Angola: Adiado para amanhã arranque de julgamento de Mavungo

José Marcos Mavungo, activista angolano

José Marcos Mavungo, activista angolano

facebook.com/josemarcos.mavungo
RFI

Foi adiado para amanhã arranque do julgamento de José Marcos Mavungo. O activista angolano encontra-se preso desde Março. Na base do adiamento está a ausência do sub-procurador-geral provincial, António Nito.

Estava previsto para esta terça-feira o arranque na província de Cabinda do julgamento do activista angolano José Marcos Mavungo. Todavia, a representante do Ministério Público presente na audiência alegou não ter domínio do processo e, por isso, solicitou a suspensão e adiamento para amanhã do arranque do julgamento.

A representante do Ministério Público teria informado ainda que apenas António Nito, sub-procurador-geral da República em Cabinda estaria em condições de conduzir o processo. O sub-procurador-geral provincial tem regresso marcado para Cabinda esta tarde, pelo que o julgamento do activista angolano deve, então, começar amanhã.

José Marcos Mavungo encontra-se detido desde 14 de Março de 2015 e é acusado da prática de crime de rebelião contra o Estado.

Francisco Luemba, advogado de José Marcos Mavungo, antevê um julgamento que pode vir a ser marcado por várias irregularidades devido, nomeadamente, a interferências políticas. Porém, o causídico espera que a Justiça, em nome da verdade, seja capaz de resistir à pressão.

Francisco Luemba entrevistado por Liliana Henriques

25/08/2015

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s