Arquivo da tag: Falta de Segurança

Argentino tem dedo quebrado ao ser agredido no Bairro Nova CintraHomem mora em Belo Horizonte há dois anos e foi abordado por um trio que arrancou a bandeira argentina que ele segurava

Estado de Minas| Cristiane SilvaLuana Cruz TV Alterosa

11/06/2014

Ruben Lucero teve que passar por uma cirurgia no Hospital João XXIII (Leandro Couri/EM/DA Press)  
Ruben Lucero teve que passar por uma cirurgia no Hospital João XXIII

Na véspera da abertura da Copa do Mundo de 2014 no Brasil, um argentino foi alvo de um ato violento em Belo Horizonte. O homem de 34 anos teve um dos dedos quebrado ao ser agredido na noite de terça-feira, no Bairro Nova Cintra, Região Oeste da capital.

Ruben Francisco Lucero deu entrada no Hospital João XXIII às 21h de ontem, conforme a Fundação Hospitalar de Minas Gerais (Fhemig). O argentino, que mora na capital há dois anos, estava no carro com a esposa brasileira e a filha de 2 anos quando foi atacado. Segundo Lucero, ele tinha uma bandeira da Argentina enrolada na mão quando três homens passaram e puxaram objeto, quebrando o dedo da vítima. O homem terá que passar por uma cirurgia. 

O cônsul da Argentina em BH, Mariano Guida, foi até o hospital para saber da situação de Lucero (Leandro Couri/EM/DA Press)  
O cônsul da Argentina em BH, Mariano Guida, foi até o hospital para saber da situação de Lucero

“Pode ser da Argentina, pode ser da Colômbia. Então imagina quando os turistas realmente chegarem no Brasil, o que vai acontecer? A ponto de quebrar o dedo para ter que fazer uma cirurgia, dá indignação”, lamentou Júnia Paula, esposa de Ruben.

A Polícia Militar (PM) informou que o argentino não registrou boletim de ocorrência sobre a agressão. A assessoria de imprensa da corporação soube do caso, mas acredita que ele tenha ido ao hospital por meios próprios sem avisar às autoridades.

 

Arábia Saudita fecha embaixada na Líbia por falta de segurança

A situação permanece confusa nesta segunda-feira em Trípoli, um dia após o ataque ao Parlamento por um grupo armado

France Presse

19/05/2014 

Riade – A Arábia Saudita fechou nesta segunda-feira (19/5) a embaixada em Trípoli e retirou todo os funcionários diplomáticos em um avião especial, devido à deterioração da segurança na capital líbia. “A embaixada e o consulado da Arábia Saudita fecharam hoje (segunda-feira) e todos os membros da missão diplomática deixaram Trípoli”, declarou o embaixador saudita na Líbia, Mohammed Mahmoud Al-Ali, à agência oficial Arábia Spa.

Ele justificou as medidas pela deterioração das condições de segurança na capital líbia, acrescentando que a missão diplomática do país vai retomar suas operações “a partir da estabilização da situação” na Líbia. A situação permanece confusa nesta segunda-feira em Trípoli, um dia após o ataque ao Parlamento por um grupo armado que reivindicou a sua suspensão.
A tensão também continua em Benghazi (leste), onde Khalifa Haftar, um general aposentado, lançou na sexta-feira uma operação contra grupos islâmicos fortemente armados que fizeram desta cidade seu reduto. Os confrontos deixaram pelo menos 79 mortos e 141 feridos.

Sexta-feira, a Argélia havia anunciado o fechamento de sua embaixada e do seu consulado geral em Trípoli devido a uma “ameaça real e iminente” para seus diplomatas. Numerosos sequestros e ataques a missões diplomáticas foram registrados recentemente na Líbia, à beira da anarquia desde a queda de Muammar Khaddafi em outubro de 2011.