Arquivo da tag: Goiás

Mulher goiana é feia e burra

DIÁRIO DA MANHÃ|MANOEL VANDERIC

ImagemDiferentes das paulistas que gostam de roupas conceituais e aceitam combinar  duas peças largas, e das cariocas, que nem pensam em usar salto alto das 6 às 23 horas, as goianas adoram cabelos longos, cores vibrantes e usam joias de dia, de noite e para dormir. Elas têm forte apelo sensual e gostam de saia curta e blusa decotada, mas se alguém falar em saia lápis elas vão perguntar: “O que é isso?”

Que Goiás é terra de mulher bonita todo mundo sabe, mas que as goianas são mais mãos-abertas do que as outras brasileiras quem contou para a revista Veja foi a consultora de estilo e imagem Roberta Santos. Ela tem clientes deslumbradas  e  abonadas: uma chegou a gastar 3 milhões de reais em um único dia na H.Stern.  Entre as melhores compradoras de marcas de luxo no Brasil,  a goiana vê  a bolsa da Kate Moss no Instagram e entra em contato com a vendedora da marca por telefone ou Walts-App pedindo que ela reserve a peça, antes de chegar ao Brasil.

Roberta ensina às suas clientes a aprenderem a comprar. Explica a elas, por exemplo, as cores que não devem usar. “Mais morenas, as goianas  ficam horríveis de bege”, dispara a consultora,  que chamou suas clientes  burras e feias na entrevista à colunista Marília Leoni. O pacote  de  consultoria inclui cinco visitas e custa 10 mil reais. E as sessões avulsas para montagens de novas combinações para viagens, festas e trabalho saem por 2 mil reais. 

A Santtè Consultoria de Imagem e Estilo ensina suas clientes a combinarem roupas e acessórios ao seu tipo físico e à sua personalidade,  adaptando o traje à impressão que se quer causar e projetar. 

É uma forma de usar a aparência como instrumento de poder, aumentando a autoestima e a confiança pessoal, além de fazer com que a pessoa sinta-se bem com a própria imagem.  Especializada em construir o perfil de suas clientes, a consultora não está nem um pouco preocupada  com a própria imagem. Da forma como ela declarou à Veja ninguém escapa: goiana não sabe o que é saia lápis – então é burra –  e fica horrível de bege – então é feia. 

As mais ricas lotam a agenda de Roberta Santos para aprenderem a vestir do jeito as que próprias mulheres gostam de ver. Porque homem não faz restrição a mulher que usa blusa decotada, saia curta e salto alto.  Independente da hora e do lugar. Seja loura, morena ou negra.

(Manoel Vanderic, jornalista)

Homem é morto em frente a distribuidora de bebidas

DIÁRIO DA MANHÃ|HÉLIO LEMES

Um homem identificado como André Luiz do Nascimento, de 30 anos, foi assassinado em frente a uma distribuidora de bebidas, no Jardim Tiradentes, em Aparecida de Goiânia. Segundo informações da Polícia Militar (PM), dois indivíduos em uma moto dispararam contra a vítima, que chegou a ser socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgências (SAMU), mas, não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

A PM informou que não têm informações sobre a motivação do crime e que os suspeitos fugiram em seguida, o caso será investigado pelo Grupo de Investigações de Homicídios de Aparecida de Goiânia (GIH).

Ator global não poderá ser contratado por município goiano

DIÁRIO DA MANHÃ|DIVANIA RODRIGUES

A prefeitura de Rio Verde, Goiás, tencionava contratar o ator global Oscar Magrini para a produção de um vídeo institucional, porém foi proibido por decisão do juiz Márcio Morrone Xavier. A notícia foi publicada pelo Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJ-GO) na terça-feira, 22.  O valor de produção do material seria de 197.993,66 mil reais.

Reprodução/ Rede Globo

Reprodução/ Rede Globo

O juiz da Vara das Fazendas Públicas, de Registro Público e Ambiental da cidade, deferiu liminar ao Ministério Público (MP) e proibiu o município de finalizar a contratação do ator. O vídeo publicitário teria a duração de seis minutos e mostraria as pontencialidades da cidade para o agronegócio. O problema, segundo o MP é que o ator estaria sendo contratado sem que houvesse uma licitação para a produção.

Conforme as informações do TJ, Para o município, devido ao nível do ator que contratariam não seria preciso licitação. Mas para a promotoria, a contratação de Oscar Magrini afrontaria “diretamente os princípios da legalidade, moralidade, eficiência, proporcionalidade e razoabilidade, que regem à administração pública”.

O juiz ainda ordenou que se o contrato já tivesse sido celebrado o município não poderia arcar com o pagamento “do auxílio financeiro contidos nele”.

O ator já participou de diversas novelas, filmes e peças teatrais. Atualmente ele é contratado da rede Globo de televisão. Sua última novela na emissora foi a “Em Família”, na qual ele interpretava a personagem Ramiro que vivia em Goiânia. 

Corpo é encontrado no Rio Meia Ponte

DIÁRIO DA MANHÃ|DIVANIA RODRIGUES

menino de seis anos que se afogou no rio Meia Ponte na tarde de terça-feira, 22, ainda não foi encontrado pelo Corpo de Bombeiros (CB). Desde ontem a corporação realiza buscas e mergulhos no rio de Goiânia. Porém, nesta quarta-feira, 23, no final da manhã o CB encontrou um corpo que boiava nas águas do rio.

<strong>Bill Guerra/ DM.com.br</strong>

Bill Guerra/ DM.com.br

De acordo com o Sargento Gonzaga, responsável pelas equipes de buscas ao menino, durante o trabalho que os bombeiros estão realizando foi encontrado um corpo em estágio de decomposição avançado. O corpo pertenceria a uma mulher, como também confirmou o Instituto Médico Legal (IML).

<strong>Bill Guerra/ DM.com.br</strong>

Bill Guerra/ DM.com.br

O corpo foi encontrado, segundo os bombeiros, abaixo da ponte da GO-020 e encaminhado ao IML. O caso será investigado pela Polícia Civil. Ainda não se sabe nada sobre quem seria a vítima ou a situação de sua morte.

Caso do menino

Sobre as buscas ao menino, que caiu ontem nas águas do rio após estar brincando nas margens com o pai, o Sargento garantiu que elas continuarão até que ele seja encontrado. Conforme Gonzada, as buscas são interrompidas apenas no período noturno, mas uma equipe está de plantão 24h, para logo que o dia amanhecer, recomeçar os trabalhos.

Grande perímetro já teria sido investigado pelos mergulhadores e guarda-vidas, que estão realizando as buscas, mas até o momento não houve sucesso.

Noite violenta em Goiânia

DIÁRIO DA MANHÃ|TALLITA GUIMARÃES

Segundo a Delegacia Estadual de Investigações de Homicídios, foram registrados cinco homicídios nesta noite. Um açougueiro de 28 anos foi morto a tiros dentro de seu estabelecimento, no Jardim Primavera. Segundo a Polícia, a vítima se chama Tiago Luis Ribeiro. Ainda não se quem são os autores, nem a motivação do crime.

Outro homicídio aconteceu na Vila Finsocial. Um adolescente de 17 anos foi morto na noite deste sábado (19). De acordo com a Polícia Militar, o jovem foi atingido com tiros nas costas e no tórax. A rapaz de 26 anos que estava junto com a vítima também foi atingido na perna e no tórax. Ele foi encaminhado ao HUGO e contou à polícia que há pouco tempo tinha cometido roubo em um comércio da região. Segundo o homem, eles fugira, mas foram seguidos. Uma pessoa não identificada disparou contra eles.

Wanderson Rodrigues dos Santos, 20 anos, foi morto a tiros na porta de casa, no setor Madre Germana 2. Segundo a Polícia Militar (PM), o rapaz foi alvejado por dois homens que estavam em uma motocicleta. Wanderson não resistiu e morreu no local. 

O corpo de Wedes do Rosário, de 32 anos, foi encontrado no começo da noite de sábado (19) no Residencial Goiânia Viva, na capital. Segundo a Polícia Militar (PM), o homem foi morto com tiros nas costas e na cabeça. Também não se sabe a motivação do crime. Já no Jardim Dom Fernando I, José Mauro Lopes Freitas Bandeira, de 35 anos, foi encontrado morto na porta da casa dele. De acordo com a PM, ele foi atingido por vários disparos de arma de fogo. O homem não resistiu.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

 

Corpo encontrado pode ser de Tatylla Cristina

DIÁRIO DA MANHÃ|ANDRÉIA PEREIRA

Um corpo que foi encontrado em estado de decomposição pode ser da jovem, que desapareceu em Jataí.

Segundo a Polícia Militar, encontrado em uma pedreira, em Aparecida de Goiânia, o corpo foi encaminhado para o IML. A equipe de reportagem do DM não conseguiu informações junto ao IML. 

 Foto: Reprodução

Foto: Reprodução