Sapatos portugueses são os segundos mais caros do mundo


A seguir aos italianos

2015-08-31 

Lisboa – Os sapatos portugueses são os segundos mais caros do mundo, a seguir aos italianos, segundo a Associação dos Industriais do Calçado, Componentes, Artigos de Pele e Seus Sucedâneos (APICCAPS), que prevê que o preço médio seja «reajustado em baixa».

«O preço médio do calçado português nos mercados internacionais tem vindo a aumentar significativamente, fruto nomeadamente da aposta das empresas na migração da produção de calçado para segmentos de maior valor acrescentado. Espera-se, no entanto, que nos próximos anos o preço médio do calçado português possa ser reajustado em baixa, à medida que forem sendo introduzidos novos produtos, nomeadamente a exportação de calçado em outros materiais (por exemplo sintéticos e em plástico)», avançou a APICCAPS.

O preço médio a que foram exportados os sapatos portugueses, fixou-se em 2014, nos 28,24 euros, segundo dados do World Footwear Yearbook 2015. «Apenas Itália revela um desempenho melhor do que o português», com um preço médio na ordem dos 50 dólares (cerca de 44,28 euros), refere a associação, mantendo-se Espanha, o outro «grande concorrente» internacional de Portugal, a uma «grande distância» ao exportar o seu calçado a 22,03 dólares (cerca de 19,51 euros) o par.

Já a China, que assegura 65% da produção mundial de calçado, fica-se por um preço médio do par de calçado exportado de 4,44 dólares (cerca de 3,93 euros), oito vezes mais baixo do que o calçado português.

(c) PNN Portuguese News Network

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s