Arquivo da tag: CNPq

Parque Zoobotânico do Acre digitaliza amostras de plantas da Amazônia

Projeto ‘Reflora’ disponibilizará informações de plantas nativas da região amazônica na Internet

Portal Amazônia

RIO BRANCO – O acesso de estudantes e pesquisadores que buscam conhecer a flora brasileira é bastante limitado, pois exige tempo e dedicação. Para tornar o conhecimento mais fácil e efetivo, surgiu em 2013 o projeto ‘Reflora’, no Acre. O Herbário do Parque Zoobotânico (PZ), da Universidade Federal do Acre (Ufac), é um dos integrantes do projeto. Mais de 20 mil espécies de plantas do PZ estão catalogadas e oito mil ainda estão em processo de ‘montagem’ para o herbário virtual.

Plantas nativas serão digitalizadas para acervo online. Foto: Fany Dimytria/Portal Amazônia

A meta do programa Reflora é a digitalização de pelo menos 1,1 milhão de plantas brasileiras. Universidades Federais de Roraima, Mato Grosso e Acre, além do Instituto Federal do Amazonas (Ifam) são algumas instituições que serão beneficiadas com o projeto. A iniciativa é realizada pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e tem como financiadoras instituições de fomento à pesquisa do Amazonas, Bahia, Distrito Federal, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Santa Catarina, São Paulo e Paraná. O Reflora ainda tem o apoio de empresas privadas, como a Natura Cosméticos e Vale S.A. O investimento total, que tem duração de quatro anos, chega a R$ 21 milhões.

Processo de armazenamento e catalogação dura até 24 horas. Foto: Fany Dimytria/Portal Amazônia

Herbário 

De acordo com a coordenadora do Herbário do Parque Zoobotânico, Izailene Saar, o projeto Reflora vai estimular o conhecimento de curiosos e facilitará as pesquisas de acadêmicos. “Ele servirá como biblioteca online, com pesquisa, muito mais fácil do que procurar por catálogos, que é realmente bem trabalhoso”, explica. Saar ainda enfatiza que o projeto tem o objetivo de que as espécies catalogadas terão maior conservação e estudos mais aprofundados.

O Herbário do PZ é aberto ao público que deseja descobrir quais são as espécies tóxicas, comestíveis e medicinais, além de outras grandes abrangências no uso benefícios que as plantas típicas da região amazônica possuem.

Coordenadora do Herbário acredita que iniciativa irá facilitar as pesquisas. Foto: Fany Dimytria/Portal Amazônia

Parque Zoobotânico

O Parque Zoobotânico da Ufac é considerado a maior área verde dentro da cidade de Rio Branco. O espaço possui 167 hectares de floresta e a área é destinada, exclusivamente, à pesquisas, extensão e estudos. De acordo com a diretora do PZ, Cristina Boaventura, quase todos os tipos de animais que existem na Amazônia podem ser encontrados no Parque e, inclusive já foram objetos de pesquisas. “São anfíbios, roedores, répteis, aves e até mesmo primatas. Temos uma grande diversidade aqui. Consideramos uma área de refúgio para esse animais. Um corredor ecológico”, enfatiza.

Diretora do Parque Zoobotânico da Ufac diz que área é corredor ecológico da fauna e da flora amazônicas. Foto: Fany Dimytria/Portal Amazônia

Criado em 1980, o PZ tem mais de 30 anos de atuação. Inicialmente, o espaço era um seringal e tornou-se área de pastagem. Com a produção de mudas e a execução do projeto “Arboreto” – em que 138 espécies de sementes diferentes foram plantadas para estudo e análise – o Parque Zoobotânico tornou-se o espaço ideal para atestar que pode existir harmonia entre ciência e meio ambiente.