Arquivo da tag: BRASILEIROS

Estrangeiros apontam os costumes nacionais que levariam para seus países

Da gastronomia ao jeito de se vestir, turistas de diversos continentes contaram à reportagem do DIA o que notaram de peculiar no comportamento dos cariocas durante a Copa

O DIA

Rio – Desde que os ingleses disseminaram o futebol (que foi inventado na China) pelo planeta, o brasileiro ensinou ao mundo um jeito diferente de jogar bola. No entanto, não é apenas no esporte que hábitos e costumes nacionais influenciam os estrangeiros mundo afora. Da gastronomia ao jeito de se vestir, turistas de diversos continentes contaram à reportagem do DIA o que notaram de peculiar no comportamento dos cariocas durante a Copa. Não há dúvidas de que a bagagem vai voltar cheia para casa, mas sem pesar no ombro. 

O empresário argelino Nono Tarigui, de 33 anos, contava as horas para encerrar o horário do Ramadã — ritual islâmico em que os adeptos passam 29 dias de jejum entre a alvorada e o entardecer. Não por acaso, ele exaltou nossos hábitos alimentares. “Aqui há comida a quilo, padarias, pastelarias, lanchonetes com suco fresco. Isso não existe lá. E o brasileiro sempre enche o prato de comida”, disse. 

O fotógrafo francês Nicolas Chaigneta estranha os atrasos e a frequência do banho no Brasil: “na França, nem todo mundo toma banho todo dia”

Foto:  Jose Pedro Monteiro

Há dois anos no Brasil, o fotógrafo francês Nicolas Chaigneta, 31, ainda tenta se adaptar ao “tempo” do carioca. “Vocês são mais relaxados, não gostam de combinar horário. A gente marca às 18h, e o brasileiro chega duas horas depois, se chegar”, brincou. “Lá na França é frio, nem todo mundo toma banho todo dia. Vocês se vestem de forma mais casual”, completou. 

O colombiano Ferney Camanho, 36, elogiou um serviço que é alvo constante de reclamações dos cariocas. “Vocês têm a disposições muito mais linhas de ônibus e metrô, o que não existe onde vivo”, relatou. “O povo é muito musical, está sempre na rua escutando música”, disse.

‘O povo é feliz, de braços abertos, como o Redentor’ 
Entre todos os estrangeiros ouvidos pela reportagem, uma característica foi citada com unanimidade: o carisma do carioca. “O povo é muito feliz e vive se abraçando, de braços abertos, como o Cristo Redentor. São ‘soltos’, divertidos. Meus conterrâneos são mais fechados”, disse o estudante dinamarquês Andreas Hybschmann, de 20 anos.

O arquiteto americano John Cohen, 32, elogiou a boa vontade quando precisou de carona. “Na Califórnia, as pessoas ficam com pé atrás. Mas consegui pegar uma carona aqui com facilidade e foram muitos simpáticos e gentis comigo”, afirmou. “Todos comem melhor e são mais magros que os americanos. As frutas são frescas e deliciosas”, elogiou. 

O estudante jamaicano Karia Kareen Francis, 25, viu similaridades entre o seu país e o nosso. “O espírito e energia são muito parecidos. Somos solares, gostamos de beber, confraternizar e festejar”, disse.

Brasileiros que residem na Argentina poderão solicitar saque do FGTS

Estadão Conteúdo

Os brasileiros residentes na Argentina poderão solicitar o saque de seus Fundos de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) a partir desta quarta-feira, no consulado-geral na capital do País, além das cidades de Córdoba e Mendoza. Desta forma, os integrantes da comunidade brasileira não precisarão mais viajar ao Brasil para solicitar o saque. A medida pretende facilitar a vida dos brasileiros na Argentina, cuja presença – graças à integração comercial, a migração de profissionais liberais do Brasil para a Argentina, e até casamentos entre pessoas dos dois lados da fronteira – está crescendo de forma persistente desde a virada do século.

Estimativas extraoficiais indicam que mais de 35 mil brasileiros residem na Argentina, a maioria dos quais na área da fronteira entre os dois países, majoritariamente nas cidades argentinas de Paso de los Libres, Bernardo de Yrigoyen e Puerto Iguazú. Além dessas áreas, as principais comunidades estão nas cidades de Buenos Aires e sua região metropolitana, Córdoba e Mendoza.

O lançamento deste novo mecanismo foi realizado nesta terça-feira pela diretora executiva de fundos de governo da Caixa, Deusdina dos Reis Pereira, durante uma cerimônia na sede da Embaixada do Brasil em Buenos Aires.

Segundo os representantes da Caixa, a possibilidade de solicitação do saque do FGTS no exterior é o fruto do trabalho em parceria da Caixa e do Ministério das Relações Exteriores. Eles também indicaram que a medida é parte dos esforços do governo brasileiro para ampliar os serviços prestados às comunidades do Brasil fora do País.

Além dos residentes na Argentina, na América do Sul também serão beneficiados com esta medida os cidadãos brasileiros que residem no Uruguai (na capital, Montevidéu), Paraguai (em Assunção, Concepción e Encarnación) e Bolívia (na capital, La Paz, além das cidades de Cochabamba e Santa Cruz de la Sierra). Nestes casos, os lugares para solicitar os saques serão os consulados-gerais e vice-consulados do Brasil.

O sistema de solicitação do saque do FGTS em outros países existe para os cidadãos brasileiros que residem no Japão (desde 2010), nos Estados Unidos (desde 2011) e na União Europeia (2012). Os dados da Caixa indicam que desde a implantação desse sistema já foram liberados 4.700 pagamentos, em um total de RS$ 57,7 milhões.

O limite do financiamento com o recurso é de até RS$ 750 mil. O dinheiro poderá ser usado para comprar imóveis, mas no país de origem. O depósito do dinheiro será realizado em uma conta do trabalhador. Mas, na hipótese em que esse cidadão brasileiro no exterior não possua uma conta no Brasil, poderá autorizar a Caixa a realizar o depósito na conta de uma pessoa de sua confiança dentro do território brasileiro.

Requisitos

Para realizar o saque do FGTS os brasileiros residentes no exterior devem pelo menos atender um dos seguintes requisitos: contrato de trabalho no Brasil rescindido sem justa causa; extinção normal do contrato de trabalho brasileiro a termo ou a aposentadoria concedida pela previdência social brasileira.

Outros dos requisitos são a permanência do trabalhador, por três anos ininterruptos, fora do regime do FGTS, mas sendo permitido o saque, para ser efetuado a partir do aniversário do titular da conta, além da permanência da conta vinculada por três anos ininterruptos sem crédito de depósitos, para afastamento ocorrido até o dia 13 de julho de 1990.

O prazo para liberação dos fundos é de no máximo 15 dias úteis após a entrega da documentação completa nos consulados do Brasil.

Papa ordena padres brasileiro e outros 12 diáconos

Cerimônia aconteceu neste domingo; Francisco pediu para que grupo seja misericordioso com fiéis

Francisco abençoou novos sacerdotes / Andreas Solaro/AFPFrancisco abençoou novos sacerdotesAndreas Solaro/AFP

Um brasileiro e outros 12 diáconos foram ordenados padres pelo papa Francisco neste domingo em celebração na Basílica de São Pedro, no Vaticano.

Aos novos padres, Francisco pediu para que eles sejam sempre misericordiosos com seus fiéis. “Realmente me dói quando me encontro com pessoas que já não se confessam porque são maltratadas ou repreendidas”, declarou o papa argentino durante a missa de ordenação. 

“Não fechem nunca as portas da Igreja na cara das pessoas. Por favor, não façam isso. Tenham misericórdia”, declarou Francisco. “Não são vocês os donos da doutrina. A doutrina é do Senhor”, acrescentou o Sumo Pontífice.

Seis dos 13 sacerdotes, que colocaram o rosto na terra como parte do ritual de ordenação, procedem da Itália, e os demais vêm de Brasil, Chile, Equador, Paquistão, Coreia do Sul, Venezuela e Vietnã.

Enfoque

O papa Francisco propõe um enfoque mais tolerante e pastoral que seus antecessores, afirmando, por exemplo, que os sacerdotes devem batizar os filhos de casais católicos não casados e de mães solteiras.

O pontífice também declarou que a Igreja católica não deve ficar obcecada com temas como o aborto, a anticoncepção e o casamento homossexual, embora não tenha pedido mudanças na doutrina católica sobre estes temas.

noticias gerais e, especificamente, do bairro do Brás, principalmente do comércio