Arquivo da tag: buscas

Continuam as buscas por mexicano que caiu de cruzeiro na costa brasileira

O passageiro caiu em alto mar, na altura do Rio Grande do Norte, a cerca de 50 km de Cabo Calcanhar

Diário de Pernambuco

19/06/2014

Continuam, nesta quinta-feira (19/6), as buscas pelo mexicano que caiu do cruzeiro MSC Divina. A embarcação, que segue de Fortaleza ao Recife, deve atracar na capital pernambucana por volta das 9h.

Barcos e navios localizados nas proximidades estão ajudando na procura. O passageiro caiu em alto mar, na altura do Rio Grande do Norte, a cerca de 50 km de Cabo Calcanhar. O Comando do 3º Distrito Naval disponibilizou um navio-patrulha para realizar as buscas.

O passageiro teria caído de uma altura de 50 m, mas ainda não há informações sobre o que teria motivado a queda. Ele é um dos três mil mexicanos que vieram ao Brasil acompanhar os jogos da Copa do Mundo. No início da semana passada, a embarcação já havia estado no Recife, de onde seguiu para Natal, onde o México estreou no campeonato, e depois para Fortaleza, onde o time enfrentou o Brasil.

Este não foi o primeiro incidente envolvendo estrangeiros em área marítima no Nordeste nesta Copa do Mundo. Na madrugada do último dia 10, o tripulante indonésio de um navio de pesca com bandeira japonesa foi atacado por um tubarão em alto mar, a 500 km da costa pernambucana.

MT: PF prende deputado e faz busca em gabinete de governador

O deputado estadual do Mato Grosso, José Riva (PSD), foi preso nesta terça-feira e levado para a superintendência da Polícia Federal em Cuiabá. Riva, que está afastado judicialmente da presidência da Assembleia Legislativa, é um dos deputados mais processados do Brasil. Ele responde a mais de 120 processos nas esferas cível e criminal, por crimes como improbidade administrativa e corrupção. A prisão foi durante a quinta fase da Operação Ararath, que investiga crimes contra o sistema financeiro, como lavagem de dinheiro.

Na ação, também foram cumpridos mais de 70 mandados de busca e apreensão, entre eles nos gabinetes do governador, Silval Barbosa (PMDB), do conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Sérgio Ricardo, e do prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes (PSB).

Também foi preso o ex-secretário de Estado da Fazenda e da extinta Agência Estadual de Execução dos Projetos da Copa do Mundo do Pantanal (Agecopa), Éder Moraes. Os presos serão encaminhados à Brasília. 

Fonte: Terra

EUA ajudarão nas buscas por centenas de nigerianas sequestradas

John Kerry fez discurso na capital da Etiópia, Adis Abeba, neste sábado

O secretário de Estado americano, John Kerry, prometeu neste sábado que os Estados Unidos farão “todo o possível” para ajudar a Nigéria a encontrar as mais de 200 adolescentes sequestradas pelo grupo islâmico armado Boko Haram. “O sequestro de centenas de meninas pelo Boko Haram é um crime inimaginável”, declarou Kerry em um discurso pronunciado na capital da Etiópia, Adis Abeba.

“Faremos todo o possível para ajudar o governo da Nigéria a levar essas meninas de volta para casa e os sequestradores, à justiça. É nossa responsabilidade e a responsabilidade do mundo”, acrescentou o secretário de Estado. De acordo com Kerry, os Estados Unidos estão trabalhando para “reforçar as instituições da Nigéria e seu Exército, e para combater a campanha de terror e violência do Boko Haram”.

Homens armados, considerados integrantes do Boko Haram, atacaram um instituto no nordeste da Nigéria há quase três semanas e sequestraram as jovens, que estavam em seus dormitórios. A polícia nigeriana indicou que os islamitas seguem mantendo em seu poder 223 estudantes, das 276 inicialmente sequestradas.

Fonte: Correio do Povo

Mesmo sem resultados, Austrália manterá buscas do Boeing desaparecido

O mini-submarino Bluefin-21, da Marinha americana

O mini-submarino Bluefin-21, da Marinha americana

REUTERS/Australian Defence Force/Handout via Reuters
RFI

As buscas pelos destroços do voo MH370, que caiu no dia 8 de março no sul do oceano Índico, vão continar. O alto custo da operação não impedirá o trabalho das equipes, disse nesta quarta-feira (23) o ministro da Defesa australiano, David Johnston.

 

De acordo com Johnston, o custo das operações não será um obstáculo. “Queremos encontrar este avião. Queremos dizer a nossos amigos na Malásia e na China que não se trata apenas de uma questão de custos. Estamos preocupados em ajudá-los nessas circunstâncias trágicas”, declarou.

Até agora, nenhum destroço foi encontrado pelos navios e aviões que patrulham o oceano há várias semanas. Apesar dos satélites terem detectado objetos flutuantes, nenhum deles pertencia ao Boeing 777-200. Os ruídos captados na semana passada, similares aos das caixas-pretas do avião, por enquanto não permitiram a localização da fuselagem.

Há dez dias, o mini-submarino Bluefin-21, equipado de um sonar, está rastreando uma superfície de 400 quilômetros quadrados, delimitada depois da detecção dos sinais das caixas-pretas. Apesar da falta de indícios concretos, os investigadores acreditam que o voo MH370 caiu na costa australiana, segundo o primeiro-ministro Tony Abbott.

De acordo com ele, a aeronave provavelmente caiu em zona provável de impacto de 700 km de comprimento e 80 km de largura. “As buscas ainda não terminaram. Mas quero deixar claro que não dormiremos tranquilos enquanto não tivermos resolvido o mistério”, disse o premiê.

O Bluefin-21 realiza hoje seu décimo mergulho no fundo do oceano, e já fez uma varredura em mais de 80% da superfície delimitada com a ajuda dos sinais captados. Até agora, nada de anormal foi detectado. O Boeing 777-200 deixou Kuala Lampur na manhã do dia 8 de março em direção a Pequim, e desapareceu dos radares cerca de uma hora depois.

A polícia trabalha com diversas hipóteses, entre elas um ato deliberado do piloto ou uma tentativa de sabotagem.