Arquivo da tag: Criminalidade

SP: sargento reage a assalto e é baleado

Ele estava em uma moto, a caminho da casa de um amigo, quando foi abordado por dois suspeitos; vítima foi atingida nas costas

Ataque aconteceu na zona norte de São Paulo / Nivaldo Lima/Futura Press/Folhapress
Ataque aconteceu na zona norte de São PauloNivaldo Lima/Futura Press/Folhapress

Um sargento da Polícia Militar foi baleado após reagir a uma tentativa de assalto na noite de ontem na zona norte de São Paulo. 

Ele estava em uma moto, a caminho da casa de um amigo, quando foi abordado por dois suspeitos, que também circulavam em uma motocicleta, na Rua Canhoba, em Perus. A vítima foi atingida por dois disparos nas costas. A dupla fugiu sem levar nada.

O sargento, que também é lutador de Jiu-Jitsu, encontra-se internado em estado grave no pronto-socorro de Pirituba.

A polícia segue em busca dos suspeitos. O caso foi registrado na delegacia de Pirituba.

Menor de idade é apreendido após assaltar mulheres na frente de shopping

Da Redação

Por puro instinto, dois policiais militares interromperam um assalto na Avenida Ayrton Senna da Silva, no Tude Bastos, em Praia Grande. O flagrante aconteceu por volta de 19h15 de sexta-feira.

Segundo relatado pela polícia, uma viatura de patrulhamento passava em frente ao Litoral Plaza Shopping quando foi visto um grupo em atitude suspeita.

Duas mulheres e quatro homens caminhavam pelo local e, ao perceberem a movimentação da polícia, os rapazes se jogaram em um matagal que existe ali perto. Já as mulheres acenaram, chamando os policiais para verem o que acontecia.

Segundo as vítimas, uma mulher de 23 anos e outra de 22, elas foram abordadas no caminho para o shopping. Um dos acusados teria parado as duas e afirmado que estava armado por baixo da blusa. Nesse momento, exigiu os pertences das mulheres.

Com a chegada da polícia, os quatro homens tentaram fugir. Três escaparam e um menor de idade foi apreendido. O estudante de 14 anos estava com uma gargantilha e um telefone que seriam levadas pelo bando.

Em razão de abordagens criminosas contra estrangeiros, principalmente os chilenos, a Polícia Civil divulgou um alerta em Cuiabá

Diário de Cuiabá|Alecy Alves

Dezenas ocorrências de roubos e furtos vitimando turistas, principalmente chilenos que vieram assistir sua seleção enfrentando a equipe da Austrália, ontem, na Arena Pantanal, levou a Polícia Civil a divulgar um alerta em Cuiabá. 

Em diferentes pontos da cidade, entre os quais uma chácara, Fan Fest e em um shopping Center, turistas tiveram sob a mira de armas. Roubaram deles dinheiro e outros pertences como carteira e ingressos. 

O alerta, feito ontem, se baseou no entendimento de que boa parte das ocorrências foi facilitada pelo descuido das vítimas, com exceção dos roubos, claro. Sendo assim, poderiam até serem evitadas. 

Portanto, todo cuidado é pouco para quem circula por bares, praças, pela Arena Pantanal e outros locais da cidade. A polícia recomenda atenção redobrada com a carteira, documentos e outros objetos. 

Jamais deixá-los ao alcance dos olhos e das mãos de estranhos em locais públicos ou de grande circulação de pessoas, estão entre as principais recomendações dos órgãos de segurança pública, válidas não apenas para os turistas. 

A orientação é para que mantenham as carteiras no bolso da frente da calça, no caso dos homens, e bolsas femininas também fixadas na parte frontal do corpo, assim como as mochilas. 

As ocorrências de maior gravidade foram dois roubos: contra 27 chilenos que estavam hospedados em uma chácara e outro de um grupo que caminhava pela Avenida Archimedes Pereira Lima(Estrada do Moinho). 

Em ambos os casos os chilenos foram obrigados a entregar dinheiro, aparelhos celulares e outros objetos de valor comercial. Os dois assaltos estão sendo investigado pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos. 

A polícia informou no início da noite de ontem que documentos de turistas estrangeiros e nacionais já foram localizados e estão no setor de achados e perdidos, na Arena Pantanal, onde podem procurá-los. 

Já aqueles que tiveram ingressos furtados podem procurar o Centro de Distribuição de Ingressos, no Shopping Pantanal, munido do boletim de ocorrência, que receberão a cópia do ingresso, também válida na Arena Pantanal. 

Além dessas ocorrências, a delegacia de Delitos de Trânsito, da Polícia Civil, registrou 20 ocorrências, sem nenhuma vítima fatal. Também não houve registro de homicídio, felizmente. 

ESTATÍSTICA – Em Cuiabá, de acordo com dados oficiais da Polícia Civil, nos cinco primeiros meses desde ano(janeiro a maio) foram registrados 2.246 roubos em comércios, residências e contra pessoas. No mesmo período do ano passado ocorreram 1.550 crimes da mesma modalidade, ou seja, quase mil a menos. 

Integração das polícias ajuda na redução de criminalidade

Por Redação, com ACS – do Rio de Janeiro

Projetos de premiados pelo sistema de metas incluem interação com a população

Integração define os bons resultados alcançados pelas duas Áreas Integradas de Segurança Pública (Aisps) que conquistaram as melhores avaliações do Sistema Integrado de Metas e Acompanhamento de Resultados (SIM) no segundo semestre de 2013. Os batalhões e as delegacias de Campo Grande, Petrópolis e Itaipava, primeiros colocados na avaliação, fizeram do trabalho conjunto com a população e outros órgãos aliados na luta contra a criminalidade. O resultado se refletiu na queda de Letalidade Violenta (Homicídios, Auto de Resistência, Latrocínio e Lesão Corporal) e nos Roubos de Veículo e de Rua.

A Aisp 40, que inclui o Batalhão de Campo Grande e a 35ª Delegacia de Polícia (DP), reduziu em 27% a Letalidade Violenta, 23% o Roubo de Veículos e 25% o Roubo de Carros. Os dados são comparados com o segundo semestre de 2012.

Essa é a segunda vez que a Aisp 40 recebe prêmio pelo bom desempenho. No semestre passado, a unidade conquistou a segunda colocação.

Segundo o comandante do 40º BPM, tenente-coronel Ronaldo Martins, o ordenamento urbano e a troca diária de informações com a 35ª DP, resultaram na estratégia ideal para reduzir a criminalidade. A troca de informações com a população também foi importante.

– A delegacia nos passa informações dos locais das ocorrências, e assim traçamos a mancha criminal conforme a necessidade – disse o comandante.

Mais segurança na Região Serrana

Na Aisp 26, a parceria com a população, a prefeitura e o Ministério Público resultou em um plano mais coeso e eficaz. A aproximação refletiu na redução de 33% da Letalidade Violenta, 70% do Roubo de Veículos e 58,8% de Roubo de Rua. A Aisp inclui o 26º Batalhão, a 105ª DP (Petrópolis) e a 106ª DP (Itaipava).

– A população tem um canal direto com a delegacia e o batalhão durante os encontros, palestras e cafés que realizávamos. Essa integração foi fundamental para fazer de Petrópolis uma das cidades mais seguras do estado – disse o tenente-coronel Rubens Peixoto, que agora está à frente do 31º BPM (Recreio).

– Nos reunimos com o Comando, capitães, inspetores e debatemos as estratégias para a cidade – explicou o delegado da 105ª DP, Alexandre Ziehe.

Imprensa internacional destaca aumento de assaltos no País

Uma reportagem da agência de notícias AP aponta para um aumento no número de assaltos no Brasil às vésperas da Copa do Mundo, afirmando que o aumento de roubos e furtos em praias, transporte público e pontos turísticos do Rio de Janeiro anulam os progressos registrados nos últimos tempos, com foco tanto no mundial de futebol quanto nas Olimpíadas de 2016. De acordo com a AP, os assaltos em ônibus principal meio de transporte da cidade, dobraram no ano passado.

A AP destaca ainda que nos três primeiros meses do ano, aumentaram em 60% os roubos e assaltos no bairro de Copacabana na comparação com 2013. Segundo Paulo Storani, especialista em segurança que trabalhou 30 anos na polícia do Rio, pelo menos metade das 12 cidades-sede do mundial apresentaram um aumento em delitos violentos, o que ele atribuiu a uma sensação de impunidade.

Segundo a reportagem, os governos dos Estados Unidos, Grã-Bretanha e Alemanha alertaram seus cidadãos sobre a quantidade de assaltos em ônibus, bancos e caixas eletrônicos no Brasil. A situação com o transporte público no Rio é tão grave, segundo a AP, que deputados propuseram a criação de um batalhão especial encarregado de vigiar a frota de 9 mil ônibus da cidade, que destaca o aumento de 20% na quantidade de policiais no Rio durante a Copa do Mundo.

A agência afirma ainda que os assaltos não são os únicos riscos no transporte público carioca. A AP lembrou o caso da estudante americana abusada sexualmente em uma van no Rio de Janeiro no ano passado. O noivo da estudante também foi agredido pelo motorista e cobrador, que obrigaram todos os outros passageiros a descerem do veículo.

Fonte: Terra

Homens fortemente armados assaltam carro forte

DIÁRIO DA MANHÃ|DANIELLY SODRÉ

Seis bandidos fortemente armados assaltaram um carro forte que trafegava na BR-050, no trecho de Minas Gerais e Goiás, a cerca de 10 km Catalão, na manhã desta sexta-feira (02).

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Catalão, os homens que estavam em uma Ford Ranger metralharam o carro forte, explodiram o cofre Elevaram vários malotes de dinheiro. Ainda não se sabe ao certo a quantia que foi levada.

Clientes que estavam em um restaurante próximo ao local  ouviram os tiros e o barulho das explosões. Segundo a PRF, os bandidos ainda estão foragidos. A polícia de Minas Gerais investiga o caso.

foto:Divulgação

foto:Divulgação

 

Ocorrências indicam SP abaixo de meta para reduzir crime

25/04/2014 

São Paulo, 25 – Quase metade dos distritos policiais paulistanos já estourou a meta de redução de criminalidade do governo do Estado. Dos 93 DPs da capital, 41 já superaram, em dois meses, o limite máximo trimestral de roubos imposto pela Secretaria da Segurança Pública. Com isso, toda a cidade está ameaçada de ultrapassar o número. Para atingir a meta, São Paulo deve ter, em março, 1.320 ocorrências, um décimo do que foi registrado em fevereiro. Os números do mês serão divulgados hoje.

Os critérios determinam o pagamento de bônus para policiais civis e militares, de acordo com o plano enviado pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB) à Assembleia Legislativa em 20 de dezembro do ano passado. O projeto ainda está em tramitação de urgência, mas, ao ser aprovado, será retroativo para janeiro. O plano é uma das apostas do governo para estancar a criminalidade.

Segundo o detalhamento das metas, o objetivo era, na comparação entre o primeiro trimestre de 2013 e de 2014, reduzir os homicídios e igualar o resultado em dois critérios de crimes contra o patrimônio: roubos (exceto os de veículos, de carga e a bancos) e roubos e furtos de veículos.

A média de ocorrências na capital paulista, no entanto, está perto de ultrapassar o limite. O Departamento de Polícia Judiciária da Capital (Decap) registrou 25.697 roubos no primeiro bimestre, apenas 4,9% abaixo da meta trimestral, de 27.017 ocorrências. No quesito de roubos e furtos de veículos, a situação é um pouco melhor, mas nem tanto. Entre os 23.278 casos do primeiro trimestre de 2013 e os 17.525 dos dois primeiros meses deste ano há uma margem de 5.753 ocorrências, ou dois terços do registrado em fevereiro (8.841).

Para o presidente da Comissão de Segurança Urbana da Ordem dos Advogados do Brasil – seção São Paulo (OAB-SP), Paulo Isaz de Morais, a falha em reduzir os crimes é reflexo do baixo nível de resolução das investigações. Segundo Morais, estima-se que só 2% dos crimes contra o patrimônio têm a autoria conhecida. “Está faltando um efetivo aparelhamento da polícia como um todo. O índice tão elevado sem solução serve como incentivo na hora que o ladrão faz a análise de risco de roubar. Vira um bom negócio para o criminoso.”

Vice-presidente do Fórum Brasileiro de Segurança Público, o sociólogo Renato Sérgio de Lima, da Faculdade de Direito da Fundação Getúlio Vargas (FGV), considera que a atuação policial é prejudicada pelo modelo “arcaico” de ter três polícias (Militar, Civil e Guarda Municipal Metropolitana), o que “reforça mais o antagonismo do que integração”. Procurada pela reportagem, a SSP não se manifestou até as 21h30 de ontem.

Mortes

No caso das vítimas de letalidade violenta (homicídios e latrocínios), a meta de redução varia de região para região. No Estado em geral, o objetivo é diminuir em 7,4%, de 1.379 para 1.277 pessoas. No primeiro bimestre, foram 870, o que dá uma margem de 407 vítimas para março. Para comparar, em fevereiro foram 389 e, em janeiro, 481.

A situação mais crítica é a do Departamento de Polícia do Interior (Deinter) 2 – Campinas, que deveria registrar 94 casos no trimestre, mas já teve 80 no bimestre.

Homens invadem garagem e queimam ônibus em Osasco

De A Tribuna On-line

Um incêndio atingiu a garagem da empresa de ônibus Urubupungá, na avenida Presidente Médici, em Osasco, na região metropolitana de São Paulo, no início da madrugada desta terça-feira. De acordo com a Polícia Militar, o fogo começou por volta da 1h10. Até as 7 h não havia um balanço dos prejuízos, mas, de acordo com funcionários da empresa, mais de 30 coletivos teriam sido danificados.

N/A

Ônibus foram queimados por homens que invadiram a garagem da empresa no início da madrugada

 

Segundo o fiscal de tráfego Osvaldo de Souza Oliveira, que trabalha na garagem onde houve o incêndio, o fogo foi causado propositalmente por homens que renderam o segurança de um pátio secundário, onde são estacionados os ônibus que fazem o transporte público na cidade. De acordo com Oliveira, o local tem capacidade para 60 veículos.

De acordo com a PM, antes do incêndio na garagem, homens tentaram queimar dois ônibus no bairro Jardim Baronesa, por volta das 20h40. O fogo nos coletivos, porém, foi controlado. Ninguém foi preso.

Twitter pode servir para prever crimes

Análise permite prever 19 entre 25 formas de crimes, como assédio, perseguição ou roubo

Crimes podem ser previstos a partir da análise das postagens / Loic Venance/AFP

Os tesouros escondidos no Twitter podem ser extremamente úteis para combater crimes, segundo um estudo americano de acordo com o qual muitos crimes ou agressões podem ser detectados antecipadamente caso esta informação seja analisada de forma adequada.

A análise de tuítes permite prever 19 entre 25 formas de crime, especialmente o assédio ou a perseguição, o roubo e alguns tipos de agressão, segundo um trabalho da Universidade da Virgínia, publicado no periódico científico “Decision Support Systems”.

“As conclusões podem surpreender porque, é claro, as pessoas raramente tuítam diretamente os crimes que vão cometer”, diz o autor principal do estudo, Matthew Gerber, do Laboratório de Tecnologia Preditiva da Universidade da Virgínia.

No entanto, embora os tuítes não tenham relação direta com um crime, eles contêm elementos valiosos sobre as atividades de seus autores ou sobre seu bairro e seu entorno.

“As pessoas tuítam sobre suas atividades cotidianas”, explica Gerber. “Estas atividades rotineiras as colocam em um contexto no qual há possibilidades de que aconteça uma infração. Por exemplo, se eu e muitas outras pessoas tuitamos que vamos nos embebedar esta noite, sabemos que vão ocorrer algumas infrações associadas ao álcool”.

Gerber e seus colegas analisaram os tuítes de alguns locais de Chicago, ajudados pela base de dados de criminalidade na cidade. Assim, conseguiram fazer previsões sobre as regiões onde há risco de ocorrer determinados tipos de crimes, o que pode ser útil para a dotação orçamentária de segurança ou para a mobilização de policiais ao local.

Polícia preditiva com Twitter

“Esta aproximação permite ao analista visualizar e identificar rapidamente as áreas com forte criminalidade”, explica o estudo, “visto que as potenciais infrações com frequência ocorrem em locais onde este tipo de crime já foi cometido”.

Isto “permitirá elaborar uma cartografia das áreas de fama duvidosa, que funcionará como uma ferramenta útil para prever o crime”.

Nos últimos anos, a ideia da “polícia preditiva” ganhou terreno e os serviços de vigilância têm se apoiado cada vez mais em dados previstos por gigantes como a IBM.

Este novo estudo é publicado depois de outros informes, segundo os quais o comportamento dos usuários no Twitter pode ajudar a prever o resultado das eleições ou inclusive o surgimento de um vírus ou uma epidemia.

Gerber destacou que os tuítes são uma fonte muito fácil de usar, pois são de acesso público e muitos contêm dados de geolocalização.

O estudo foi financiado pelo exército americano que, segundo Gerber, utiliza técnicas similares para determinar ameaças às suas forças no Iraque e no Afeganistão.

O especialista destaca que não há limites para o uso de seu modelo de previsão, embora alguns crimes, como os sequestros ou os incêndios criminosos, não possam ser previstos por uma razão que lhes escapa.

Após ser contatado pela polícia de Nova York, Gerber já começou a examinar os dados da megalópole americana para determinar se os resultados que obteve em Chicago são igualmente bem sucedidos ali.

Por outro lado, o pesquisador espera poder ampliar seus estudos a outras redes sociais, a fim de detectar melhor os crimes e avaliar se é possível impedi-los.

“Não estudamos se isto pode reduzir a criminalidade”, diz Gerber. “Esta é outra etapa”, completa.

Bando arromba Centro Espírita e leva 200 quilos em mantimentos em Cubatão

De A Tribuna On-line

Marginais não identificados arrombaram o Centro Espírita  A Caminho da Luz, em Cubatão, e furtaram cerca de 200 quilos de mantimentos (arroz, feijão, açúcar, café e sal) que fariam parte de cestas básicas a serem doadas para famílias cadastradas.

Além dos gêneros alimentícios, os marginais levaram refrigerantes e artesanatos que seriam comercializados na cantina e no bazar da entidade. O dinheiro arrecadado nessas vendas é uma das principais fontes de renda de que dispõe o centro espírita, para a realização do seu trabalho beneficente, segundo informou a voluntária Maria de Fátima Diniz, de 56 anos.

“Fiquei aterrorizada com o que fizeram. Os ladrões também levaram três máquinas de costura, com as quais são confeccionados os artesanatos e enxovais de bebês a serem doados para gestantes carentes”, acrescenta Maria de Fátima.

Notebook, impressora multifuncional, aparelho de som 3×1 e a quantia de R$ 425,00 completaram a relação de bens e valores furtados. O centro A Caminho da Luz fica na Rua Dr. Fernando Costa, 1.023, na Vila Couto, e teve o telhado e uma porta arrombados. O crime foi constatado na sexta-feira à noite.

noticias gerais e, especificamente, do bairro do Brás, principalmente do comércio