Plenário aprova aumento de tributo sobre lucro de instituições financeiras

Luis Macedo / Câmara dos Deputados

O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou há pouco o texto-principal da Medida Provisória 675/15, que eleva de 15% para 20% a alíquota da Contribuição sobre o Lucro Líquido (CSLL) de instituições financeiras: bancos, seguradoras, administradoras de cartões de crédito.

A proposta teve 277 votos favoráveis e 77 contrários. Falta analisar os destaques, que são tentativas de mudar pontos do texto.

Pelo texto aprovado, as cooperativas de crédito terão um aumento menor, e irão pagar alíquota de 17%, em vez de 20%. O aumento de impostos também foi restrito ao prazo de três anos, entre 1º de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2018. Após o fim do prazo, a alíquota voltará à atual, de 15%. Para cooperativas, o aumento começa a valer a partir de 1º de outubro deste ano, com a mesma data final.

Com a elevação prevista na MP, o governo espera arrecadar R$ 900 milhões já em 2015; R$ 3 bilhões, em 2016; e atingir o teto de R$ 4 bilhões, em 2017.

Destaques
Entre os destaques que o Plenário precisa analisar, há propostas para aumentar para 35% a alíquota da CSLL de instituições financeiras e para excluir do reajuste de impostos as seguradoras especializadas em saúde, e mudanças nos mandatos de dirigentes de agências reguladoras, entre outros temas.

Reportagem – Carol Siqueira | dição – Marcos Rossi

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s