Arquivo da tag: estádio

Mundial vai estrear sem Itaquerão estar totalmente pronto

O funcionário Daniel Campos termina as instalações da tribuna de imprensa do Itaquerão em 10 de junho de 2014.

O funcionário Daniel Campos termina as instalações da tribuna de imprensa do Itaquerão em 10 de junho de 2014.

Elcio Ramalho

O clima alegre do pagode improvisado com torcedores brasileiros e estrangeiros na frente da Arena do Corinthians contrastava com o ambiente tenso e corrido dentro do estádio, onde operários ainda trabalhavam a todo o vapor na terça-feira (10), último dia oficial de obras no Itaquerão.

Elcio Ramalho, enviado especial da RFI ao Brasil

O barulho das máquinas nas tribunas provisórias, a presença de engenheiros nas arquibancadas, denunciavam que ainda havia muito o que fazer antes de entregar o estádio aos protagonistas da festa de abertura. Daniel Campos, de uma empresa terceirizada de colocação de móveis, faz parte de um grupo de funcionários que estava em Belo Horizonte e foi chamado às pressas para acertar os acabamentos da tribuna de imprensa.

“Tem muita coisa para fazer em termos de acabamento, fazer o ‘pente fino’ do material que vai faltar, e ainda dependemos de outras empresas; a parte de comunicação, de passar os cabos, nós, da montagem, não podemos terminar o serviço porque dependemos deles”, diz Daniel, lembrando que tudo deve estar pronto “até a meia-noite, depois ninguém entra”.

Abertura

Dificilmente o estádio estará 100% pronto para o jogo de abertura. O que é certo é que, nesta quarta-feira (11,) os jogadores do Brasil e da Croácia treinarão no gramado do estádio. Antes de entrarem em campo, às 16h no horário de Brasília, os jogadores brasileiros vão falar com a imprensa. Em seguida, às 17h30, hora local, será a vez dos croatas fazerem o reconhecimento do gramado.

Dilma:olhos e corações do mundo voltados para o Brasil

A seleção brasileira chegou na noite de terça-feira em São Paulo, pouco depois do discurso em rede nacional da presidente Dilma Rousseff. Ela defendeu a realização da Copa e afirmou que o evento vai deixar um gande legado para os brasileiros, com muitas obras de infraestrutura. Dilma rejeitou as críticas de que o país gastou demais com o Mundial em detrimento da saúde e da educação, e reiterou que a democracia brasileira permite manifestos livres. A presidente explicou que excessos e radicalismos devem ser reprimidos e chamou de perdedores os que apostaram que o país não seria capaz de realizar o Mundial.

Clique aqui para ouvir a reportagem completa:

 

 
Enro Elcio 11.06

 
11/06/2014
 

Em ‘território inimigo’, Seleção encara último teste antes da Copa

Paulo Rogério

N/A

 

O Estádio do Morumbi, em São Paulo, será o palco do último teste da Seleção Brasileira antes da estreia na Copa do Mundo. Nesta sexta, a partir das 16 horas, o Brasil enfrenta a Sérvia e terá a última oportunidade de realizar ajustes antes da partida contra a Croácia, marcada para a próxima quinta-feira, às 17 horas, na Arena Corinthians.

O time que vai a campo será o mesmo da estreia no Mundial. A única mudança que poderá ser realizada será a entrada de Willian na vaga de Oscar. O ex-jogador do Corinthians está bem cotado, jamais começou uma partida como titular e, para completar, Oscar ficou fora da atividade da manhã de quinta-feira para acompanhar o nascimento de sua filha no interior de São Paulo, mas está concentrado com o time. Willian e Oscar são companheiros no Chelsea, da Inglaterra.

Meia vem aparecendo como grata surpresa e Felipão considera, sim, a titularidade

Willian vem aparecendo como grata surpresa e Felipão considera, sim, a titularidade diante da Sérvia


Além do último teste, a realização da partida no Morumbi vem para terminar de apaziguar os ânimos na parte paulista da Copa do Mundo. Isso porque o estádio do São Paulo estava cotado para ser uma das 12 arenas do Mundial, mas Andrés Sanchez, então presidente do Corinthians, ganhou a queda de braço e conseguiu viabilizar a construção do estádio que ficará para o clube depois da Copa.

São Paulo e a Seleção Brasileira não costumam ter uma boa relação. Nos últimos anos o time quase sempre é vaiado quando atua na capital paulista. O repúdio foi visto na partida contra o Equador, pelas Eliminatórias para a Copa de 1994 e no torneio qualificatório para os mundiais de 2002 (partida contra a Colômbia, quando mastros de bandeiras distribuídas aos torcedores foram atirados no gramado) e 2010 (em jogo contra o Uruguai).

Tumulto em estádio causa a morte de pelo menos 15 pessoas

Lancepress

Ao menos 15 pessoas morreram e 24 ficaram feridos em um tumulto registrado neste domingo durante a partida entre o ASV Club e TP Mazembre, no Estádio Tata Raphäel, em Kinshasa, na República Democrática do Congo.

Segundo os sites NewsSky e MediaCongo, a confusão começou depois que policiais revidaram com bombas de gás lacrimogêneo e gás de pimenta o lançamento de objetos no campo por parte dos torcedores. Neste momento o Mazembe vencia por 1 a 0 e o jogo já se encaminhava para os acréscimos.

“Quatro policiais foram agredidos por torcedores. Quando eles lançaram gás de pimenta o tumulto começou, causando mortes”, disse o ministro da cidade, Emmanuel Akweti.

No entanto, segundo o NewsSky, uma fonte policial informou que o número de mortes pode chegar a 18. Um muro do estádio também teria desabado em meio ao pânico.

A vitória garantiu ao Mazembe a conquista do campeonato local. O clube é o mesmo que eliminou o Internacional na semifinal do Mundial de Clubes de 2010.

noticias gerais e, especificamente, do bairro do Brás, principalmente do comércio