Arquivo da tag: ABERTURA

Campos do Jordão abre hoje temporada de inverno

Estadão Conteúdo

O feriado de Corpus Christi tradicionalmente abre a temporada de inverno de Campos do Jordão, na Serra da Mantiqueira, a 167 km da capital. Proprietários de hotéis, pousadas e restaurantes veem no feriado um “termômetro” de como deverá ser a temporada, que prossegue até o fim de julho. Até lá, além do clima frio, a cidade aposta em eventos musicais para atrair os turistas.

Campos do Jordão programou um festival musical, que começa nesta quarta, 18, às 19h30, e termina no dia 22. No evento, se apresentarão a Orquestra Filarmônica de Campos do Jordão, na Concha Acústica do Capivari, e Sandra de Sá, no Auditório Cláudio Santoro. Estão também no roteiro a Traditional Jazz Band Adriana Calcanhoto e Isabella Taviani.

O turista que subir a serra em busca de tranquilidade poderá visitar o Palácio do Governo e apreciar obras de Tarsila do Amaral, Cândido Portinari e Di Cavalcanti, com entrada gratuita.

A cidade também mantém parques com obras ao ar livre. A rede hoteleira, porém, está 100% ocupada.

“Vi o lance 10 vezes e para mim é penálti”, diz Scolari

por LusaHoje

 
"Vi o lance 10 vezes e para mim é penálti", diz Scolari
Fotografia © Reuters

O selecionador do Brasil de futebol afirmou ter visto e revisto a jogada da grande penalidade assinala por pretensa falta sobre Fred e confirmado que o castigo máximo foi devidamente assinalado, no jogo inaugural do Mundial2014.

“Vi a jogada 10 vezes e para mim foi penálti”, rematou Luiz Felipe Scolari, na quinta-feira, em conferência de imprensa, aludindo ao lance que permitiu ao Brasil assumir a dianteira do resultado frente à Croácia, na estreia do Campeonato do Mundo, que os “canarinhos” venceriam por 3-1.

Scolari contestou a afirmação do seu homólogo croata, Nico Kovac, que disse que “dois mil milhões de pessoas viram que não foi penálti”, num lance em que Fred caiu na área croata e que o árbitro japonês Yuichi Nishimura penalizou com um castigo máximo, que Neymar viria a converter no 2-1.

“Se milhares não viram o penalti, o árbitro viu. E ele tem a decisão”, frisou Scolari, após o triunfo dos anfitriões frente à Croácia, selada com dois golos de Neymar e um de Oscar, depois de Marcelo ter dado vantagem aos croatas, com um tento na própria baliza.

O antigo selecionador de Portugal prosseguiu na “resposta” a Kovac, que denunciou que o problema da arbitragem pode converter a competição num “circo”, e, ironicamente, salientou que “então o Brasil ganhou cinco circos mundiais”.

Scolari enalteceu o “poder de reação” da sua equipa, reiterando que “faltam seis jogos [para a final]” e que a equipa “canarinha” tem de ir “degrau a degrau”.

Com o triunfo de quinta-feira, o anfitrião Brasil lidera o Grupo A, com três pontos, aguardando ainda o encontro entre México e Camarões, na sexta-feira, enquanto a Croácia não conta com qualquer ponto.

Diversidade em união: Cultura brasileira é exaltada em festa de abertura da Copa

Cerimônia marca o início do Mundial na Arena Corinthians

O DIA

São Paulo – Antes de a bola rolar para iniciar a Copa do Mundo, uma grande festa marcou a cerimônia de abertura do Mundial. Um dos momentos mais esperados dos últimos tempos serviu para contar um pouco da história do país que receberá pelos próximos 30 dias o maior evento de futebol do mundo. Culturas e costumes foram contados, visitantes representados e a música tema embalou o fim da festa. A certeza já existia, mas agora é oficial: Vai ter Copa!

Olhar de criança! Índios marcam presença em cerimônia para representar a essência do povo brasileiro

Foto:  Divulgação

Índios de uma tribo paulista também marcaram presença no evento. Carregados em canoas durante o início da cerimônia, os nativos representavam a essência do povo brasileiro defendendo a terra e descobrindo as riquezas do país. A presença indígena chegou para encerrar a primeira parte da festa, que representou a natureza.

FOTOGALERIA: As melhores cenas da festa de abertura da Copa do Mundo

A segunda parte do evento serviu para mostrar a grande diversidade cultural do país. Danças e costumes de diversas regiões do Brasil foram representadas com um grande misto de cores e músicas. Curiosidades de norte a sul do território nacional estavam ali. O gramdo da Arena Corinthians era como um grande palco teatral: 26 estados e o distrito federal presentes na grande mostra de rituais.

O terceiro ato da festa é para representar justamente o futebol. Personagens de diversos países brindam o público da Arena Corinthians num grande encontro de culturas. O globo de led que figurava no centro do gramado passou a representar uma bola: a Brazuca. A hora se aproximava. No exato momento que a bandeira do Brasil entrou no cenário, o ônibus da Seleção estava a poucos metros do estádio.

Claudia Leitte, Pitbull e Jennifer Lopez marcam presença em festa de abertura da Copa

Foto:  Divulgação

Olodum, samba… Um apito anuncia a chegada da verdadeira Brazuca! Um jovem representava o árbitro e levava a bola ao centro do gramado. O globo se abre para Claudia Leitte roubar a cena. A cantora brasileira é a primeira a entoar um canto na abertura, em seguida, Pitbull e Jeniffer Lopez se únem à brasileira e a música oficial da Copa do Mundo passa a embalar a festa.

“Ole ole, ole ola”. Vai ter Copa! As cores da bandeira eram representadas pelas roupas do trio de cantores que empolgou o público presente nas arquibancadas. A cerimônia chegava ao fim e, aos poucos, todos os participantes se despediam da Arena Corinthians. O amarelo era a cor predominante no estádio que, agora, espera apenas pelo pontapé inicial dentro das quatro linhas.

Cerimônia de abertura já decorre na Arena Corinthians

MUNDIAL 2014

 

Diário de Notícias|J.R.Hoje

 
Cerimónia de abertura já decorre na Arena Corinthians

Fotografia © Reuters

A cerimónia de abertura do Mundial 2014, que antecede o Brasil-Croácia, já decorre na Arena Corinthians, em São Paulo. SIGA AQUI O JOGO AO MINUTO

Brasil e Croácia disputam nesta quinta-feira (21.00) o jogo inaugural do Mundial 2014, na inacabada Arena Corinthians, em São Paulo. A cerimónia de abertura arrancou às 19.15, hora em Portugal continental (14.15 locais), e envolve a participação de mais de 600 bailarinos.

Com a cerimónia preparada em torno de três temas – natureza, povo e futebol -, os músicos Pitbull, Cláudia Leite e Jennifer López vão interpretar o tema oficial do Mundial 2014, We Are One (Ole Ola), antes do espetáculo mais aguardado: o pontapé de saída no Mundial 2014, no qual os pupilos de Scolari tentarão chegar ao sexto título mundial.

A seleção de Neymar, Hulk e companhia encontra a Croácia pela segunda vez em jogos oficiais, depois de ter batido a formação balcã por 1-0 no Mundial 2006, golo de Kaká. O Brasil ataca o sexto título, após ter sido eliminado nos “quartos” de 2006 e 2010, enquanto a Croácia procura a surpresa num grupo de inclui México e Camarões, que só jogam na sexta-feira.

Itaquerão recebe a festa de abertura da Copa.

De A Tribuna On-line

N/A

Torcedores lotam a Arena Corinthians em São Paulo

Chegou a hora. Daqui a pouco, a Seleção Brasileira entra em campo e inaugura a Copa do Mundo 2014 na Arena Corinthians, o Itaquerão, em São Paulo. A partir de agora, 64 times de futebol de todo o mundo reunirão as atenções dos torcedores de todo o planeta.

O Brasil recebe definitivamente a Copa do Mundo a partir das 15h15, quando terá início a cerimônia de abertura. Às 17 horas, Brasil e Croácia iniciam na Arena Corinthians a primeira das 64 partidas.

Os torcedores começam a lotar o Itaquerão e a pintar o estádio de verde e amarelo. Cerca de 40 mil pessoas já ocupam as arquibancadas do estádio especialmente construído para o Mudi

Os portões de entrada do Itaquerão foram abertos para os torcedores por volta da 13 horas. De acordo com a Polícia Militar, o clima ao redor do estádio é de tranquilidade e muita festa. Torcedores brasileiros e croatas circulam lado a lado nas imediações, sem qualquer intercorrência. A entrada na arena também ocorre sem problemas para os aficionados.

Sete anos depois

O Mundial é realizado no Brasil sete anos após o anúncio de que o campeonato aconteceria no País. A iniciativa foi da Fifa, dentro de um plano de levar o evento para todos os continentes. A América do Norte havia recebido o Mundial em 1994, nos Estados Unidos; a Ásia, em 2002, na Coreia do Sul e Japão; e a África, em 2010, na África do Sul. Faltava a América do Sul.

Durante 64 anos vários brasileiros questionavam a ausência de um mundial no país que mais venceu mundiais. Foram cinco desde a tragédia de 1950, quando Ghiggia calou 200 mil pessoas no Maracanã e outras tantas fora dele. Mas o maior vencedor de Copas jamais ergueu a taça em sua própria terra.

Esqueleto-robô vai dar chute inicial

Ponta pé inicial da Copa do Mundo, em Itaquera hoje, será dada por um esqueleto robô, construído por cientistas brasileiros

FERNANDO TADEU MORAES
Da Folhapress – São Paulo

Além dos 22 jogadores das seleções brasileira e croata, haverá mais alguém ansioso para a sua estreia na Copa do Mundo: o adulto paraplégico que, usando uma veste robótica comandada pelos seus sinais cerebrais, dará o pontapé inicial da competição. 

Resultado de quase dois anos de esforços, o projeto de desenvolvimento do esqueleto-robô batizado de “BRA-Santos Dumont 1” foi liderado pelo neurocientista brasileiro Miguel Nicolelis, que trabalha desde o fim dos anos 1980 nos Estados Unidos. 

Segundo Nicolelis, o objetivo dessa primeira missão é permitir que pacientes paraplégicos readquiram a capacidade de andar autonomamente e experimentem uma melhora da qualidade de vida. O projeto recebeu R$ 33 milhões do governo federal. 

Pouco se sabe, porém, dos detalhes do projeto, já que Nicolelis não publicou nenhum artigo científico descrevendo o exoesqueleto. Informações sobre o pontapé inicial e a pessoa que usará a veste robótica também são mantidos em segredo. 

Em linhas gerais, uma touca repleta de eletrodos colocada sobre a cabeça vai captar os sinais neurais do usuário e enviá-los para um computador instalado na parte traseira da veste robótica. Os comandos serão processados e movimentarão o robô. 

Uma pele artificial, instalada nos pés do exoesqueleto, enviará sinais para uma manga com eletrodos na região do braço no usuário, devolvendo a ele a sensação tátil de andar. 

Durante toda a sua carreira, Nicolelis estudou e defendeu o uso de eletrodos implantados no cérebro para captar os sinais cerebrais, mas na demonstração da Copa será usada uma técnica não invasiva, a eletroencefalografia (EEG), criticada por ele em artigos e livros e considerada menos precisa. 

Com a mudança de técnica, especialistas ouvidos pela reportagem nos últimos meses questionam quanto da demonstração será controlada pela pessoa e quanto será controlado pela máquina. 

Lenço – Um lenço que pertenceu ao pai da aviação, o brasileiro Alberto Santos Dumont (1873-1932), será usado pelo jovem que dará o pontapé inicial nesta quinta-feira (12), O lenço é considerado uma relíquia e tem um seguro de US$ 1 milhão (R$ 2,2 milhões) para o caso de ser danificado. 

Abertura da Copa terá “tesouros do Brasil” e trio de astros

A Fifa e o Comitê Organizador Local (COL) anunciaram nesta terça-feira que a festa de abertura da Copa do Mundo, na quinta-feira, na Arena Corinthians, contará com o trio Pitbull, Claudia Leitte e Jennifer Lopez, que cantarão a música “We Are One” – tema da Copa -, junto ao Olodum. A cantora Jennifer Lopez era dúvida para a cerimônia e havia, inclusive, pedido dispensa da festa que antecede a partida Brasil x Croácia. A cantora mudou de ideia nesta terça.

A cerimônia de abertura está marcada para iniciar às 15h15 e, além da apresentação dos astros, homenageará natureza, pessoas e futebol, considerados pela Fifa como “os três maiores tesouros do Brasil”.

Os “tesouros do Brasil” serão apresentados artisticamente por personagens e adereços, com uma bola central “viva” sendo o elemento principal. A bola de led possui cerca de 90 mil clusters com 7 mil nits de luminosidade e se movimenta no espetáculo. O show contará ainda com uma demonstração do Projeto Andar de Novo.

De acordo com a entidade máxima do futebol, o show vai durar 25 minutos. O elenco da festa conta com 600 pessoas, a maioria alunos de escolas de dança, circos ou fábricas culturais – 90% da produção é formada brasileiros.

Fonte: Terra

Louveira abre 47ª Festa da Uva dedicando apoio a agricultor

A abertura da 47ª Festa da Uva e 4º ExpoCaqui de Louveira foi o momento escolhido para reforçar a integração da Câmara e da Prefeitura de Louveira para manter, melhorar e incentivar a agricultura local. Diversas autoridades participaram da cerimônia que ocorreu às 10 horas deste sábado, 17, na Área de Lazer do Trabalhador. Logo após, os cantores Sérgio Reis e Renato Teixeira animaram a festa, que continua até o dia 1º de junho, sempre às sextas-feiras, sábados e domingos. Todos os vereadores de Louveira prestigiaram a abertura.

Neste ano, a festa tem como tema “Terra da Videira: uma Terra de muitas Nações”. Em seu discurso, o presidente da Câmara, vereador Estanislau Steck (PSD) lembrou da importância de se incentivar a permanência do agricultor na própria terra, citando ações da Câmara em apoio à agricultura, como a lei de incentivo a agricultores, já aprovada, o pagamento por serviços ambiental (PSA) e a necessidade de se pensar numa reforma agrária municipal a fim de arrecadar recursos para manter os agricultores.

O prefeito Nicolau Finamores Jr afirmou que Louveira festeja, nestes dias, a principal cultura da cidade, a sua tradição, que é o plantio da uva. Ele lembrou que, com o apoio da Câmara, está conseguindo propor ações de incentivo aos agricultores, a fim de preservar a agricultura na cidade e fixar o homem no campo, citando, também, a Lei de incentivo a agricultores.

Outras autoridades prestigiaram o evento: os vereadores João Leite (PR), Nilson da Santo Antonio (PROS), Maurinho (PT)a, Reginaldo Lourençon (PSDB), Alan Jacuí (SD), Luiz Rosa (SD), Marquinhos Deca (PROS), Marquinho do Leite (PROS), Ailton Domingues (PROS), Caetano (PTB) e Professora Clarice (PTB) , os deputados estaduais Cauê Macris (PSDB) e Célia Leão (PSDB), os deputados federais Nelson Marquezelli (PTB) e Guilherme Campos (PSD), os prefeitos Beto Zem (Morungaba) e Jaime Cruz (Vinhedo), secretários, ex-prefeitos e outras autoridades.

A Festa continua até 1 de junho, sempre as sextas-feiras (dias 23 e 30, das 18h às 22h), sábados (24 e 31) e domingos (18 e 25 de maio e 1 de junho), das 10 às 22h. Outras informações da festa podem ser obtidas no site http://www.festadauvadelouveira2014.com.br

Fonte: CML 

Banda Ira! abre a Virada Cultural no palco Júlio Prestes, em São Paulo

Estadão Conteúdo

N/A

Show marcou o retorno da banda aos palcos

Um show com a banda Ira!, que marcou o retorno do grupo depois de um distanciamento de sete anos entre o vocalista Nasi e o guitarrista Edgar Scandurra, fez a abertura da 10ª edição da Virada Cultural. Nasi agradeceu ao amor dos paulistanos antes de abrir a apresentação, com Longe de Tudo. Fez depois uma sequência matadora para os fãs saudosos com Gritos na Multidão, Flerte Fatal e Dias de Luta. O som ruim – baixo e sem definição, chegava fraco ao público – prejudicou o show, que terminou com Envelheço na Cidade e Núcleo Base. O público pediu mais e o Ira! voltou. Com o som ligeiramente melhor, mas ainda abafado e de pouca definição, fez com a energia redobrada Nas Ruas.

Em vez do baterista André Jung e do baixista Ricardo Gaspa, ambos da formação original, a banda se apresentou com o tecladista Johnny Boy, com o baterista Evaristo Pádua e com o baixista Daniel Rocha, de 26 anos, filho de Scandurra. Houve participação também do trompetista Guizado.

Ao contrário de 2013, quando a Virada Cultural custou R$ 11,5 milhões, este ano foram investidos R$ 13 milhões. Apesar do gasto maior, alguns palcos, como o do projeto Piano na Praça, foram retirados a pedido da Polícia Militar, que alegou motivos de segurança.

A imprecisão de informações do mapa oficial da Virada foi um problema para quem quis se programar. Enquanto o mapa distribuído pela Prefeitura dizia o multiartista pernambucano Antonio Nobrega faria um show às 19h de ontem no Auditório Ibirapuera, com participação da Orquestra dos Músicos de Rua de São Paulo, o site da Virada dizia que o mesmo show seria em dois turnos, às 19h e às 24h. Já o serviço de informações do Auditório Ibirapuera informava que o show seria apenas às 24h. As informações sobre a Viradinha também criaram confusão, por não deixarem claro que as 9h de seu início era de domingo, não de sábado.

noticias gerais e, especificamente, do bairro do Brás, principalmente do comércio