Arquivo da tag: desenvolvimento sócioeconômico

Santos é a 5ª melhor cidade do País em desenvolvimento socioeconômico

De A Tribuna On-line

Santos foi considerada a 5ª melhor cidade do estado e do País em desenvolvimento socioeconômico, conforme estudo realizado pela Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan). O resultado da pesquisa divulgado neste final de semana tem como base o ano de 2011 e leva em consideração três áreas de atuação: emprego e renda, educação e saúde. Ao todo, foram avaliados cinco mil municípios, que obtiveram uma nota com variação entre 0 e 1.

O índice varia de 0 (mínimo) a 1 ponto (máximo) para classificar o nível de cada localidade em quatro categorias: baixo (de 0 a 0,4), regular (0,4 a 0,6), moderado (de 0,6 a 0,8) e alto (0,8 a 1) desenvolvimento. Ou seja, quanto mais próximo de 1, maior o desenvolvimento da localidade.

No caso de Santos, o Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal (IFDM) ficou em 0,9023, o que representa um alto desenvolvimento. Em todo o Estado de São Paulo, Louveira aparece em primeiro lugar nos rankings nacional e estadual. Em segundo vem São José do Rio Preto, seguida por São Caetano do Sul em terceiro e Barueri em quarto. 

Na Baixada Santista, depois de Santos aparece Bertioga na 283ª posição em nível nacional e 137ª no estadual. Seu índice de desenvolvimento também foi considerado alto com 0,8059. O próximo da lista é Cubatão em 351º lugar no nacional e 163º no estadual. A nota ficou em 0,7984, indicando desenvolvimento moderado, assim como os demais municípios da região. 

Confira a classificação das demais cidades:

Praia Grande – 370º (nacional)/ 170º (estadual) – índice de 0,7964

Guarujá – 615º (nacional)/ 254º (estadual) – índice de 0,7701
Itanhaém – 660º (nacional)/ 237º (estadual) – índice de 0,7758
 
São Vicente – 693º (nacional)/ 278º (estadual) – índice de 0,7628
 
Mongaguá – 1680º (nacional)/ 606º (estadual) – índice de 0,6964
 
Peruíbe – 1908º (nacional)/ 637º (estadual) – índice de 0,6833

noticias gerais e, especificamente, do bairro do Brás, principalmente do comércio