Governador mineiro Fernando Pimentel será indenizado pela revista IstoÉ

Nas matérias a revista o acusava de “operador de remessas ilegais” no esquema do “mensalão”; A decisão afirma que a revista e o autor da matéria não confirmaram as informações.

01/09/2015

Brasil de Fato, de Belo Horizonte (MG)

Fernando Pimentel | Foto: Manoel Marques/Imprensa MG

A revista IstoÉ foi condenada em segunda instância a indenizar em R$ 60 mil Fernando Pimentel (PT), atual governador de Minas Gerais. O valor foi estipulado por entender que houve calúnia e danos morais em três reportagens publicadas em março de 2010.

Nas matérias a revista acusava Pimentel de “operador de remessas ilegais” no esquema do “mensalão”. A decisão afirma que a revista e o jornalista Hugo Marques, autor das matérias, não confirmaram as informações publicadas e “interpretaram equivocadamente os fatos apurados”, tentando a qualquer custo envolver Pimentel com atos ilícitos. Por se tratar de ano eleitoral, o Tribunal entendeu que IstoÉ abusou do exercício da liberdade de expressão jornalística.

A indenização foi estipulada pela 10ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais. O valor deverá ser corrigido com juros de 12% ao ano desde a data das publicações.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s