“Jornal revela olhar dos trabalhadores”, afirma leitor do Brasil de Fato MG

Leitores e distribuidores comentam a publicação; o professor Márcio Caldeira diz valorizar a linha editorial do jornal, que defende o lado dos movimentos populares e do povo

21/08/2015

Brasil de Fato | Raíssa Lopes,,de Belo Horizonte (MG)

O jornal Brasil de Fato Minas Gerais completa dois anos em agosto deste ano. O mês marcou a publicação da edição 1 do jornal mineiro, que desde agosto de 2013 enfrentava diversos desafios para sair.

É a partir das sugestões de pauta, muitas vezes vindas de apoiadores e colaboradores, que a edição semanal do Brasil de Fato MG começa a surgir. Depois, jornalistas apuram as informações para a formulação das matérias, e a fotografia decide que o que será necessário para ilustrá-las. O que foi escrito é então transferido para a editora que, por sua vez, encaminha os textos ao diagramador para que ele comece a esboçar o que vai se tornar o resultado final. Como último processo, o jornal é todo relido pela revisora.

Para Irmã Brígida, uma das distribuidoras do Brasil de Fato MG nas ruas de Belo Horizonte, a publicação revela o olhar dos trabalhadores. “Os artigos, por exemplo, são ótimos porque retratam outra visão da capital, que conscientiza as pessoas sobre questões populares, como saúde e transporte. São coisas que a gente não vê na imprensa tendenciosa monopolizada. Desejo ao Brasil de Fato muitas felicidades e sucesso e, cada vez mais, a gente vai trabalhar para ele ser um instrumento que leve o povo a refletir sobre a vida”, declara.

A editoria que a faxineira Paula Tomáz mais gosta é a de esportes. Ela conta que é a primeira página que lê, assim que pega o jornal nas manhãs de sexta-feira. “Mas ele fala de tudo um pouco, de política… E ele ainda é gratuito. É bom pra gente, que às vezes não tem dinheiro pra comprar um jornal”, diz a leitora.

Já o professor de história Márcio Caldeira diz valorizar a linha editorial do jornal, que defende, declaradamente, o lado dos movimentos populares e do povo. “Ele evidencia pontos contraditórios, e não segue uma linha intermediária de posicionamento, em cima do muro, apesar de apresentar sempre todas as versões dos fatos”, ressalta.

Hoje, o Brasil de Fato MG tem uma tiragem de 40 mil exemplares, e chega e leitores de Belo Horizonte. No interior, o jornal está sendo também distribuído em Contagem, Betim, Alfenas, São João Del Rei, Varginha e Pouso Alegre.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s