Arquivo da tag: COBRA

Bombeiros resgatam jiboia em residência de Manaus

Moradora assustou-se ao ver que animal estava na residência; ocorrências do tipo são comuns na cidade

Portal Amazônia

Jiboia resgatada em residência de Manaus. Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros

MANAUS – Uma jiboia foi resgatada na noite desta quarta-feira (07) no bairro Alvorada 2, zona Oeste de Manaus. A ocorrência foi registrada às 20h23 pelo Corpo de Bombeiros Militar. A cobra provavelmente teve acesso ao local por algum cano que dá acesso ao esgoto. O animal mede 60 centímetros e foi encaminhado para o Refúgio da Vida Silvestre Sauim Castanheiras.

De acordo com a líder da operação, tenente Janderson Lopes, o animal estava sob o teto do banheiro entre as frestas do telhado da casa localizada na rua Macaúba, no conjunto Promorar. “A solicitante estava bastante assustada. Quando chegamos, não visualizamos a cobra, precisamos fazer barulho para que ela aparecesse. Por ser pequena, foi fácil resgatá-la”, relatou. A jiboia não é peçonhenta.

Esse tipo de ocorrência é comum em Manaus. O Corpo de Bombeiros orienta que, quem se deparar com essas situações, deve acionar o 193 imediatamente. E se posicionar em um local de segurança. Se o animal estiver em um local passível de confinamento, deve ser mantido lá até a chegada de ajuda especializada.

Mergulhador filma encontro com Anaconda na Amazônia

Anaconda da Amazônia pode viver por cerca de 30 anos. Mesmo sem veneno, ela mata suas presas ao esmagar seus ossos

BELÉM – Um mergulhador britânico chamado Jeremy Wade se deparou com uma Anaconda de 6 metros, no rio Amazonas, nas proximidades de Porto de Moz, no Pará. Jeremy Wade veio para o Brasil para investigar e descobrir o monstro do rio, que matou um homem, cujo corpo foi encontrado com enormes hematomas no pescoço e tronco, além de vários ossos esmagados. As informações são do Gadoo.

Foto: Reprodução/YouTube

O aventureiro britânico teve a ajuda de uma equipe do canal Animal Planet, e veio até o Brasil para mergulhar no rio Amazonas. O corajoso mergulhador encarou seu maior medo ao se deparar com a anaconda de 6 metros de comprimento e mesmo assim filmou o momento, para noticiar em seu programa River Monsters.

Foto: Reprodução/YouTube

As imagens do encontro foram ao ar na última segunda-feira (19), e Wade, de 58 anos, conta que literalmente tropeçou na serpente que dormia. Ele conta que engoliu seco e exclamou: ‘Olha o tamanho disso! Eu tropecei em uma devoradora de homens.’

Foto: Reprodução/YouTube

Durante sua investigação, ele descobriu que haviam outras pessoas nas proximidades de Porto de Moz, que também estavam desaparecidas. Ao se deparar com a enorme cobra, Wade concluiu o porque dos desaparecimentos das pessoas. A Anaconda da Amazônia pode crescer até 7 metros de comprimento, sendo a maior cobra nativa da América.

Veja o momento exatato do encontro do mergulhado britânico com a Anaconda da Amazônia:

Cobra come a própria cauda

DIÁRIO DA MANHÃ

Vez em quando as cobras podem entrar no modo Ouroboros e começar a comer suas próprias caudas, ficando no formato de um círculo. Porém, ao contrário da criatura mítica, suicídio e não renovação entra em jogo para o animal. 

Quando as cobras mordem seu próprio rabo, não fazem isso somente para brincar, como cães de estimação. Uma vez que ela começa este processo, é difícil de parar. 

Por terem sangue frio, as cobras não são capazes de regular a temperatura do seu corpo. Elas necessitam de fontes de calor como sol ou uma lâmpada, no caso de uma cobra de estimação, para se aquecerem. Caso fiquem muito quentes, elas não são capazes de suar para esfriar o próprio corpo  então necessitam de encontrar refúgio em um local com sombra fresca. 

Quando as cobras ficam muito quentes, elas podem ficar confusas e desorientadas. Seu metabolismo pode aumentar, levando a terem uma falsa sensação de fome e o desejo de comer a primeira coisa que veem. Como cobras de estimação vivem sozinhas e comida nem sempre é disponível para elas, acabam atacando a si mesmas conforme o vídeo abaixo.