Arquivo da tag: Furto Qualificado

Ladrões furtam R$ 235 mil de banco no interior de SP

09/06/2014 

Araçatuba, 09 – Ladrões aproveitaram o fim de semana para furtar R$ 235 mil da agência do Santander de Lins, no interior de São Paulo. Os ladrões entraram pelos fundos da agencia, desligaram o sistema de alarme e de monitoramento e usaram maçarico de solda e pé de cabra para abrir dois cofres, que ficam na área interna e na tesouraria do banco. Em seguida, fugiram levando R$ 235.779,00 em dinheiro.

O crime, que possivelmente foi praticado na madrugada de sábado, 7, só foi descoberto por volta das 17 horas de domingo, 8, quando um funcionário constatou que a porta dos fundos da agência estava danificada. No interior da agência, os PMs encontraram os equipamentos usados para abrir os cofres: um botijão de gás, um cilindro de acetileno, mangueiras, luvas e pé-de-cabra. O maçarico usado não foi localizado. Para a polícia, os ladrões demoraram pelo menos duas horas dentro do agência para abrir os cofres sem fazer muito barulho e chamar a atenção.

No entanto, segundo a Polícia Civil, nenhuma testemunha percebeu qualquer movimento na frente, no entorno ou mesmo dentro da agência, que fica na rua Luiz Gama, no centro da cidade. Até o final da tarde desta segunda-feira, 9, a polícia não tinha nenhuma pista dos assaltantes.

Os ladrões entraram pelos fundos da agencia e desligaram o sistema de alarme e monitoramento, usaram maçarico e pé de cabra para abrir dois cofres da área interna e da tesouraria do banco.

 

Bando arromba Centro Espírita e leva 200 quilos em mantimentos em Cubatão

De A Tribuna On-line

Marginais não identificados arrombaram o Centro Espírita  A Caminho da Luz, em Cubatão, e furtaram cerca de 200 quilos de mantimentos (arroz, feijão, açúcar, café e sal) que fariam parte de cestas básicas a serem doadas para famílias cadastradas.

Além dos gêneros alimentícios, os marginais levaram refrigerantes e artesanatos que seriam comercializados na cantina e no bazar da entidade. O dinheiro arrecadado nessas vendas é uma das principais fontes de renda de que dispõe o centro espírita, para a realização do seu trabalho beneficente, segundo informou a voluntária Maria de Fátima Diniz, de 56 anos.

“Fiquei aterrorizada com o que fizeram. Os ladrões também levaram três máquinas de costura, com as quais são confeccionados os artesanatos e enxovais de bebês a serem doados para gestantes carentes”, acrescenta Maria de Fátima.

Notebook, impressora multifuncional, aparelho de som 3×1 e a quantia de R$ 425,00 completaram a relação de bens e valores furtados. O centro A Caminho da Luz fica na Rua Dr. Fernando Costa, 1.023, na Vila Couto, e teve o telhado e uma porta arrombados. O crime foi constatado na sexta-feira à noite.

Quadrilha explode caixa automático em Sorocaba

Com informações da Estadão Conteúdo

Uma quadrilha explodiu o caixa automático de uma agência bancária na madrugada deste sábado, no bairro Brigadeiro Tobias, em Sorocaba. Os bandidos estavam em pelo menos dois veículos e invadiram a agência por volta das 2h30. Moradores vizinhos ouviram o barulho da explosão. Além do equipamento, a agência também ficou danificada.

De acordo com a Polícia Militar, os criminosos fugiram levando o dinheiro, mas a quantia não foi informada. Uma dinamite não explodiu e foi deixada no local. O Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) da PM foi chamado para remover o explosivo.

Sorocaba é a sétima cidade atacada por quadrilhas especializadas em explodir caixas automáticos de bancos apenas esta semana no interior do Estado. Na sexta-feira, os criminosos atacaram duas agências em Santa Cruz da Conceição, na região de Campinas. Antes, já haviam sido explodidos caixas em Taguaí, Barbosa, Monte Alto, Ibiúna e Pindamonhangaba.

Em resposta à ação das quadrilhas, os bancos reduziram o número de caixas automáticos com dinheiro para saque em feriados e fins de semana. A maioria dos caixas também não recebe depósitos nesses períodos, o que tem gerado transtornos para os clientes.
 

noticias gerais e, especificamente, do bairro do Brás, principalmente do comércio