Arquivo da tag: AVIAÇÃO CIVIL

Queda de aeronave causou dois feridos

Fotografia publicada nas redes sociais (foto D.R.)
Redação de A Bola|Portugal
A queda de uma aeronave num terreno perto da autoestrada M1, em Inglaterra, este sábado, causou dois feridos, confirmou fonte da polícia de Nottinghamshire. Desconhece-se, para já, se havia mais tripulantes a abordo do avião.

De acordo com testemunhas, o piloto perdeu o controlo da aeronave, mas ainda assim conseguiu evitar que o aparelho se despenhasse na autoestrada, uma das mais movimentadas de Inglaterra.

A autoridade para os acidentes aéreos já se encontra no terreno a investigar o caso.

Ami James diz que TAP é a pior companhia aérea

Diáario de Notícias|M.R.Hoje

 
O tatuador esteve durante o fim de semana no Rock in Rio
O tatuador esteve durante o fim de semana no Rock in Rio

O tatuador fez duras críticas no facebook, num post que, entretanto, apagou. A companhia defende-se, alegando que Ami chegou atrasado ao check-in.

“Adoro Portugal e os portugueses são fantásticos, mas a companhia aérea nacional, TAP, deve ser a pior de todos os tempos”, começou por escrever, esta terça-feira, na sua página oficial da rede social o tatuador. E explicou: “Da primeira vez, colocou-me numa cadeira que não funcionava, da segunda expulsou-me [da executiva] porque vendeu bilhetes a mais para os lugares que tinha. Nem pediram desculpa. Nunca mais!”

Horas mais tarde, o protagonista do programa de tatuagens retirava o post do Facebook. Contactado pelo DN, André Serpa Soares, do gabinete de comunicação da TAP, explicou a versão da companhia aérea.

“O que posso dizer é que já não é um assunto para nós. O Ami James, eventualmente, mal-disposto escreveu aquilo quando chegou aos Estados Unidos. O que aconteceu foi que ele chegou atrasado ao check in,que já estava fechado. E, ainda assim, a TAP tenta sempre servir de melhor forma possível os seus clientes e conseguiu que ele embarcasse, mas não em classe executiva, já que os lugares estavam preenchidos”, afirmou o responsável.

Dono do ‘Philadelphia Inquirer’ morre em queda de avião

por Lusa, publicado por Luís Manuel CabralHoje

Sete passageiros de um jato privado morreram esta noite quando o aparelho caiu durante a descolagem num aeroporto nos arredores de Boston, entre eles o co-proprietário do jornal ‘The Philadelphia Inquirer’, Lewis Katz, segundo as autoridades aeroportuárias locais.

Testemunhas em lugares próximos do acidente relataram ter visto uma bola de fogo resultante da explosão do jato Gulfstream IV quando caiu no aeródromo, matando todos os sete passageiros a bordo que embarcaram com destino a Nova Jersey.

Lewis Katz, de 72 anos, uma das vítimas mortais, tinha comprado na terça-feira com outro empresário a posição de outros donos do Philadelphia Inquirer e de duas publicações locais.

As identidades das outras vítimas não foram ainda divulgadas e os funcionários da Autoridade Portuária de Bedford-Massachusetts declararam que os serviços de emergência responderam ao acidente e admitem que o aeroporto se mantenha fechado até novo aviso.

SP: avião da Gol arremete duas vezes por conta da chuva

Um avião da Gol que decolou de Presidente Prudente, no interior de São Paulo, em direção à capital, no Aeroporto de Congonhas, precisou arremeter duas vezes antes de conseguir pousar em Campinas na tarde deste domingo.

O voo Gol 1075 saiu às 15h26 e encontrou o Aeroporto de Congonhas fechado por conta da chuva. O aeroporto ficou assim entre às 16h30 e 17h15. O piloto optou por arremeter e tentar pousar no Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, mas também decidiu realizar o mesmo procedimento por conta da pista molhada.

A aeronave seguiu para Viracopos, em Campinas, onde conseguiu pousar às 17h17. Depois de receber a autorização da torre de controle e decolar às 18h20, o avião seguiu para seu destino original, chegando em São Paulo às 18h55.

A assessoria de imprensa da Gol afirmou que o arremetimento não caracteriza uma ação de insegurança, mas de segurança, e que os pilotos são altamente treinados para realizar a manobra. A empresa também reiterou que este é um procedimento normal das companhias.

Fonte: Terra

Pneu de avião da TAM estoura durante pouso no interior de São Paulo

Voo decolou às 7h55 de Congonhas com 144 passageiros

IG

Pneu de avião da TAM estoura durante pouso no interior de SPSão Paulo – Um avião da TAM teve um de seus pneus estourado durante a operação de pouso no interior de São Paulo, neste sábado. O incidente ocorreu com o voo JJ3740, que saiu do aeroporto de Congonhas, na capital paulista, rumo a São José do Rio Preto.

O avião decolou às 7h55 com 144 passageiros a bordo e chegou a cidade do interior paulista por volta das 8h40. Ao pousar, o pneu estourou e o avião parou somente no fim da pista.

“A TAM informa que a aeronave que realizava o voo (…) teve um pneu furado no momento do pouso na cidade do interior paulista”, informou a empresa em comunicado à imprensa, sem detalhar qual dos pneus da aeronave estourou ou o motivo do incidente.

Segundo a empresa, o avião “passará por manutenção corretiva”. Procurados, representantes do aeroporto em São José do Rio Preto, se recusaram a falar sobre o assunto.

“Os passageiros desembarcaram normalmente e estão recebendo a assistência necessária”, afirmou a companhia aérea.

Avião monomotor cai em área de garimpo no Pará

01/05/2014

São Paulo, 01 – Um avião de pequeno porte caiu na região do Garimpo Bom Jesus, em Itaituba, no sudoeste do Pará, na noite de quarta-feira (30). Segundo informações da imprensa local, ao menos duas pessoas morreram no acidente. Há relatos também de que o avião teria explodido. O Centro de Comunicação Social da Aeronáutica (Cecomsaer) informou que já recebeu a informação sobre as vítimas e sobre a possível explosão, mas ainda não pode confirmar toda a informação.

De acordo com a Força Área Brasileira (FAB), o modelo da aeronave era um Cessna 210 – prefixo PRWCO. Segundo a FAB, o boletim de ocorrência e a apuração da perícia criminal estão sob responsabilidade da Polícia Civil de Itaituba.

A aeronave decolou de Novo Progresso, município também no sudoeste do Estado, com destino ao garimpo Bom Jesus. Uma equipe do Primeiro Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa I) irá se deslocar na manhã desta sexta-feira para a região para investigar as causas do acidente.

Segundo acidente

Essa é a segunda aeronave que cai no sudoeste do Pará neste ano. No dia 18 de março, um bimotor desapareceu na região de Jacareacanga com oito pessoas a bordo. Após 36 dias desaparecido, o avião foi encontrado em região de mata fechada. Não houve sobreviventes.

A aeronave levava as técnicas de enfermagem Rayline Sabrina Brito Campos, Luciney Aguiar de Sousa e Raimunda Lúcia da Silva Costa, o motorista Ari Lima, funcionários Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai), ligada ao Ministério da Saúde e o piloto Luiz Feltrin de Itaituaba para Jacareacanga. Eles iriam substituir outro grupo que prestava serviço em uma aldeia Munduruku, na região.

Avião desaparecido no Pará é encontrado após 36 dias

Força Aérea Brasileira confirmou que bimotor que sumiu no mês passado no sudoeste do Pará foi encontrado em região de mata fechada

Imagem

Avião P-95 Bandeirante Patrulha fez parte das buscas

Após 36 dias desaparecido, equipes da Força Aérea Brasileira (FAB) confirmaram que o bimotor que sumiu no mês passado no sudoeste do Pará foi encontrado em região de mata fechada, próximo ao município de Jacareacanga, no final da tarde desta terça-feira, 22.

A Salvaero, unidade da FAB que coordena as buscas da região Norte, informou que uma equipe terrestre localizou a aeronave e não há informações de sobreviventes.

O bimotor desapareceu no dia 18 de março, após o último contato do piloto e a acusação dos radares, aproximadamente 29 quilômetros à nordeste de Jacareacanga. A aeronave levava as técnicas de enfermagem Rayline Sabrina Brito Campos, Luciney Aguiar de Sousa e Raimunda Lúcia da Silva Costa, o motorista Ari Lima, funcionários Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai), ligada ao Ministério da Saúde e o piloto Luiz Feltrin de Itaituaba para Jacareacanga. Eles iriam substituir outro grupo que prestava serviço em uma aldeia Munduruku, na região.

Uma das passageiras chegou a mandar uma mensagem pelo celular ao tio relatando problemas no voo: “Tio to em temporal e um motr parou avisa a mae q amo muit tods …to aflita..to em pânico…se eu sair bem aviso…(sic)”, escreveu Rayline Campos.

Buscas.

Em dois dias de buscas, a FAB já havia sobrevoado toda a aérea estimada em que o avião poderia ter caído. O trajeto foi estendido, mas nenhuma pista foi encontrada. As buscas foram prejudicadas pelas condições climáticas desfavoráveis de chuva e forte nevoeiro.