Arquivo da tag: BRASILIA

Homem sofre ataque cardíaco fulminante durante caminhada no Sudoeste

Ele caminhava em uma pista própria para a atividade, próxima ao Hospital das Forças Armadas (HFA), quando passou mal

Correio Braziliense | Thiago Soares

31/07/2014

Um homem morreu no início da manhã desta quinta-feira (31/7), em uma pista de caminhada, no Sudoeste. O incidente ocorreu por volta das 8h20, próximo à quadra 504 e do Hospital das Forças Armadas (HFA). De acordo com informações da Central Integrada de Atendimento e Despacho (Ciade), ele teria sofrido um ataque cardíaco fulminante.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, porém a vítima morreu antes mesmo do socorro chegar ao local. 

O corpo ainda não foi identificado e permanece no local. Agentes da 3º Delegacia de Polícia (Cruzeiro) estão preservando a área para realização da perícia.

Bancas de Brasília fazem campanha de doação de figurinhas para crianças carentes

01/07/2014 
Proprietários da banca oferecem uma mesa que facilita as doações  (Paula Rafiza/Esp. CB/D.A Press)  
Proprietários da banca oferecem uma mesa que facilita as doações

Na busca pela figurinha que faltava para completar o álbum da Copa, brasilienses escalaram a solidariedade. Além de comprar, vender e trocar os adesivos, alguns estabelecimentos estão reunindo as mais repetidas dos envelopes para doá-las a instituições de caridade. Pelo menos dois pontos comerciais da cidade colocaram urnas para que os colecionadores depositem os cromos repetidos, a Banca do Brito, na 106 Norte, e o Terraço Shopping. Há ainda quem faça a doação por conta própria. O centro de compras disponibilizou uma urna, ao lado de mesas onde interessados negociam os cards. Na quinta-feira, o conteúdo será entregue à Associação Brasileira de Assistência às Famílias de Crianças Portadoras de Câncer e Hemopatias (Abrace), para que meninas e meninos em tratamento também completem o livro ilustrado.

Ontem, os irmãos Pedro Moreira bastos, 10 anos, e Guilherme Daniel Moreira Bastos, 8, depositaram parte das figurinhas que tinham na urna do shopping. O pai da dupla, o agente de turismo Alexandre Sales Bastos, 40, levou os filhos para se divertirem e se surpreendeu com a ação. “O ponto de troca de figurinha é muito bem bolado. Trouxe os dois aqui para aproveitarem as férias. Ficamos animados com a iniciativa de doarem as figurinhas para uma instituição”, afirma.

Aprendizado

Pedro e Guilherme também elogiaram a ação. “Colecionar figurinhas é bem legal. Aprendemos sobre as outras seleções e, consequentemente, sobre os países. Passamos a conhecer as bandeiras e quais os jogadores de futebol de cada lugar. A doação é legal. Dessa forma, crianças que tem menos oportunidade podem completar o álbum e também aprender coisas novas”, diz. 

“Todo mundo merece completar um álbum da Copa. Eles vão ficar felizes, mesmo que não possam comprar as figurinhas com o próprio dinheiro”, completou o mais novo.

A Abrace receberá as figurinhas para garotos e garotas carentes que lutam contra o câncer. O coordenador de Marketing do Terraço, Diogo de Simone, pede para que os brasilienses doem as figurinhas repetidas. O pequeno Ígor André dos Santos, 9 anos, também incentiva o gesto de generosidade. “O certo é ajudar. Acho uma iniciativa muito interessante”, afirma o menino. “Podemos ajudar outras crianças. É um apoio psicológico para deixá-las mais felizes. Com certeza, isso as ajudará”, explica de Simone.

Após assalto, turistas estrangeiros se perdem em mata próxima a Brasília

Suspeitos levaram pertences e dinheiro das vítimas. Caso é investigado pela Delegacia de Polícia de Santa Maria

Correio Braziliense

25/06/2014 

Um grupo de turistas acabou se perdendo na mata após um assalto, em uma região rural de Santa Maria, próximo à São Sebastião. O crime ocorreu na tarde dessa terça-feira (24/6). Segundo informações da Polícia Militar Ambiental, as vítimas estavam na cachoeira do Tororó, que fica às margens da DF-140, quando foram abordadas por três homens.

De acordo com a polícia, um brasiliense e dois alemães se divertiam no local quando o assalto ocorreu. Os criminosos levaram a carteira, celulares e pertences do grupo e fugiram pela mata.

Assustados, os turistas deixaram o local e, durante o percurso, se encontraram com outro grupo – de dois brasilienses e uma norte-americana, que está grávida. As seis pessoas acabaram se perdendo na região. Um dos brasilienses conseguiu acionar a polícia, por telefone. O grupo foi localizado cerca de 40 minutos depois. Ninguém se feriu. O caso é investigado pela 33ª Delegacia de Polícia (Santa Maria). Até o momento, a polícia não identificou nenhum dos suspeitos.

Acesso livre

A cachoeira do Tororó fica a pouco mais de 30km da Rodoviária do Plano Piloto. O local é de fácil acesso aos turistas. O salto possui queda livre de aproximadamente 15 metros de altura. Para ter acesso à cachoeira é necessária uma caminhada de pouco mais de 25 minutos em mata de galeria.

Em ano de Copa, quantidade de drogas apreendidas no DF aumenta quatro vezes

De 1º de janeiro a 23 de junho de 2013, a PRF encontrou 23kg de crack, 70kg de cocaína e 142kg de maconha

Estado de Minas|Kelly Almeida e Saulo Araújo

25/06/2014 

Ação da Polícia Civil e da PRF neste mês recolheu 200kg de maconha (Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press - 16/6/14 )  
Ação da Polícia Civil e da PRF neste mês recolheu 200kg de maconha

Nos seis primeiros meses do ano, a quantidade de drogas apreendida nas rodovias federais que cortam o Distrito Federal aumentou quase quatro vezes, com relação ao mesmo período do ano passado. A maioria das apreensões ocorreu nos últimos dias, quando os agentes recolheram de maconha, cocaína e crack. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), é provável que grande parte da droga seria vendida a turistas e a moradores de Brasília durante a Copa do Mundo. As BRs 040 e 060 foram as duas rodovias federais com a maior quantidade de flagrantes. A Polícia Civil do DF também retirou de circulação mais de 1 tonelada de entorpecentes no ano.

De 1º de janeiro a 23 de junho de 2013, a PRF encontrou 23kg de crack, 70kg de cocaína e 142kg de maconha. No mesmo período do ano, foram 95kg de crack, 65kg de cocaína e 703kg de maconha. A quantidade localizada com traficantes aumentou 367%. As detenções passaram de 17 para 41 — 141% a mais de prisões. De acordo com os inspetores da corporação, as substâncias chegavam a Brasília pela BR-060 ou saíam pela BR-020, em direção à Região Nordeste. Estavam em carros, ônibus, vans e veículos utilitários.

O inspetor Fernando Pereira, superintendente da PRF no DF e no Entorno, admitiu que o aumento de quase quatro vezes na quantidade de entorpecentes encontrados nas rodovias da capital pode estar relacionado à Copa do Mundo. “Não descartamos a r

elação direta. A maioria das apreensões foi nos últimos dias. O mundo inteiro está aqui, e alguém quer abastecer o mercado. O aumento nas apreensões foi expressivo, quando comparado com o ano passado. Mas também é importante ressaltar que a polícia aumentou o número de operações, inclusive com integração da Polícia Civil”, detalha Pereira.

Nas ações de combate ao tráfico, a PRF conta com três cães farejadores. Segundo o inspetor Pereira, a Copa do Mundo fez com que a corporação capacitasse os policiais no combate aos traficantes que tentarão agir durante o Mundial e depois dele. “Não estamos fazendo grandes apreensões de uma vez, mas várias ações. Isso é importante porque significa que estamos apreendendo sempre que alguém tenta entrar ou sair do DF com a droga”, alerta o superintendente.

Manifestantes ocupam prédio do Incra em Brasília

Grupo só deve deixar o prédio após ser recebido pelo presidente da entidade

Manifestantes ocupam prédio do Incra em Brasília<br /><b>Crédito: </b> Marcelo Camargo / Agência Brasil / CP
Manifestantes ocupam prédio do Incra em Brasília
Crédito: Marcelo Camargo / Agência Brasil / CP

Cerca de 100 manifestantes do Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST) e da Frente Nacional de Luta, Campo e Cidade ocupam nesta quarta nto a sede do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) em Brasília. O grupo chegou ao local por volta das 6h e só deve deixar o prédio após ser recebido pelo presidente da entidade. 

A pauta de reivindicações, de acordo com o coordenador do movimento, Manoel da Conceição, inclui a reestruturação dos assentamentos, a renegociação de dívidas, a liberação de crédito e a destinação de mais terras para a reforma agrária. Segundo ele, uma das dificuldades do Incra na compra de mais terras é o limite de R$ 140 mil por família – valor considerado defasado pelos manifestantes. 

O representante da Associação Nacional dos Servidores do Ministério do Desenvolvimento Agrário e Combate à Fome, Almir César, estima que 2 mil pessoas trabalhem no edifício. Elas estão impedidas de entrar. “Não é a primeira nem a última vez que o Incra é ocupado, não enquanto o problema da reforma agrária for resolvido.”

Fonte: Agência Brasil

Morador de rua com passagens pela polícia é morto com 12 tiros em Brasília

Outros dois homens morreram vítimas de homicídio da noite de segunda para terça-feira

Correio Braziliense

24/06/2014 

Um morador de rua, de 23 anos, foi morto com 12 tiros na madrugada dessa terça-feira (24/6), na Asa Sul, em Brasília. Segundo informações da Polícia Civil, o corpo estava enrolado em um cobertor na CLS 306. Ele foi encontrado por volta de 1h. A maioria dos tiros atingiu a cabeça do rapaz. Algumas munições foram apreendidas no local.

De acordo com a Polícia Civil, a vítima tinha passagens pela polícia por roubo, latrocínio e tráfico de drogas. O suspeito fugiu e ainda não foi encontrado. Após a perícia, o corpo foi levado para o Instituto Médico Legal (IML). A Coordenação de Homicídios investiga o caso.

Outros dois homens também morreram vítimas de homicídio entre segunda e terça-feira. O primeiro ocorreu na QNN 5, em Ceilândia Norte. Um homem de 29 anos foi morto a pauladas por volta das 22h de ontem. A vítima tinha passagens por furto e posse de drogas, segundo a Polícia Civil. Após a perícia, a corpo foi removido para o IML. A 15ª Delegacia de Polícia, em Ceilândia, investiga o caso.

A terceira vítima é um rapaz de 28 anos, morto a tiros no Condomínio Del Lago, no Paranoá. O crime ocorreu na madrugada desta terça-feira (24/6). A vítima morreu no local. A Coordenação de Homicídios investiga o crime.

PT oficializa Dilma como candidata à reeleição e defende reforma política

Paulo Victor Chagas – Repórter da Agência Brasil Edição: Juliana Andrade
A presidenta Dilma Rousseff participa da Convenção Nacional do PT no Centro de Eventos Brasil 21, em Brasília (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

A presidenta Dilma Rousseff participa da Convenção Nacional do PT no Centro de Eventos Brasil 21, em Brasília (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O PT oficializou hoje (21) a candidatura da presidenta Dilma Rousseff à reeleição e de Michel Temer para vice-presidente. Em convenção nacional em Brasília, com a presença de filiados ao partido e de aliados, delegados do PT levantaram os crachás em apoio à chapa, em defesa doslogan “Mais mudanças, mais futuro” e das principais reformas propostas no programa de governo.

O presidente nacional do PT, Rui Falcão, levantou duas principais bandeiras para o partido que vão constar na campanha presidencial: a reforma política e a democratização da mídia. Para ele, o plebiscito é fundamental para que se concretize a proposta de reforma política, cujo princípio passa pelo fim do financiamento privado das campanhas. Segundo ele, o projeto prevê um plebiscito sobre o tema ainda neste ano, na Semana da Pátria, em setembro. Sobre os meios de comunicação, Rui Falcão destacou que o partido pretende cumprir o que estabelece a Constituição Federal, como a proibição do oligopólio da mídia e a exigência de produção regional independente.

Além do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, de candidatos a governador pelo PT e de pelo menos nove ministros do atual governo, estiveram presentes na convenção representantes de partidos aliados que já referendaram ou ainda vão oficializar a aliança nacional, como PCdoB, PRB, PP, PSD, PMDB, PROS e PDT.

A presidenta Dilma Rousseff avaliou a reforma política como fundamental para melhorar a qualidade da política e da gestão pública. “A transformação social produzida pelos nossos governos criou as bases para a promoção de grande transformação democrática e política no Brasil. Não vejo nenhum caminho que viabilize a reforma política que não passe pela participação popular.”

Ao lembrar projetos criados pelo governo, a presidenta Dilma disse que o novo ciclo que pretende concretizar no país manterá dois pilares básicos de um “ciclo extraordinário” iniciado em 2003: solidez econômica e amplitude das políticas sociais. Segundo ela, o objetivo é ampliar os avanços, com a melhoria da infraestrutura, dos serviços públicos, do emprego, do desenvolvimento tecnológico e da produtividade.

“Esse novo ciclo fará o ingresso decisivo do Brasil na sociedade do conhecimento, cujo pilar básico é a transformação da qualidade da educação”, disse Dilma, reiterando que, para transformar a educação, é preciso valorizar o professor, projeto que será acelerado quando começarem a ingressar os recursos dos royalties do petróleo no setor. Outros pilares também foram citados por ela, como projetos de mobilidade urbana e transporte público, saneamento básico e moradia, classificados como “reforma urbana”.

Depois de os membros do partido reconhecerem, por votação simbólica, a chapa PT-PMDB, Dilma agradeceu a “prova de confiança” e disse querer transformar a gratidão e a alegria em compromisso e convocação para fazer mais mudanças, reforçando o slogan da campanha.

Brasília terá maior público nos três primeiros jogos da seleção

AGÊNCIA BRASIL

Brasília terá o maior público nos três primeiros jogos da seleção brasileira, na próxima segunda-feira (23). Segundo a Federação Internacional de Futebol (Fifa), a capacidade máxima do Estádio Nacional de Brasília, o Mané Garrincha, é 69.432 pagantes. Todos os ingressos para a partida entre o Brasil e Camarões foram vendidos. Na estreia da seleção brasileira, no dia 12 de junho, em São Paulo, foram 62.103 pagantes e no segundo jogo, em Fortaleza, no dia 17, 60.342.

A capital federal registrou o terceiro e o quarto maiores públicos da Copa 2014 até hoje, perdendo apenas para os dois jogos no Estádio do Maracanã (Rio de Janeiro), cuja capacidade é maior do que a do Mané Garrincha. No jogo entre a Colômbia e Costa do Marfim, pagaram ingressos 68.748 pessoas e, no Equador e Suíça, o público pagante chegou a 68.351.

O maior público nos 26 jogos já realizados alcançou 74.738 pagantes na disputa entre a Argentina e Bósnia Herzegovina. A partida entre a Espanha e o Chile, também no Maracanã, ficou em segundo, com 74.101 pagantes.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

 

Eleição imprevisível em Brasília: Toninho do PSol está no páreo!

DIÁRIO DA MANHÃ|WALTER BRITO

Tecnicamente, José Roberto Arruda do PR que pontua na pesquisa Directa/O Parlamento com 26,65% de intenção de votos para o GDF, deverá disputar o segundo turno com governador Agnelo do PT, que está em segundo lugar com 14,93%. Entretanto, os 200 mil votos que Toninho do PSol obteve para o GDF na eleição de 2010, o seu bom desempenho junto à classe média do Plano Piloto e o avanço no seio das classes mais escolarizadas das cidades satélites, aliados ao seu discurso que propõe um projeto consistente para resolver o problema da saúde pública no Distrito Federal; já lhe dão 6,43% de intenção de votos e o quarto lugar. Toninho está próximo do terceiro colocado Rodrigo Rollemberg (PSB) que tem 8,4% e à frente de Eliana Pedrosa que pontuou com 5,18%.

Ressaltamos ainda que 45,7% da população de Brasília reprova o gerenciamento da saúde implementado pelo governo Agnelo em Brasília, diz a pesquisa do Instituto Directa que apontou os principais problemas da cidade-estado: Saúde 45,7%; segurança pública 27,3%; transporte 9,8%; educação 3,8%; emprego 3%; limpeza urbana 2%; falta de moradia 1,7%; asfalto 1,2%; trânsito 1%; parada de ônibus 0,1%; outros 0,8% e não responderam 2,9%.

Gerentão Berger em ação

Apesar do esforço do gerentão do governo, o doutor Berger que é especialista em administração pública e tem em seu gabinete uma sofisticada parafernália tecnológica, onde ele avalia em tempo real os principais problemas da máquina administrativa do governo; Swedenberger do Nascimento Barbosa, que é odontólogo e especialista em administração da saúde pública e, o médico Agnelo, ainda não agradaram de forma efetiva o povo brasiliense, que clama por melhora na saúde. Nesse sentido, entrevistamos o pré-candidato ao governo do Distrito Federal Toninho do PSol. Ele criticou o atendimento na saúde pública do Distrito Federal, que na sua opinião é caótico. Ele também disse que os ensinos básico e superior estão em decadência no governo do PT. O político critica Reguffe e se coloca como verdadeiro candidato da esquerda na disputa do Palácio do Buriti.

Questionado pela reportagem do Diário da Manhã sobre a importância do PSol nas eleições que se aproximam, Toninho afirmou: “Pesquisas nacionais identificaram que entre os 32 partidos políticos do País, o PSol é o quinto na preferência do eleitorado. A resposta do povo brasileiro é baseada na coerência de nossos programas e a relevância de nossos projetos e propostas”, arrematou.

Namoro com Reguffe não deu certo 

Quanto ao namoro que Reguffe do PDT teve com o PSol, no que se refere à disputa eleitoral do mês de outubro, Toninho atacou: “Infelizmente o Reguffe escolheu outros parceiros numa aliança ampla que pode chegar ao PSD de Kassab. Acho que o deputado Reguffe errou na opção, o que poderá lhe custar caro, pois sua proposta rumo ao Senado ficou descaracterizada”, disse.

Reforma política

Quanto à reforma política, o pré-candidato do PSol opinou: “Nessa questão, prevaleceram os interesses dos grupos econômicos. O nosso senador Randolph Frederich Rodrigues Alves fez todos os esforços e apresentou um projeto consistente, baseado em três princípios básicos: financiamento público de campanha; a possibilidade da divisão equânime do tempo de rádio e TV para todos e, a revogabilidade dos mandatos. Fizemos a nossa parte e tentamos fazer a reforma que mudaria e muito, a situação das eleições em nosso País. O poderio econômico e os conservadores venceram, infelizmente!”.

Saúde será o carro-chefe do PSOL

Quanto ao principal problema que aflige os brasilienses, Toninho disse: “Uma das maiores frustrações de nossa sociedade é o atendimento da saúde que não funciona. É uma situação caótica! As UPAs (Unidade de Pronto Atendimento) não passam de um simulacro de atendimento à nossa população. Trata-se de uma forma disfarçada da privatização da saúde, o que é uma vergonha! Vale lembrar, que apesar de termos profissionais aprovados em concursos públicos, o gerenciamento e o dinheiro do Estado, vão para a iniciativa privada, por meio dos contratos que gerenciam as UPAs. A Maninha, que já foi secretária da saúde, está escrevendo com a minha participação, um projeto para o retorno do Saúde em Casa. Será a redenção da saúde pública em Brasília, quando as pessoas de todos os segmentos serão atendidas com dignidade. Teremos 3 mil equipes multiplicadoras, atendendo as pessoas em suas moradias. Será o projeto carro-chefe de minha campanha rumo ao Palácio do Buriti, caso eu seja aprovado na convenção de meu partido”, afirmou Toninho.

Educação em decadência

Do mesmo modo, o pré-candidato do PSol questionou o projeto de gerenciamento da educação do governo de Brasília: “Além de dar jeito na saúde, Agnelo disse que a educação em seu governo seria uma maravilha. Entretanto, o nível de ensino, tanto básico quanto o superior estão em decadência, conforme detectou o último Enem. Outro absurdo na área da educação, refere-se ao abandono da escola em tempo integral. Hoje, nem 5% da escola integral funciona em Brasília”, garantiu o pré-candidato.

Cotas para a comunidade negra Quanto a cota de 20% para a comunidade negra no serviço público, aprovada pelo Senado, sancionado pela presidenta Dilma e publicada esta semana no Diário Oficial, Toninho aplaudiu: “O Brasil tem uma dívida histórica com a comunidade negra e, dívida tem que ser paga! Fiquei feliz com a aprovação da cota de 20% para a comunidade negra no serviço público. Acho justo a igualdade dos salários entre brancos e negros. Temos que acabar com o verdadeiro apartheid em nosso país”, concluiu.

As manifestações que devem acontecer durante a Copa e certamente continuarão até as vésperas das eleições, podem ser capitalizadas por Toninho, pois Reguffe que é o porta-voz desses movimentos, não será candidato ao Governo. Acreditamos que mesmo apoiando Rodrigo Rollemberg como candidato ao Senado ou deputado federal, o eleitorado de Regufe migrará na sua maioria para o pré-candidato do PSol. É o que diz a pesquisa da Directa/O Parlamento, registrada no TRE-DF com número DF-00011/2014 e TSE BR-00139/2014. Como se vê, a eleição em Brasília tem seus favoritos, mas Toninho pode dar trabalho, inclusive, disputar o segundo turno.

(Walter Brito, jornalista)

Suíça sofre, mas marca no fim e vira sobre o Equador

Estadão Conteúdo

A Suíça sofreu para confirmar a sua condição de cabeça de chave neste domingo, em sua estreia na Copa do Mundo. Com a torcida ilustre de Joseph Blatter nas tribunas, a seleção do presidente da Fifa saiu atrás no placar, buscou o empate no início do segundo tempo e alcançou a suada vitória, por 2 a 1, aos 47 minutos do segundo tempo da partida disputada no estádio Nacional de Brasília (Mané Garrincha).

Em uma Copa que já está marcada pela quantidade de gols, o duelo registrou a quinta virada em nove jogos disputados até agora. E deixou os suíços na liderança provisória do Grupo E, com três pontos. O Equador, sem pontos, vai torcer por um empate entre França e Honduras, ainda neste domingo, para não ficar para trás na chave.

Com fama de sólida defesa, a Suíça não agradou à torcida e também fraquejou no ataque, com apenas um homem no setor ofensivo. Xherdan Shaqiri, maior aposta do time cabeça de chave, esteve aquém do esperado e comandou o lento meio de campo da equipe. Do outro lado, o Equador contou com o apagado Erazo, do Flamengo, e Montero, um dos destaques da seleção sul-americana.

N/A

Suíça conquistou a vitória com o gol de Seferovic aos 47 minutos do segundo tempo

Mesmo assim, o time suíço mostrou empenho em campo nos minutos finais da partida e, em um segundo tempo de pouca técnica mas muita vontade, buscou o seu primeiro triunfo nesta Copa. Os torcedores comemoraram o resultado depois de sofrer com dificuldades para acessar o estádio. Longas filas na rua deixaram as arquibancadas quase vazias nos instantes iniciais da partida.

O JOGO – A Suíça chegou ao Brasil com o status de cabeça de chave da Copa, a fama de ter uma sólida defesa e o orgulho de ter vencido a seleção brasileira em amistoso disputado no ano passado. Mas nada disso intimidou o Equador no início da partida disputa em Brasília.

Sem tomar conhecimento dos suíços, os equatorianos partiram para o ataque e deram trabalho para a zaga rival nos primeiros minutos. As investidas, na base das jogadas individuais, geravam pouco perigo até que, aos 21 minutos, a famosa defesa europeia se dissolveu em lance de bola parada. Em cobrança de falta na área, Enner Valencia subiu tranquilo na pequena área e cabeceou para as redes.

O gol deu tranquilidade ao Equador, que reduziu o ritmo e passou a jogar recuado. A Suíça, então, foi para o ataque, sem sucesso. Com limitações na armação, e sem maior participação do meia Shaqiri, uma das esperanças da equipe, o time suíço tentava levar perigo em finalizações de longa distância.

Assim, empilhou uma sequência de chutes, testando Alexander Dominguez. Xhaka, aos 12, Shaqiri, aos 15, e Rodriguez, aos 18, deram mais trabalho ao goleiro equatoriano. Behrami, de cabeça quase na pequena área, também ameaçou, aos 33. E dois minutos depois, a Suíça criou sua melhor chance, em chute de longe, de Inler. Dominguez desviou com a ponta dos dedos.

A pressão suíça surtiu resultado somente depois do intervalo. Mehmedi, que acabara de entrar em campo, desviou de cabeça após escanteio na área e empatou o jogo em seu primeiro lance, aos 2 minutos.

O empate deu novo ânimo para as duas equipes. A partida ganhou em velocidade e emoção, para alegria da torcida. O Equador saiu mais para o jogo esteve perto de marcar o segundo aos 20, em investida de Montero pela esquerda. Benaglio fez a defesa.

Os suíços responderam aos 24 minutos, com Drmic, que aproveitou bobeada da defesa rival e mandou para as redes. Mas o gol foi anulado por impedimento duvidoso anotado pela arbitragem. Do outro lado, o Equador já ameaçava novamente com ajuda do goleiro suíço. Benaglio saiu mal do gol, aos 28, e Enner Valencia só não marcou porque a zaga afastou a tempo.

Neste ritmo alucinante, as duas equipes passaram a se alternar no ataque. E quem se deu melhor foi o time suíço em uma grande roubada de bola nos acréscimos. Behrami, valente, resistiu à forte marcação, sofreu falta, mas seguiu com a jogada que culminou em cruzamento de Ricardo Rodriguez pela esquerda e conclusão de Seferovic.

Na próxima rodada, a Suíça vai enfrentar a França, na sexta-feira, na Arena Fonte Nova, em Salvador. O Equador vai duelar contra a modesta equipe de Honduras, no mesmo dia, na Arena da Baixada, em Curitiba.

FICHA TÉCNICA

SUÍÇA 2 x 1 EQUADOR

SUÍÇA – Diego Benaglio; Stephan Lichtsteiner, Steve Von Bergen, Johan Djourou e Ricardo Rodriguez; Gokhan Inler, Valon Behrami, Xherdan Shaqiri, Granit Xhaka e Valentin Stocker (Admir Mehmedi); Josip Drmic (Haris Seferovic). Técnico: Ottmar Hitzfeld.

EQUADOR – Alexander Dominguez; Juan Carlos Paredes, Jorge Guagua Fricson Erazo e Walter Ayovi; Carlos Gruezo, Christian Noboa, Jefferson Montero (João Rojas) e Antonio Valencia; Enner Valencia e Felipe Caicedo (Michael Arroyo). Técnico: Reinaldo Rueda.

GOLS – Enner Valencia, aos 21 minutos do primeiro tempo; Mehmedi aos 2, e Seferovic, aos 47 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Djourou (Suíça); Paredes (Equador).

ÁRBITRO – Ravshan Irmatov (Fifa/Usbequistão).

RENDA E PÚBLICO – Não disponíveis.

LOCAL – Estádio Nacional de Brasília (Mané Garrincha), em Brasília (DF).

noticias gerais e, especificamente, do bairro do Brás, principalmente do comércio