Quatro estados do Nordeste prolongam vacinação contra a pólio

Edwirges Nogueira – Repórter da Agência Brasil

Alagoas, Bahia, Ceará e Pernambuco vão continuar a Campanha de Vacinação contra a poliomielite por, pelo menos, mais dez dias. A decisão foi tomada porque os estados não atingiram a meta de 95% de cobertura estabelecida pelo Ministério da Saúde. A campanha oficial teve início no dia 15 de agosto e terminou ontem (31).

Em Alagoas, dados do Programa Nacional de Imunização (PNI) registravam 183.619 crianças vacinadas, equivalente a 75% do público-alvo, formado por crianças com idade entre 6 meses e menores de 5 anos.

Na Bahia e no Ceará, as secretarias estaduais de Saúde orientam os municípios que não atingiram a meta a continuarem vacinando. A Bahia tem 955.471 crianças dentro da faixa etária da campanha e até ontem apenas 62% desse total havia recebido a vacina contra a pólio. No Ceará, a cobertura vacinal ficou em 76%.

A supervisora do Núcleo Estadual de Imunização da Secretaria da Saúde do Ceará, Ana Vilma Leite, pede aos municípios que vão continuar vacinando, que adotem novas estratégias para que a vacina chegue ao maior número de crianças. “Orientamos que os municípios busquem essa população de crianças nas escolas e nas creches, que é o local onde podemos encontrar nossa população prioritária para a campanha”, disse.

Dentre os quatro estados nordestinos que prorrogaram a vacinação, Pernambuco foi o que conseguiu maior cobertura: 80% das 625.686 crianças na faixa etária que compõem o público alvo da campanha.

Alagoas, Bahia e Ceará continuam vacinando até o dia 10 de setembro, data limite para que os estados insiram os dados da campanha no sistema de informação do PNI. Em Pernambuco, a prorrogação da campanha vai até o dia 9.

A poliomielite é uma doença infectocontagiosa grave que causa sérias lesões no sistema nervoso e provoca paralisia irreversível dos membros, principalmente os inferiores. Neste ano, o Brasil completou 26 anos sem registrar casos da doença e é considerado livre do poliovírus desde 1990. No entanto, para receber a certificação mundial de erradicação da pólio, o país precisa manter cobertura vacinal igual ou maior a 95%.

Edição: Denise Griesinger
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s