights Watch (HRW) apelou hoje (20) à Organização das Nações Unidas (ONU) para que imponha um embargo de armas ao regime sírio, após ataques aéreos que causaram uma centena de mortos no fim de semana.

Os ataques de domingo (16) a Douma, reduto rebelde na região da Ghouta oriental perto de Damasco, mostram “o terrível desrespeito [do governo sírio] com civis”, diz a organização sediada em Nova York em um comunicado.

“Esta última carnificina acentua – se necessário – a urgência de o Conselho de Segurança aplicar suas resoluções anteriores e tomar medidas para frear os ataques indiscriminados”, declara Nadim Houry, diretor-adjunto para o Médio Oriente da Human Rights Watch, citado no comunicado.

Os ataques aéreos de domingo contra um mercado e outros locais do centro de Douma foram os mais fatais desde o início da guerra, em 2011, tendo causado 117 mortos, entre os quais 16 crianças e sete mulheres, segundo último balanço do Observatório Sírio dos Direitos Humanos.

O chefe da diplomacia síria, Walid Mouallem, afirmou a propósito ser “natural que o Estado sírio utilize os instrumentos necessários para vencer o terrorismo”, disse.

“Muitos terroristas utilizam os civis como escudos humanos, por isso o que se diz sobre os massacres em Douma são informações falsas”, disse Mouallem em entrevista a uma televisão egípcia e divulgada hoje pela agência oficial Sana.

A ONU classificou o ataque de “inaceitável”, e se declarou “horrorizada” com o massacre, que também foi condenado pela União Europeia e pelos Estados Unidos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s