15 ativistas angolanos detidos há dois meses

Cartaz manifestação 2 Abril Luanda pela liberdade de expressão

Cartaz manifestação 2 Abril Luanda pela liberdade de expressão

Página Facebook Carbono
Lígia ANJOS

Os 15 ativistas angolanos detidos há dois meses, a 20 de Junho, apresentam sinais de saúde deteriorados. Alguns deles foram transferidos para o hospital da prisão de São Paulo, unidade sanitária que cuida dos reclusos.

Na últimas semanas tiveram lugar várias audiências, o advogado de defesa, Luís de Nascimento, espera que na próxima semana seja possível apresentar o relatório final ao procurador “no sentido de atenuar ou manter as medidas de coação; manter a prisão preventiva ou, o mais adequado, substituir a prisão preventiva por liberdade provisória”, defendeu o advogado Luís de Nascimento.

Entretanto foi cancelada a manifestação que os familiares dos 15 activistas estavam a organizar para dia 28 de Agosto proibida pelo Governo Provincial de Luanda.

Providência extraordinária de Habeas Corpus

O processo deu entrada no Tribunal Supremo de Angola há um mês, o ‘habeas corpus’ defendia a libertação dos jovens com termo de identidade e residência ou mediante o pagamento de uma caução. “Soubemos que já houve resposta dos serviços de investigação criminal em relação à providência que tomámos. Houve uma certa paragem por parte do procurador junto do Tribunal Supremo, e até agora não tivemos resposta”.

Estado de saúde dos detidos deteriorado

Nito Alves apresenta fortes dores de cabeça e nos olhos. Nicola Radical tem tumores na cabeça. Nelson Dibango, Hitler Jessy Chivonde e Mbanza Hanza também apresentam sintomas preocupantes. Segundo o advogado Francisco de Nascimento, “o estado de saúde dos detidos tem-se deteriorado; não só devido ao clima mas também a uma série de doenças ligadas a esta situação, entre elas muita tosse.”

Alguns dos detidos foram transferidos para a unidade sanitária que cuida dos reclusos, o estabelecimento prisional de São Paulo, “onde a directora do estabelecimento prisional que é médica garantiu que havia tomado uma seria de medidas no sentido de aumentar a apanha de sol e tentar resolver os problemas”, confirmou o advogado de defesa.

Luís de Nascimento, advogado defesa

21/08/2015

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s