Arquivo da tag: Campeonato

Moradores de rua acusam prefeitura de Salvador de escondê-los dos turistas

Moradores de rua do Viaduto de Jesus, a 5km da Arena Fonte Nova, acusam a prefeitura de transferi-los para albergues para que não sejam vistos por turistas estrangeiros. Secretário afirma que abordagem está dentro da lei

Coreio Braziliense|Lorrane Melo

19/06/2014 

Jone Tomas de Araújo mostra uma das 'malocas' resistentes: apesar do lixo, eletricidade e água encanada (Daniel Ferreira/CB/D.A Press - 7/6/14)  
Jone Tomas de Araújo mostra uma das “malocas” resistentes: apesar do lixo, eletricidade e água encanada

Salvador — “Eram 18 pessoas, sobraram quatro”, calcula Jone Tomas de Araújo Cerqueira, “mas pode me chamar de Severino faz tudo”, contando que já foi mecânico, eletricista, borracheiro, entregador e o que pedirem. Mas o que ele gostava mesmo era de cuidar da horta cultivada ali, entre pneus e lixo. “Aquela ali é a benzetacil”, aponta para a planta baixa e arroxeada, uma das poucas que sobraram da última visita noturna feita por um grupo descaracterizado ao Viaduto de Jesus, a pouco mais de 5km da Arena Fonte Nova. De acordo com os moradores de rua do local, está sendo feita uma “higienização” na área por causa da presença dos estrangeiros que chegaram para a Copa do Mundo.

A prática teria começado em setembro do ano passado. Guardas municipais chegam em veículos descaracterizados, tiram os pertences dos moradores e os conduzem a albergues ou abrigos pernoite. Aqueles que resistem levam jato d’água e perdem o pouco que têm. Para a prefeitura de Salvador, trata-se de atendimento. “Eu chamo de pilantragem”, diz Jone, que saiu da casa da mãe “para não dar trabalho” há 19 anos. Hoje, aos 31, venceu o crack, mas ainda quer conseguir um terreno para dar alegria à mãe, Dona Maria.

É difícil encontrar um morador de rua sóbrio que saiba explicar, em detalhes, o que vem acontecendo entre as 2h e as 4h nas avenidas de Salvador. Muitas vezes, eles acordam com marcas de uma possível surra, mas não conseguem dizer ao certo o que aconteceu. O fato, no entanto, é que a população embaixo de viadutos diminuiu consideravelmente. Eles se escondem, com medo de serem levados. “A gente não pode sair nos fins de semana porque têm muito turista na cidade”, relata um homem. Segundo ele, o mais complicado é a convivência nos abrigos. “Um quer fumar, o outro quer beber e, na abstinência, ninguém é confiável.”

Luiz Gonzaga, um dos líderes do Movimento da População de Rua de Salvador, levou a reportagem do Correio a uma das “malocas” resistentes. O lugar tem cheiro de peixe e de urina, “mas não tenha medo, não”, fala Jone. A conversa acontece em uma espécie de sala de visitas, onde antes era o banheiro e hoje é a casa de mais um homem. Eles têm eletricidade e água potável, fruto de “amigos engenheiros”. A comida, geralmente sobras do mercadão, é feita em um fogão improvisado. Os cachorros cuidam da segurança, mas até eles deixaram o local. “Eram 28, agora são seis”, mostra Jone.

Palmeiras reinicia busca por título no centenário do clube

Lancepress
A caminhada do Palmeiras na Série A recomeça neste domingo, às 18h30. Em busca do primeiro título em seu centenário, o Verdão encara a equipe do Criciúma, que tenta apagar todas as frustrações que teve até agora no primeiro semestre de 2014.

Os dois times não chegaram à final de seus campeonatos estaduais. O Palmeiras foi eliminado pelo futuro campeão Ituano, no Pacaembu. Já o Tigre, além de não disputar o título catarinense, sucumbiu na primeira fase da Copa do Brasil.

O Verdão tem um aproveitamento de 77% em 2014, o terceiro maior de todos os 20 clubes que disputam Primeira Divisão. Fica atrás apenas de Santos, com 78% e Internacional, com 85%. A equipe de Santa Catarina, porém, tem um dos menores aproveitamentos, com apenas 51%.
Receoso, o técnico do Palmeiras, Gilson Kleina, alerta para as diferenças entre as Séries A e B:

– Na Série A a qualidade impera. O erro tem que ser menor. Qualquer jogador pode fazer a diferença. Na Série A, o jogo fora exige mais, a pontuação que você tem que fazer para atingir os objetivos é maior.

E Kleina tem razão, pois o Palmeiras não enfrentará a vida fácil que teve na Série B, em 2013. Apesar de manter a base do elenco para este ano, Kleina adverte que o Verdão ainda precisa de algumas peças:

– Tenho muito orgulho de trabalhar com esse atletas. Mas é claro que nós temos algumas carências. A gente conversa com a diretoria. As carências, vocês sabem que estamos monitorando um lateral-direito e mais um atacante. A gente sabe o que é Palmeiras e o que é Série A.
Pelo lado do Criciúma, nomes conhecidos e criticados no cenário do futebol brasileiro. Além de Paulo Baier, o Tigre conta com a “eterna promessa” Lulinha, ex-Corinthians, além do lateral-esquerdo Cortez, ex-São Paulo e Botafogo. João Vitor, conhecido por episódio de embriaguez nos tempos de Palmeiras, também compõe o time. O técnico do time também é conhecido do palmeirense: Caio Júnior.

Com um time mais forte, a única dúvida do lado alviverde é o atacante Leandro, que passou a semana treinando com a Seleção Brasileira sub-21. Kleina comentou a situação do jovem jogador:

– Relacionamos, mas vamos ver como está. É um jogador de suma importância, mas não trabalhou com o elenco. Se eu puder contar com ele, é de grande importância ser utilizado se for possível.

Com a possível ausência de Leandro, Alan Kardec atuará isolado no ataque do Palmeiras. Nas atividades da semana, Marquinhos Gabriel, Bruno César e Valdívia atuaram no meio campo, armando o jogo para o Verdão.

Vídeo: Juventus vence e está a uma rodada do scudetto

Juventus vence e está a uma rodada do scudetto

 
Estadão Conteúdo

A Juventus não esteve em seus melhores dias neste sábado, mas, como é obrigação para um time que quer ser campeão, venceu mesmo sem jogar bem. Em casa, diante de um Bologna fechado, a equipe de Turim suou bastante e contou com o gol solitário de Pogba, já no segundo tempo, para vencer por 1 a 0 e dar mais um passo rumo ao título do Campeonato Italiano.

A magra vitória levou a Juventus a 90 pontos. A quatro jogos para o fim da competição, a confirmação do título pode sair na próxima rodada para o time de Turim, que precisa vencer o Sassuolo. Se isso acontecer, basta um tropeço da Roma, segunda colocada com 79 pontos, diante da Fiorentina, neste sábado, ou do Milan, na próxima rodada, para a Juventus ser campeã.

Já o Bologna, que conta com o brasileiro Ibson no elenco, vive situação complicada. Apesar de ter sido um adversário duro para a Juventus neste sábado, o time está na zona de rebaixamento, com 28 pontos, em 18.º. Na próxima rodada, precisa vencer a Fiorentina em casa pra respirar.

Neste sábado, a Juventus foi superior durante todo o jogo, manteve a posse de bola, mas tinha dificuldade de criar oportunidades. Talvez na melhor do primeiro tempo, Marchisio parou no goleiro Curci após cruzamento da esquerda. Mas no segundo tempo, a vitória veio com Pogba. Aos 19 minutos, o francês aproveitou sobra na meia lua, cortou para a direita e bateu forte, cruzado, marcando pelo gol e definindo o resultado.

noticias gerais e, especificamente, do bairro do Brás, principalmente do comércio