Feliciano disputará Prefeitura de SP

Só faltava esta !

Deputado federal do PSC aceitou convite do partido para disputar eleições contra Datena, João Dória e Russomano

IG

São Paulo – O pastor Marco Feliciano disputará as eleições para a Prefeitura de São Paulo pelo Partido Social Cristão (PSC), afirmou ao iG o assessor pessoal do deputado federal, nesta segunda-feira.

Marco Feliciano vai se candidatar a prefeito de São Paulo

Foto:  Câmara dos Deputados

Com a confirmação, Feliciano entra para uma eleição que tem tudo para ser das mais midiáticas para assumir a chefia do Executivo municipal. Em julho, três nomes bastante conhecidos do grande público, mas não pela política, anunciaram que entrariam na disputa para tentar ocupar o lugar do atual prefeito da cidade, Fernando Haddad (PT), que tentará se reeleger.

Apresentador do policialesco “Brasil Urgente”, da TV Bandeirantes, José Luiz Datena se filiou ao Partido Progressista (PP) em julho e anunciou sua estreia em uma disputa eleitoral.

Na mesma semana, o jornalista Celsso Russomano, do Partido Republicano Brasileiro (PRB), conhecido por matérias em defesa do direito do consumidor na TV Record, que já disputou a prefeitura, também confirmou sua pré-candidatura. Ex-apresentador do reality show “O Aprendiz”, o empresário João Dória Jr. anunciou seu nome para tentar se eleger pelo PSDB na mesma ocasião.

Por ora, todos são apenas pré-candidatos, já que o nome só pode ser confirmado oficialmente após convenção partidária meses antes do pleito. No entanto, dos quatro nomes, apenas Dória Jr. não se lançou por meio de convite de grandes lideranças dos partidos.

Feliciano, por exemplo, foi chamado para disputar o cargo pelo Pastor Everaldo, que disputou a presidência no ano passado com Dilma e que preside o PSC nacional. “A candidatura já está sacramentada. O comitê estadual o convidou e ele aceitou prontamente”, disse o assessor.

Pastor da Assembleia de Deus, Feliciano, 42 anos, ficou mais conhecido nacionalmente por seus posicionamentos em relação à comunidade LGBT e outras minorias. Mesmo engavetado anos atrás, o projeto sobre a “Cura Gay” é uma das bandeiras pelas quais briga no Congresso.

Após criticar com ofensas um ato realizado por uma transexual na Parada do Orgulho LGBT de São Paulo deste ano – no qual a modelo Viviany Beleboni fez analogia do sofrimento que abate os atingidos pelo preconceito com aquele enfrentado por Jesus Cristo –, ele foi processado.

Fonte IG

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s