Arquivo da tag: COPA DO MUNDO 2014

Em SP, falhas em trens atrasam início do Expresso Copa

01/07/2014

São Paulo, 01 – Um problema nas linhas 12-Safira e 11-Coral da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) causaram lentidão na manhã desta terça-feira, 01, e atrasaram o início do funcionamento do Expresso da Copa, que levaria torcedores ao Estádio do Itaquerão, onde ocorre às 13h a partida entre Argentina e Suíça. O início da operação era previsto para as 9h30 e começou perto das 10h.

Segundo a assessoria da CPTM, por volta das 8h40 passageiros de duas composições da Linha 11-Coral que estavam paradas entre as estações Brás e Luz acionaram o dispositivo de segurança para abrir as portas dos vagões, e começaram a caminhar pelos trilhos para a estação Luz, o que interrompeu a movimentação de trens e causou superlotação nas plataformas.

Argentinos são flagrados com folhas de coca em Passo Fundo

Grupo vai assistir à partida entre Argentina e Suíça em São Paulo

Argentinos foram pegos com 525 folhas da coca<br /><b>Crédito: </b> CRBM / Divulgação / CP
Argentinos foram pegos com 525 folhas da coca 
Crédito: CRBM / Divulgação / CP

Quatro argentinos foram flagrados na noite dessa segunda-feira em Passo Fundo, na região Norte do Estado, com 525 folhas da coca. Os argentinos, que viajavam em um veículo com placas da Província de Santiago del Estero, foram abordados no Km 10 da ERS 135, no posto do pedágio entre Passo Fundo e Coxilha.

Na abordagem, os patrulheiros do Comando Rodoviário da Brigada Militar notaram que pelo menos dois deles mascavam algo estranho e, na revista ao veículo, encontraram um pacote com 525 folhas da coca. Com isso, os quatros homens de 29, 32, 34 e 39 anos foram conduzidos para a Delegacia de Polícia Federal de Passo Fundo.

Os argentinos alegaram que as folhas de coca eram para uso próprio. Como a quantia era pequena, foi feito apenas um boletim de apreensão do material e os quatro foram liberados para seguir viagem com destino a São Paulo, onde vão assistir o jogo entre a seleção Argentina e Suíça na luta por uma vaga nas quartas de finais da Copa do Mundo. 

Fonte:  Correio do Povo|Acácio Silva 

Argentinos querem Vila Madalena apesar de apelo da Prefeitura de SP

Depois de passarem uma noite fazendo festa, cerca de 130 argentinos acampados no sambódromo do Anhembi, Zona Norte de São Paulo, já cantavam e provocavam os brasileiros nesta segunda-feira (30). Apesar dos apelos da Prefeitura para que não ocorra concentração em um só destino, o grupo promete festejar na Vila Madalena.

Em um ônibus completamente adaptado, onze amigos embarcaram rumo ao Brasil no começo de junho. A estrutura conta com cozinha e camas e tem as paredes internas completamente decoradas com fotos do grupo.

Sem ingresso, eles devem assistir ao jogo na Fifa Fan Fest, no Anhangabaú, no Centro de São Paulo, e depois prometem seguir para a Vila Madalena, na bairro boêmio na Zona Oeste de São Paulo.

Informados pela reportagem de que administração municipal sugere outros bairros para fazer a festa, o contador é categórico. “Lá tem muita gente? Então, é para lá que a gente vai”, garantiu Álvaro, de 29 anos, contador público, que veio da província de Entre Rios.

O comerciante Lionel Ruggia, 31, que já morou no Rio de Janeiro, que organizou a caravana “Mundial Andando” está confiante. “A gente está bem. Vamos passo a passo. Estamos tranquilos. Quem tem que ficar com medo é a Suíça”, afirma.

Em outro motorhome, que partiu de Buenos Aires em 11 de junho, estavam o empresário Julian Torres, além de outros quatro amigos. O ônibus tem camas, banheiro com chuveiro, e uma pequena cozinha improvisada. O grupo já passou por Foz do Iguaçu, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e continuará acompanhando a seleção argentina. 

O sorriso dar lugar a um ar bem mais sério ao falar do futuro das seleções brasileira e argentina na Copa. “Os brasileiros e os argentinos se entendem muito bem, mas no futebol é uma briga constante. Eu quero que o Brasil saia o mais rápido possível”, confessa. O amigo Fritz também está encantado com a acolhida que o grupo encontrou no Brasil, mas não acredita que o Brasil chegue à final.

Fonte:G1

Duas últimas vagas para as quartas são decididas nesta terça

Agência Brasil

Seis seleções já estão classificadas para as quartas de final e três confrontos já são conhecidos. Nesta terça-feira é dia de conhecer as últimas duas equipes que continuam no Brasil.
 
Uma das grandes favoritas à final da Copa do Mundo entra em campo para decidir a classificação. A torcida argentina promete ocupar a Arena Corinthians, o Itaquerão, em São Paulo, às 13h, para empurrar sua seleção contra a Suíça. O time ainda deve uma apresentação à altura de sua fama.
 
Apesar das três vitórias na primeira fase, o desempenho de jogadores de primeira linha do futebol mundial, como Di María e Higuaín, ainda não convenceu. Apenas o maior nome do time, Messi, mostrou um pouco de sua qualidade, o que levou o time aos nove pontos da primeira fase. Para complicar, o atacante Aguero, com uma lesão, não deve jogar. O técnico Alejandro Sabella deve promover a entrada de Lavezzi.

N/A

Craques como Shaqiri, Messi, Dempsey e Hazard são os destaques da rodada desta terça
 
Do outro lado, haverá um time suíço de altos e baixos. Após vencer o Equador no último lance, foi goleado pela França e goleou Honduras. A torcida suíça espera uma boa atuação do meia Shaqiri, autor dos três gols contra Honduras, e de Seferovic, que marcou o gol na estreia do time na Copa.
 
Às 17h, na Fonte Nova, em Salvador, os belgas enfrentam os Estados Unidos. A vaga da Bélgica às quartas de final deve passar pelos pés de jogadores como Fellaini, Hazard e Lukaku. Já os norte-americanos contam com Dempsey e um bom esquema tático, montado pelo técnico Klinsmann, para avançar. A partida promete muitos gols. O estádio tem dado sorte aos ataques, que já balançaram 21 vezes as redes baianas em apenas quatro jogos neste Mundial.
 
Os vencedores das duas partidas irão se enfrentar nas quartas de final, em Brasília, no dia 5 de julho.

Dilma, sobre a Copa: ‘Demos uma goleada nos pessimistas’

Estadão Conteúdo

A presidente Dilma Rousseff, candidata à reeleição pelo PT, destacou nesta segunda-feira,  o sucesso da Copa do Mundo realizada no Brasil e voltou a criticar os chamados pessimistas que previam problemas no País antes do evento. Durante inauguração de um hospital em Saquarema (RJ), Dilma afirmou que “de fato estamos fazendo a Copa das Copas” e ainda que “estamos dando uma goleada nos pessimistas”.

Segundo ela, “durante um tempo grande no Brasil falaram que a Copa seria um caos, que não iria ter Copa. Disseram que estádios não iriam ficar prontos, nem os aeroportos, que iriam ter doenças infecciosas e faltaria luz”, disse.

A presidente avaliou que o transporte dos torcedores aos estádios ocorre “sem grandes dificuldades” e que o povo brasileiro “deu lição de moral ao ‘não vai ter copa'”, numa referência ao slogan adotado por manifestantes e críticos do evento. “A imprensa estrangeira diz que de fato a nossa é a Copa das copas. Não só em número de gols, mas na imensa capacidade desse povo ser hospitaleiro e gentil”.

Dilma citou o funcionamento, sem maiores problemas, de aeroportos para dizer que “demos goleada nos pessimistas, uma goleada nos que anunciavam o caos” e ainda pediu a torcida de “todos os 201 milhões” de brasileiros para “que no campo tenhamos o que merecemos: uma vitória justa.”

Afagos

Durante o evento, Dilma aproveitou para elogiar um dos vários candidatos ao governo fluminense que será seu aliado na campanha o atual governador Luiz Fernando Pezão (PMDB). Ela citou que o governador e seu antecessor, Sérgio Cabral (PMDB), mantiveram uma parceria republicana que realizou “as melhores obras possíveis” à população do Rio de Janeiro. E afirmou ainda que Pezão foi o responsável pelas obras de infraestrutura e programas sociais e o chamou de uma “pessoa fantástica”.
 

Após primeiro tempo sonolento, França acorda, vence a Nigéria e avança às quartas

Lancepress

N/A

 
N/A

Os azuis venceram a Nigéria por 2 a 0

Mesmo sem ser brilhante, a França fez o suficiente para vencer a Nigéria, por 2 a 0, na tarde desta segunda-feira, no Mané Garrincha, em Brasília. Com o resultado, os Azuis avançaram às quartas de final da Copa do Mundo. Os gols da vitória foram marcados por Pogba e Yobo, contra.

O adversário da França nas quartas de final sai do vencedor do confronto entre Alemanha x Argélia. O jogo da próxima fase será realizado no Maracanã, na sexta-feira, às 17h.

O primeiro tempo foi surpreendente para quem esperava um grande domínio da França. Isso porque a Nigéria foi para cima, envolveu os Azuis e até chegou a fazer um gol, com Emenike, mas o lance foi anulado, por impedimento. Depois da pressão dos africanos, os europeus reagiram e passaram a tocar mais a bola. Sempre com Pogba, Valbuena e Benzema, a França chegava com cada vez mais perigo, porém esbarrava na falta de categoria de Giroud, completamente perdido em meio ao talento dos companheiros. Sem gols, o primeiro tempo terminou empatado.

França melhora após mudanças 

O segundo tempo começou morno, com as duas equipes se estudando, porém com a Nigéria um pouco melhor, sempre em busca do gol. A França, por sua vez, não conseguia nem sequer tocar e chegar ao ataque. Insatisfeito, o técnico Didier Deschamps mexeu: tirou Giroud e colocou o jovem Griezmann. Os Azuis, então, melhoraram muito. Benzema e Cabaye quase balançaram as redes com boas finalizações, mas não tiveram sorte. Foi então que o temido goleiro Enyeama, que fez grandes defesas durante o jogo, falhou feio em cobrança de escanteio e ‘amorteceu’ a bola para Pogba mandar, de cabeça, para o barbante: 1 a 0.

Após o gol, a França continuou pressionando, enquanto a Nigéria tentava, mesmo que sem força, chegar ao gol de empate. Os Azuis, porém, conseguiram ampliar no fim do jogo. Após cobrança de escanteio, Benzema cruzou para Griezmann. Yobo tentou cortar e acabou fazendo gol contra: 2 a 0 e fim de papo no Mané Garrincha.

FICHA TÉCNICA

FRANÇA 2 X 0 NIGÉRIA

DATA-HORA: 30/6/2014 – 13h
ÁRBITRO: Mark Geiger (EUA)
AUXILIARES: Mark Sean Hurd (EUA) e Joe Fletcher (CAN)
ESTÁDIO: Mané Garrincha, em Brasília
GOLS: Pogba, aos 33’/2°T; Yobo, contra, aos 46’/2°T
CARTÃO AMARELO: Matuidi (FRA)
PÚBLICO: 67.882

FRANÇA: Lloris, Debuchy, Varane, Koscielny e Evra; Cabaye, Matuidi e Pogba; Valbuena (Sissoko, 47’/2°T), Benzema e Giroud (Griezmann, aos 16’/2°T). Técnico: Didier Deschamps.

NIGÉRIA: Enyeama, Ambrose, Yobo, Oshaniwa e Omeruo; Mikel, Onazi (Ruben Gabriel, aos 13’/2°T), Musa e Victor Moses (Nwofor, aos 43’/2°T); Odemwingie e Emenike. Técnico: Stephen Keshie.

Suárez pede desculpa por mordida em Chiellini e diz que ato nunca irá se repetir

Atacante uruguaio se manifestou pelo Twitter

O DIA

Uruguai – Suárez finalmente se manifestou sobre a mordida no zagueiro Chiellini. O atacante pediu desculpas ao italiano e ao mundo de futebol através pelo Twitter. Além disso, afirmou que o ato nunca irá se repetir. 

“Depois de uns dias em casa com minha família tenho a oportunidade de recuperar a calma e refletir sobre a realidade que aconteceu na partida entre Itália e Uruguai no dia 24 de junho de 2014. Independente das polêmicas e das declarações contraditórias que se produziram durante este dias, tudo isso sem querer interferir no desempenho da minha seleção, o certo é que meu companheiro de profissão Giorgio Chiellini sofreu em um lance comigo os efeitos físicos de uma mordida. Por isso me arrependo profundamente, peço perdão a Chilienni e toda família do futebol e me comprometo publicamente que nunca ocorrerá novamente um incidente como este”, afirmou.

View image on Twitter

Suárez perdeu a Copa do Mundo depois da mordida, pois foi suspenso por nove partidas oficiais. O atacante também não poderá exercer nenhuma atividade ligada ao futebol nos próximos quatro meses. Dessa maneira, só voltará a entrar em campo em novembro.

O Uruguai, país que defendia, foi eliminado do Mundial pela Colômbia, nas oitavas de final.

 

Presidente do Uruguai insulta a FIFA por causa de Suarez

por Lusa, publicado por Marina AlmeidaHoje

O Presidente do Uruguai, José Mujica, insultou a FIFA, na sequência da sanção imposta ao futebolista Luis Suarez, excluído do Mundial por ter mordido um adversário da seleção italiana.

“A FIFA é uma cambada de filhos da p…”, declarou o Presidente uruguaio no domingo, numa entrevista à cadeia pública nacional.

José Mujica, conhecido pela linguagem inflamada e direta, vincou: “Eles podem punir, mas não infligir sanções fascistas”.

Depois de ter dado como provado que Luis Suárez mordeu o ombro de Chiellini no jogo frente à seleção italiana, do Grupo D do Mundial, a FIFA suspendeu o uruguaio por nove jogos e baniu-o de todas as atividades relacionadas com o futebol durante quatro meses.

O avançado do Liverpool foi também obrigado, pelo organismo máximo do futebol, a abandonar o “quartel-general” do Uruguai no Mundial2014, em Sete Lagoas, Minas Gerais, no Brasil.

Vaias ao hino chileno e xingamentos a Dilma mostram torcida rica e mal educada

CORREIO DO BRASIL

Torcedoras vaiam durante a execução do hino do Chile, em uma demonstração de incivilidade e grosseria

Estádios cheios de gente branca, rica e… mal educada. Esta é a realidade que a Copa do Mundo tem mostrado aos países que transmitem os jogos do mundial, até agora. No Itaquerão, em São Paulo, xingamentos pesados à presidenta da República, Dilma Rousseff, e agora, no Mineirão, em Belo Horizonte, vaias ao hino chileno têm sido alvo de críticas tanto na imprensa internacional quanto nas redes sociais.

Neste domingo, o blogueiro Leonardo Sakamoto, um dos mais acessados na internet, questiona: O que leva uma pessoa a vaiar o hino de outro país enquanto ele é executado em um jogo de Copa do Mundo?

“Entendo que, em bando, os seres humanos não raro ficam mais idiotas. Isso é facilmente comprovável, por exemplo, por algumas torcidas organizadas que compensam suas frustrações cotidianas e reafirmam identidades de forma tosca através da violência”.

Leia, na íntegra, o artigo de Sakamoto

Contudo, não são as torcidas organizadas que preenchem as arquibancadas dos estádios de futebol nestes jogos da seleção (aliás, se fossem, ao menos empurrariam o time o tempo inteiro ao invés de ficarem em silêncio, com cara de susto e medo, diante de momentos tensos), mas grupos com maior poder aquisitivo, dado o preço de boa parte dos ingressos.

Renda pode até estar diretamente relacionada à obtenção de escolaridade de melhor qualidade. Mas escolaridade definitivamente não está relacionada com educação. Ou respeito. Ou bom senso. Ou caráter.

E considerando que, provavelmente, muitos dos que vaiaram o hino do Chile quando executado à capela foram os mesmos que, minutos depois, estavam cantando “sou brasileiro, com muito orgulho, com muito amor”, posso concluir que o sujeito é guiado pela aversão do estrangeiro característica da xenofobia. Aversão potencializada e exposta pela covarde sensação de segurança por ser maioria e estar em casa.

Vaiar o hino do adversário não é uma brincadeira. Muito menos uma catarse coletiva, uma indignação contra a cantoria à capela do outro. Nem ajuda na partida. Pelo contrário, mostra para o mundo que está assistindo pela TV que nós, brasileiros, podemos ser tão preconceituosos quanto os preconceituosos que, não raro, nos destratam no exterior simplesmente por sermos brasileiros.

Aos vizinhos chilenos, portanto, peço que nos perdoem. Parte de nossos conterrâneos não sabe o que faz.

Com um suspenso e sem lesões, Seleção se reapresenta nesta segunda

Lancepress

Os jogadores da Seleção Brasileira, que foram liberados após a partida contra o Chile, no sábado, se reapresentam às 12h, nesta segunda, na Granja Comary. Foi a terceira vez desde a apresentação, em 26 de maio, que os atletas foram dispensados. Isso não irá mais se repetir caso o Brasil chegue à final, dia 13.

Os titulares não devem ir a campo, como de costume nas reapresentações. Com Luiz Gustavo suspenso, Felipão terá de testar até quinta uma alternativa para o jogo contra a Colômbia, na sexta, em Fortaleza. Paulinho, Ramires e Hernanes são os volantes reservas. Há a possibilidade, no entanto, de o zagueiro Henrique ser escalado no meio. A opção já foi treinada e agrada ao técnico desde os tempos de Palmeiras. Colocar Dante na defesa e avançar David Luiz é alternativa.

Para o zagueiro, é preciso trabalhar melhor defensivamente

Dante deve entrar na equipe na zaga e David Luiz pode atuar improvisado no meio-campo na vaga de Luiz Gustavo

Apesar da preocupação de Felipão, Neymar, que deixou o jogo com a coxa inchada, não deve ser problema.

” Ele levou uma pancada na coxa que o incomoda, mas está tranquilo” afirmou o médico José Luiz Runco. David  Luiz, que quase não enfrentou o Chile por dores nas costas, não tem lesão e também deverá atuar.
 

noticias gerais e, especificamente, do bairro do Brás, principalmente do comércio