Arquivo da tag: DESABAMENTO

Mina desaba e mata seis em Gana

27. Maio 2014 – 15:07

Seis mineiros ilegais morreram e três ficaram feridos no desabamento de uma mina de ouro em Gana, na região central de Ashanti, indicou nesta terça-feira uma autoridade local.

“Eles haviam descido muito quando tudo desmoronou”, segundo Francis Dodovi, porta-voz da autoridade responsável pela segurança na região.

Os seis mineiros escavavam sem permissão uma área pertencente a uma companhia mineradora da cidade de Kyekyewere quando o acidente aconteceu segunda-feira à noite.

Esse foi o segundo acidente do tipo em Kyekyewere em um pouco mais de um ano. Em abril de 2013, 17 pessoas morreram ao tentar escavar ilegalmente uma mina que pertencia a outra pessoa.

A região de Ashanti foi recentemente cenário de uma corrida ilegal pelo ouro, impulsionada por um relativo aumento do preço do metal.

A extração de ouro é ilegal para os estrangeiros, mas um grande número de mineiros chineses e de outras nacionalidades chegaram em massa nos últimos anos a esta região central de Gana.

No ano passado, as autoridades do país deportaram 4.700 pessoas, em sua maioria de nacionalidade chinesa.

Gana é o segundo maior produtor de ouro da África.

Coreia do Norte anuncia desabamento de prédio

Acidente teria ocorrido em edifício com quase 100 famílias

 
Crédito: KNS / KCNA / AFP / CP

A imprensa oficial da Coreia do Norte anunciou neste domingo o que chamou de acidente “inimaginável”, o desabamento de um edifício em obras em Pyongyang, que provocou um número não revelado de vítimas. Segundo fontes do governo da Coreia do Sul, o desabamento teria acontecido com um prédio em construção de 23 andares, no qual já estavam instaladas quase 100 famílias.

O anúncio de uma informação negativa é algo extremamente fora do comum para a imprensa oficial norte-coreana, a única autorizada no regime comunista, conhecido pelo sigilo a respeito das notícias do país. A agência KCNA divulgou ainda um pedido de desculpas das autoridades, incluindo o ministro da Segurança Popular, Choe Pu-Il, outro fato bastante inusual.

O acidente aconteceu na terça-feira e foi provocado por uma supervisão “inadequada” por parte dos diretores do projeto, segundo a KCNA. As autoridades enviaram equipes de resgate para atender os feridos e procurar sobreviventes nos escombros.

A agência oficial não divulgou o número de mortos ou feridos, nem a causa exata do desabamento, mas afirmou que o desastre provocou comoção entre os moradores da capital. O ministro Choe “pediu perdão por não ter conseguido detectar os fatores suscetíveis de colocar em risco a vida e os bens da população”, assim como por não ter conseguido adotar medidas adequadas, o que “provocou um acidente inimaginável”, afirmou a agência KCNA.

Um alto funcionário do regime afirmou à agência que o dirigente norte-coreano, Kim Jong-Un, “passou toda a noite em luto, abalado pela dor”, ao saber da tragédia. A capital do país tem 2,5 milhões de habitantes, boa parte deles ligados às elites políticas e militares. Os moradores da capital têm um conforto que não existe no restante do país, com mais acesso à energia elétrica, comida, bens de consumo e serviços.

Fonte: AFP

 

Desabamento de mina na Colômbia deixa três mortos e 25 pessoas presas

AFP – Agence France-Presse

01/05/2014 

O desabamento de uma mina que operava de forma ilegal no departamento de Cauca, no oeste da Colômbia, deixou ao menos três mortos e entre 25 e 30 pessoas presas, informou nesta quinta-feira o Corpo de Bombeiros da região. “Conseguimos tirar três corpos, dois feridos foram transferidos” do local, afirmou à Rádio Caracol Víctor Claros, comandante do Corpo de Bombeiros do departamento de Cauca.

Segundo Claros, os mineiros trabalhavam na região próxima ao município de Santander de Quilichao quando veio uma avalanche de terra e lama que os soterrou.

Alguns corpos foram encontrados a 20 metros de profundidade. Organismos de socorro continuam trabalhando na região e entre 25 30 pessoas permanecem presas no interior da mina, acrescentou Claros. “É impossível que estejam com vida porque a terra e a lama são em grande quantidade”, declarou o comandante do Corpo de Bombeiros. “Acredito que é possível descartar que existam pessoas com vida”, afirmou.


Um relatório recente da Agência Nacional de Mineração declarou que de janeiro a setembro de 2013 ocorreram 66 emergências relacionadas a esta atividade, nas quais 71 pessoas faleceram e 51 ficaram feridas.

Na Colômbia há 14.357 unidades de produção mineradora, 56% das quais não têm licença de exploração.

A participação da mineração no PIB colombiano foi de 2,3% em 2012, de acordo com o Departamento de Estatísticas.