Arquivo da tag: EMERGÊNCIA

Santa Catarina decreta situação de emergência em 41 municípios

Agência Brasil

N/A

Estado tem duas mortes registradas até agora

O governo de Santa Catarina reconheceu 41 municípios em situação de emergência por causa dos temporais que atingiram o estado. As cidades de Guaramirim e Rio Negrinho decretaram estado de calamidade pública. Segundo a Defesa Civil estadual, 42 cidades foram atingidas e 406 mil pessoas foram afetadas com as chuvas. São mais de 7,5 mil desabrigados e mais de 52,8 mil desalojados.

A Defesa Civil registrou 28 feridos e duas mortes – em Guaramirim e Mafra. O governo estadual informa que enviou para as prefeituras quase 48 mil itens de assistência humanitária: colchões, kits de acomodações, água mineral, produtos de limpeza e higiene e cestas básicas.

Na segunda-feira, a Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil, do Ministério da Integração Nacional, liberou R$ 417.860 para assistência às vítimas. O dinheiro será disponibilizado por meio do cartão de pagamento da Defesa Civil, instrumento usado pelo governo federal que transfere recursos para regiões em situação de emergência.

De acordo com o Centro de Informações de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia de Santa Catarina, a previsão de hoje (17) é tempo nublado com chuva isolada, especialmente entre a tarde e noite, devido à proximidade de uma frente fria no litoral do estado. Especialmente nas áreas mais próximas do Paraná, a chuva pode ser moderada em alguns momentos com trovoadas.

Enchentes desalojam populações da Sibéria

Cerca de quatro mil casas foram tomadas pelas águas na Khakassia e no Altai

31/05/2014

O Centro Regional Siberiano do Ministério para Situações de Emergência e Defesa Civil da Rússia informou neste sábado, 31, que quase quatro mil casas continuam inundadas na Khakassia, na República de Altai e no Território de Altai, devido às cheias dos rios locais.
Resgatistas trabalham na área inundada pelo rio Katun, na República de Altai

De acordo com os dados do Ministério, é o Território de Altai que sofre os maiores efeitos da inudação: lá foram alagadas mais de 2.300 residências. Na República de Altai estão parcialmente submersas mais de 1.400 casas; e na Khakassia, 171. O nível de águas não baixa, e os moradores das casas alagadas se hospedam com parentes e amigos e em abrigos provisórios. Há prejuízos também na República de Tuva, porém de menor monta.

O Ministro para Situações de Emergência, Vladimir Puchkov, informou que mais de dois mil socorristas trabalham na região, e que o contingente vai aumentar. Na operação de auxílio às vítimas das enchentes são utilizados aviões, barcos, lanchas a motor, maquinaria e equipamento especialmente destinados para o trabalho em áreas inundadas.

OMS declara a poliomielite emergência de saúde pública


AFP – Agence France-Presse

05/05/2014 

A Organização Mundial da Saúde (OMS) decretou nesta segunda-feira emergência de saúde pública pelos casos de poliomielite, que se propagou em vários países.

A OMS realizou na semana passada uma reunião de emergência sobre a pólio, após o registro, desde janeiro, de casos em Afeganistão, Iraque e Guiné Equatorial.

“A decisão para considerar que estão reunidas as condições para um estado de emergência foi unânime”, afirma a OMS em um comunicado.

“Se não for controlada, a situação poderá colocar em risco a erradicação global da uma das mais graves doenças que pode ser evitada através da vacinação”, ressalta o comunicado.

A OMS estima que o maior risco de propagação da poliomielite está no Paquistão, Camarões e Síria, e convoca as autoridades locais a agir com campanhas de vacinação para aqueles que precisam viajar e manter este dispositivo por pelo menos seis meses após verificar que não houve novos casos da doença.

Os países onde a doença foi detectada, e que estão incluídos neste estado de emergência, são Afeganistão, Guiné Equatorial, Etiópia, Iraque, Israel, Somália e Nigéria.

A poliomielite é uma doença altamente contagiosa que afeta principalmente crianças com menos de cinco anos. Ela pode causar paralisia em algumas horas e, em alguns casos, ser fatal.

O número de casos de pólio caiu mais de 99% desde 1988, passando de 350 mil a 406 casos notificados em 2013. Esta diminuição deve-se ao esforço global para erradicar a doença, segundo a OMS.

Em 2014, há apenas três países onde a doença é considerada endêmica, Afeganistão, Nigéria e Paquistão, enquanto este número era de mais de 125 em 1988.

“No entanto, a poliomielite continua a se espalhar internacionalmente a partir de países endêmicos e dos países reinfectados”, indica a OMS.

Entre janeiro e abril, habitualmente período de baixa transmissão da pólio, três novos casos importados da doença foram detectados: na Ásia (do Paquistão para o Afeganistão), no Oriente Médio (da Síria para o Iraque), e na África Central (do Camarões para a Guiné Equatorial”, explica a organização.

noticias gerais e, especificamente, do bairro do Brás, principalmente do comércio