Arquivo da tag: FUTEBOL ASSOCIATION

Verdão busca reação discursando que “Brasileiro não aceita desaforo”

Em meio ao discurso de foco momentâneo na Copa do Brasil, torneio pelo qual o time enfrenta o Sampaio Corrêa nesta quarta-feira, o Palmeiras está de olho na recuperação no Campeonato Brasileiro. O elenco lembra até do rebaixamento em 2012 para já ficar alerta após somar somente três pontos em três rodadas.


“Muita gente fala que está no começo, mas temos que encarar com baita dificuldade porque o Campeonato Brasileiro não aceita desaforo. Quanto antes voltarmos a pontuar será de grande importância para a nossa continuidade”, comentou Wesley, presente na campanha que levou o clube à segunda divisão nacional há dois anos.

A derrota de virada para o Flamengo, por 4 a 2, no domingo, motivou a declaração do volante, bem similar à que Gilson Kleina adotou mesmo durante o Campeonato Paulista. “Na Série A, não dá para brincar”, avisou o técnico à base campeã da Série B do Brasileiro.

O resultado no Maracanã só aumentou a urgência de melhora. “Não foi o que queríamos. No Campeonato Brasileiro, temos que estar ligados o tempo todo, os 90 minutos e os acréscimos. Não soubemos tomar conta disso”, falou Wesley.

“O futebol hoje em dia está muito igual. A maioria das equipes, tirando algumas exceções, está no mesmo nível. O que supera mesmo é a vontade, é a aplicação tática. Então, tenho certeza de que estamos no caminho e que daremos a volta por cima”, tentou motivar o jogador.

A ideia inicial de Kleina é atingir, ao menos, 60% de aproveitamento, o que significa 17 pontos antes da parada da Copa do Mundo. O time tem que correr atrás de 14 pontos nos seis próximos jogos. “Já conversamos bem sobre esses nove jogos, para buscar a melhor pontuação. Não é bom ter duas derrotas seguidas. Precisamos reagir”, cobrou o treinador.

Fonte: Gazeta Esportiva 

Diop acusa torcida do Atlético de Madrid de racismo

Estadão Conteúdo

Mais um caso de racismo foi registrado no Campeonato Espanhol. Uma semana após a polêmica da banana que Daniel Alves comeu, o volante senegalês Papa Diop, do Levante, disse ter sido chamado de macaco por torcedores do Atlético de Madrid na vitória de sua equipe por 2 a 0 neste domingo. O atleta, assim como o brasileiro do Barcelona não se intimidou e dançou na frente da torcida.
 
Mais um caso de racismo no futebol espanhol: dessa vez, quem sofreu foi o volante Diop

Mais um caso de racismo no futebol espanhol: dessa vez, quem sofreu foi o volante Diop, da equipe do Levante
“Me chamaram de macaco e, por isso, imitei um macaco no fim do jogo”, disse Diop, que desabafou, dizendo que não aguenta mais casos como este. “Estou cansado do racismo no futebol, e há muito tempo. Ia bater um escanteio e parte da torcida do Atlético começou a fazer gritos de macaco. Para responder, comecei a dançar, mas não insultei ninguém. Dancei como macaco para que as pessoas vissem o que aconteceu”, completou, em entrevista ao jornal Marca.
 
O caso foi registrado já no final da partida entre Levante e Atlético de Madrid e, devido à confusão, que teve até mesmo uma pequena invasão de campo, o juiz decidiu encerrar a partida. Apesar disso, o senegalês disse que as manifestações da torcida foram frequentes desde o apito inicial. 
 
“Esses gritos de macaco têm que parar. Escutei a torcida do Atlético dizer isso durante todo o jogo. Não tenho nada contra a torcida do Atlético, porque só uma parte gritou. Mas é uma provocação e me parece uma falta de respeito”. 
 
E apesar das ofensas vindas das arquibancadas, Diop, além de dançar, conseguiu ajudar o seu time a vencer o rival, atual líder do Campeonato Espanhol com 88 pontos.

Real Madrid empata com o Valencia e vê título espanhol mais distante

Agora, equipe de Cristiano Ronaldo depende de tropeços dos rivais Barcelona e Atlético

O Real Madrid não soube aproveitar o tropeço do rival Atlético, que perdeu do Levante mais cedo. Jogando em casa, o time do melhor jogador do mundo, Cristiano Ronaldo empatou com o Valencia em 2 a 2, neste domingo, no Santiago Bernabeu. Sergio Ramos e Cristiano Ronaldo anotaram os gols do Real. Mathieu e Parejo marcaram para o time visitante.

O resultado deixa o Real com 83 pontos, a cinco dos Colchoneros, mas com uma partida a menos, que será cumprida na quarta-feira, contra o Valladolid, fora de casa. Ainda há chances de título do Campeonato Espanhol, mas o Real não depende apenas dele para consegui-lo. 

Fonte: Lancepress

 

Bahia vence e amplia jejum do Botafogo com Mancini

O Bahia mostrou sua força atuando em casa neste domingo e, mesmo com uma Arena Fonte Nova longe de estar lotada, derrotou o Botafogo por 1 a 0. A equipe abusou das jogadas em velocidade pelas laterais, soube administrar a vantagem no fim sem sofrer pressão do time carioca e venceu pela segunda vez no Campeonato Brasileiro, em três rodadas disputadas.

 
O Bahia venceu o Botafogo na tarde deste domingo, pela 3ª rodada do Campeonato Brasileiro

O Bahia venceu o Botafogo na tarde deste domingo, pela 3ª rodada do Campeonato Brasileiro
Com isso, o Bahia já soma seis pontos na competição, na quarta colocação. Agora a equipe volta as atenções para a Copa do Brasil, já que na quarta-feira inicia a disputa com o América-MG no Independência. Por outro lado, o Botafogo segue sem vencer sob o comando de Vágner Mancini, tem apenas um ponto no Brasileirão, na penúltima posição, e só voltará a campo no sábado, contra o Criciúma, no Maracanã.
 
O começo de jogo neste domingo foi muito movimentado, com o Botafogo indo com tudo para cima. O Bahia parava com faltas e, assim, diversos amarelos foram distribuídos nos primeiros minutos. Com muita correria dos dois lados, as equipes pareciam não ter tempo para pensar e, apesar da intensa movimentação, o jogo era pobre em qualidade técnica e chances criadas.
 
Foi só quando os ânimos se acalmaram que aconteceu o primeiro bom momento. Emerson arrancou, fez boa jogada e achou Gabriel entrando na área pela direita. O volante recebeu e bateu com perigo, mas à esquerda. Foi a única chance do time carioca no primeiro tempo.
 
A partir daí, quem tomou conta do jogo foi o Bahia, que perdeu chance inacreditável aos 26 minutos. Talisca dominou pela intermediária e deu enfiada perfeita para Ueliton. O jogador dominou e, sozinho, preferiu tocar para Lincoln ao invés de bater. O passe não saiu bom, e deu tempo para a defesa se recuperar e travar.
 
Talisca era o principal nome do Bahia. Aos 45 minutos, cobrou falta pela direita, Maxi Biancucchi, em posição irregular, tentou o desvio e a bola foi para o gol. Mesmo sem tocar, o argentino participou da jogada e, por isso, a arbitragem anulou o lance.
 
O Bahia voltou muito melhor para o segundo tempo, explorando as jogadas de velocidade pelas laterais do campo. E foi assim que a equipe abriu o placar. Aos 13 minutos, Pará recebeu lançamento pela esquerda, foi à linha de fundo e cruzou para o meio. Maxi Biancucchi dominou de direita e bateu de canhota, sem deixar a bola cair, marcando belo gol.
 
O Botafogo tentou responder com a entrada de Wallyson na vaga de Daniel e a equipe melhorou. Ao menos foi para cima, na base da correria, e conseguiu criar uma grande chance aos 28 minutos, justamente com Wallyson. Ele recebeu na área, dominou e tentou colocar no ângulo de Marcelo Lomba. A bola tocou no travessão e saiu.
 
Mas foi só. Apesar da vontade, o Botafogo não conseguia sequer arriscar finalizações ao gol adversário. Já o Bahia, apostava nos contra-ataques. Em um deles, chegou a ter quatro jogadores contra dois do time carioca, mas Rafinha demorou para bater e perdeu. O desperdício, no entanto, não faria falta.
 
FICHA TÉCNICA:
 
BAHIA 1 X 0 BOTAFOGO
 
BAHIA – Marcelo Lomba; Roniery, Demerson, Titi e Pará; Fahel, Uelliton, Lincoln (Branquinho) e Rhayner (Rafinha); Maxi Biancucchi e Anderson Talisca (Wilson Pittoni). Técnico: Marquinhos Santos.
 
BOTAFOGO – Jefferson; Edílson, Bolívar, Dória e Junior Cesar; Gabriel, Bolatti, Lodeiro (Jorge Wagner) e Daniel (Wallyson); Zeballos (Ferreyra) e Emerson. Técnico: Vágner Mancini.
 
GOL – Maxi Biancucchi, aos 13 minutos do segundo tempo.
 
ÁRBITRO – Raphael Claus (SP).
 
CARTÕES AMARELOS – Marcelo Lomba, Uelliton, Anderson Talisca, Lincoln (Bahia); Junior Cesar, Gabriel, Edílson, Dória (Botafogo).
 
RENDA – R$ 455.326,00.
 
PÚBLICO – 16.040 pagantes (18.025 presentes).
 
LOCAL – Arena Fonte Nova, em Salvador (BA).

Vídeo: Flamengo reage e vence Palmeiras por 4 a 2

Estadão Conteúdo

N/A

O Flamengo estava há cinco jogos sem vencer na temporada
O futebol que faltou ao Flamengo durante o mês passado inteiro reapareceu no segundo tempo do jogo deste domingo no Maracanã, pela terceira rodada do Brasileirão. Aproveitando bem os espaços deixados pela marcação alviverde, graças principalmente à entrada do argentino Lucas Mugni, o time rubro-negro atropelou o Palmeiras por 4 a 2, virando um placar que era de 2 a 1, para os paulistas, na saída para o intervalo.
 
Apesar do gol de Henrique logo na estreia, o Palmeiras passou longe de agradar. E ainda perdeu Fernando Prass, machucado. Bruno entrou e, novamente, deu azar. Era ele o goleiro nas eliminações da equipe no Paulistão deste ano e do ano passado e na Libertadores de 2013. 
 
Tanto Flamengo, que ainda não havia marcado gols no Brasileirão e não vencia há um mês, foi a quarto pontos. Domingo a equipe rubro-negra tem Fla-Flu, com mando tricolor. O Palmeiras, que coleciona sua segunda derrota seguida e tem três pontos, visita o Sampaio Corrêa, pela Copa do Brasil, e sábado pela o Goiás, pelo Brasileirão.
 
O JOGO – Cáceres, Márcio Araújo e Josimar foram os volantes escalados para começar a partida. Sinal de que a marcação no meio-campo não seria das mais ferrenhas. Em campo a previsão se confirmou e os dois times tiveram espaço para criar. Tanto que, em 13 minutos o placar já havia sido modificado duas vezes.
 
Wesley fez o primeiro acertando uma pancada da entrada da área, de primeira, aos 10. Três minutos depois, Nixon passou como quis por Marcelo Oliveira pela direita e cruzou para Paulinho deixar tudo igual.
 
Pela direita, o Flamengo era mais perigoso, mas quem voltou a marcar foi o Palmeiras. Aos 30, Wendel rolou para trás, para Valdivia, e o chileno deu um tapa, de primeira, deixando Henrique na cara do gol para fazer o primeiro dele pelo clube alviverde, já na estreia.
 
Na melhor chance do Flamengo no primeiro tempo para voltar a empatar o jogo, Alecsandro chutou forte e Fernando Prass pegou. Mas o goleiro machucou o cotovelo no lance e precisou ser substituído, dando lugar a Bruno.
 
Já o Flamengo mudou por opção tática, com Lucas Mugni no lugar de Nixon para o segundo tempo. Com um homem a mais no meio-campo o time rubro-negro cresceu e virou. Logo aos 4, o argentino cruzou da esquerda, Alecsandro ajeitou e Márcio Araújo fez. Cinco meses depois de deixar o Palmeiras, o volante comemorou normalmente.
 
O gol da virada também começou com Lucas Mugni, que deu lançamento perfeito para Alecsandro. O centroavante chutou em cima de Bruno, mas pegou o rebote e fez o terceiro. Do quarto o argentino não participou. Foi Wallace quem criou toda a jogada para Alecsandro bater na saída de Bruno.
 
FICHA TÉCNICA:
 
FLAMENGO 4 X 2 PALMEIRAS
 
FLAMENGO – Felipe; Luiz Antonio, Wallace, Samir e André Santos; Cáceres, Márcio Araújo e Negueba (João Paulo); Nixon (Lucas Mugni), Paulinho e Alecsandro. Técnico – Jayme de Oliveira.
 
PALMEIRAS – Fernando Prass (Bruno); Wendel (Mendieta), Lúcio, Marcelo Oliveira e Juninho; Josimar, Wesley, Serginho (Marquinhos Gabriel) e Valdivia; Leandro e Henrique. Técnico – Gilson Kleina.
 
GOLS – Wesley, aos 10, Paulinho, aos 13, e Henrique, aos 30 minutos do primeiro tempo; Márcio Araújo, aos 4, e Alecsandro, aos 14 e aos 27 minutos do segundo tempo.
 
ÁRBITRO – Paulo Henrique Godoy Bezerra (SC).
 
CARTÕES AMARELOS – André Santos, Negueba, Juninho, Henrique e Josimar.
 
RENDA – R$ 763.125,00.
 
PÚBLICO – 16.318 pagantes.
 
Assista aos melhores momentos:
 
 
LOCAL – Estádio do Maracanã, no Rio.

Três mil militares do Exército vão atuar na segurança da Copa no DF

AGÊNCIA BRASIL

O Exército apresentou hoje (4) em Brasília o efetivo que vai atuar na segurança durante os jogos da Copa do Mundo que serão realizados na capital federal. A corporação empregará 3 mil militares na Força Planalto (Forplan), treinados para enfrentar ações contra terrorismo e ataques químicos. A apresentação foi feita durante cerimônia de troca da Bandeira Nacional, na Praça dos Três Poderes. Para compor o efetivo, serão chamados soldados de Goiás, do Tocantins e da região do Triângulo Mineiro.

Foto:Reprodução

Foto:Reprodução

Além do efetivo de militares, o Exército terá a disposição veículos blindados, metralhadoras, radares de solo, helicópteros, mais de 400 viaturas, além de roupas especiais contra ataques químicos. De acordo com o comandante Militar do Planalto, coronel Gilberto Breviliere, a corporação está pronta para garantir a tranquilidade da Copa do Mundo. “A Força Planalto vai atuar no eixo de defesa, aplicando todas as características e capacidade operacional do Exército, para prover a segurança e defesa, para que a Copa do Mundo possa ocorrer em um ambiente de harmonia e tranquilidade”, afirmou.

Segundo o comandante da Polícia do Exército, tenente-coronel João Felipe Dias Alves, a preparação do efetivo foi feita durante o ano passado, com objetivo de treinar todos os homens para garantir a segurança de quem vai assistir aos jogos, contra qualquer ocorrência de terrorismo e sabotagem e ainda durante manifestações próximas aos locais do evento. “As manifestações são uma preocupação da segurança pública. Estamos preparados para atuar como força de contingência, se necessário for.”

Em junho do ano passado, antes da abertura do jogo entre Brasil e Japão, pela Copa das Confederações, um protesto em frente ao Estádio Nacional de Brasília terminou com 29 pessoas detidas. Houve tumulto e a polícia usou bombas de gás lacrimogêneo, de efeito moral, spray de pimenta e balas de borracha para dispersar o protesto.

O Estádio Nacional de Brasília receberá sete partidas da Copa do Mundo. A seleção brasileira fará seu terceiro jogo, na fase de grupos da competição, no dia 23 de junho. Brasília também sediará um jogo das oitavas de final (30 de junho), uma partida das quartas de final (5 de julho) e a decisão de terceiro e quarto lugares, no dia 12 de julho.

noticias gerais e, especificamente, do bairro do Brás, principalmente do comércio