COP 21 no cerne das discussões da “Semana dos Embaixadores”

François Hollande, presidente francês

François Hollande, presidente francês
RFI

Decorre em Paris a “Semana dos Embaixadores”, um encontro que marca a rentrée da diplomacia francesa. Este ano, a 21ª conferência das Nações Unidas sobre as mudanças climáticas marca as agendas dos diplomatas, com Ban Ki-Moon a ser o convidado de honra.

A cem dias da abertura, na capital francesa, da COP 21 (conferência das Nações Unidas sobre as mudanças climáticas), a temática assume-se como o grande dossier a ser debatido na “Semana do Embaixadores”. Um encontro que este ano fica igualmente marcado pela interactividade, com os diplomatas a serem questionados via Twitter ou mesmo em directo.

O primeiro dia da “Semana dos Embaixadores” permitiu o debate livre com os embaixadores franceses, com um especial destaque para as experiências diplomáticas em países estratégicos como o Irão, Ucrânia, Israel ou Estados Unidos.

Além da diplomacia das crises, a grande questão que interessa ao público, é a de saber como Paris está a preparar a COP 21, agendada para a capital francesa de 30 de Novembro a 11 de Dezembro de 2015.

Num atelier temático aberto ao público, Laurence Tubiana, Embaixadora francesa encarregue das negociações sobre as alterações climáticas, sublinhou que “não vamos acertar tudo em Paris. Trabalhamos numa trajectória colectiva que é feita de muitas outras trajectórias nacionais, onde cada um defende as suas condições. A Índia, China, Europa… Podemos chegar a acordo sobre um objectivo de longo prazo, considerando que o mundo reconhece a necessidade de mudar. E cada uma vai mudar ao seu ritmo. O que vamos fazer em conjunto é transformar as tecnologias de mudança menos caras e mais disponíveis“.

Laurence Tubiana acrescenta igualmente que para a obtenção de um melhor acordo é necessário a mobilização dos países africanos. “O trabalho destes países é de se fazer ouvir, de serem coerentes e combativos. Não apenas apresentarem-se como as vítimas das mudanças climáticas, mas exigir aos países emissores que sejam sérios nos seus compromissos“. A embaixadora fez ainda questão de lembrar a África para não cometer os mesmos erros do passado e “de escolher em consciência o melhor modelo de desenvolvimento”.

Esta terça-feira fica marcada pela presença de François Hollande no evento. Aos embaixadores o Presidente francês lembrou que “o mais difícil ainda está para vir, ou seja, o acordo” que deverá sair da COP 21. Por isso mesmo, o chefe de Estado acrescentou que “é necessário acelerar” as negociações de preparação para a conferência mundial sobre o clima.

Amanhã, quarta-feira, Ban Ki-Moon, secretário-geral das Nações Unidas, será o convidado de honra da “Semana dos Embaixadores”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s