Saiba quais as verdade que existem por trás de 6 mitos da menstruação

Existem informações que são passadas de geração para geração, mas que nem sempre possuem uma explicação médica

Tribuna da Bahia

03/09/2015
Foto: Divulgação / Ilustração

Apesar de ser assunto recorrente na vida de uma mulher, a menstruação ainda gera muitas dúvidas. Existem informações que são passadas de geração para geração, mas que nem sempre possuem uma explicação médica. Às vezes, por timidez, a paciente não pergunta para um profissional e a dúvida persiste.

Abaixo, o Dr. Gilberto Nagahama, ginecologista do Hospital San Paolo, centro hospitalar localizado na zona norte de São Paulo, esclarece alguns mitos que ainda sobrevivem entre as mulheres:

1 – Durante a menstruação não há gravidez – Na teoria, não é possível. Já que menstruação é a “descamação” do endométrio, camada que é preparada para receber a gestação. Porém, o corpo não é uma máquina exata. É sempre bom tomar medidas preventivas para evitar o risco.

2 – Mulheres com muita convivência menstruam simultaneamente – Não é verdade. Cada pessoa tem seu corpo e suas manifestações são totalmente individuais. Isso não depende do convívio.

3 – As relações sexuais são mais prazerosas durante a menstruação – Não é verdade. O período de maior desejo sexual é justamente o de ovulação que corresponde aproximadamente ao 14° dia do ciclo menstrual. Acreditamos que muitas pacientes tem mais prazer justamente por ficarem despreocupadas com o risco de engravidar.

4 – É errado fazer exercícios físicos durante a menstruação – Não é verdade. Os exercícios físicos ajudam a controlar a dor das cólicas devido à liberação de hormônios de prazer como endorfinas. Além disso, promovem dilatação dos vasos ao diminuir a concentração no sangue de prostaglandinas.

5 – Mulheres virgens não podem usar absorventes internos – Não é verdade. O hímen tem até 2,5 cm de abertura na puberdade e o absorvente interno até 1,9cm.

6 – Ter relações sexuais menstruada aumenta risco de contrair DSTs – Não é verdade. Exceto quando a mulher é portadora do vírus HIV, pois o sangue menstrual contém vírus, o que pode aumentar o risco de transmissão. Fazer sexo sem proteção adequada, menstruada ou não, é o que aumenta o risco de contrair qualquer doença sexualmente transmissível.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s