Arquivo da tag: gol de ex-corintiano

Com gol de ex-Corinthians, Grêmio vence o Fluminense

Estadão Conteúdo

O Grêmio venceu o Fluminense por 1 a 0, neste domingo, em Porto Alegre, e entrou no G4 do Campeonato Brasileiro, a zona de classificação para a Copa Libertadores da América. O clube gaúcho saltou do oitavo para o terceiro lugar, com dez pontos, ultrapassando, entre outros, o próprio Fluminense, que permanece com nove pontos. O destaque da partida foi o goleiro Marcelo Grohe, que fez pelo menos quatro defesas decisivas para garantir o resultado.

Apesar de ser visitante, o Fluminense não abdicou do ataque e, em jogo equilibrado, chegou a colocar o Grêmio na defensiva durante boa parte do primeiro tempo. O time gaúcho assustou primeiro, aos 21 minutos, em chute cruzado de Barcos que desviou em um zagueiro e raspou o travessão.

N/A

Lamentação do goleiro Diego Cavalieri, enquanto que Rodriguinho comemora o gol com os companheiros de time

Já a equipe carioca teve grande chance para abrir o placar com Fred, aos 26 minutos. Depois de cruzamento para a área, o atacante da seleção cabeceou para baixo e Marcelo Grohe fez defesa milagrosa.

Logo depois, aos 27, Rafael Sobis bateu da entrada da área e o goleiro gremista, atento, salvou de novo. O gol do Grêmio saiu em jogada de contra-ataque, aos 37 minutos. Werley lançou da intermediária às costas da zaga. Rodriguinho venceu Jean na corrida e chutou cruzado na saída de Diego Cavalieri.

Ao longo de todo o segundo tempo, o Grêmio ficou fechado à espera de outra chance no contra-ataque, enquanto o Fluminense insistia sem muito sucesso. Aos cinco minutos, Rafael Sobis recebeu passe de Fred e bateu cruzado, mas Marcelo Grohe defendeu. Aos 43 minutos, Walter tentou de longe e o goleiro do Grêmio, mais uma fez, evitou o empate.

Ex-corintiano marca, e Bolívar faz história na Libertadores

O Bolívar fez história na noite desta quinta-feira na Copa Libertadores. Com gol do ex-corintiano Juan Carlos Arce, que também tem passagens por Portuguesa e Sport no Brasil, no fim do segundo tempo, o time boliviano venceu o Lanús por 1 a 0 na altitude de La Paz e garantiu a primeira semifinal de uma equipe do país na história em 54 anos de Copa Libertadores – o duelo de ida havia terminado em empate por um gol na Argentina. 

Com o resultado, a equipe boliviana enfrentará na inédita semifinal boliviana do torneio o San Lorenzo. A equipe de Almagro eliminou o Cruzeiro, último brasileiro remanescente no torneio, na noite da última quarta-feira para seguir vivo na disputa do campeonato internacional. 

A melhor participação de uma equipe boliviana no atual formato da Copa Libertadores até então foi a chegada às quartas de final. O feito foi conseguido pelo próprio Bolívar em quatro ocasições: 1997, 1998 e 2000, além da atual edição.

A semifinal, portanto, é inédita para o país presidido por Evo Morales – em formatos anteriores, o próprio Bolívar, Jorge Wilstermann e Blooming chegaram a uma fase de grupos antes da final, mas nem sequer ficaram entre os quatro melhores dos torneios na classificação final. 

Na partida desta quinta-feira, o Bolívar fez boa exibição e controlou o adversário durante o confronto – tinha a vantagem de poder empatar por 0 a 0 para avançar e sofreu poucos sustos. No segundo tempo, a situação boliviana ficou ainda melhor com a expulsão do adversário Izquierdoz, que desferiu um soco na barriga de um adversário e recebeu cartão vermelho direto. 

O homem a mais em campo deu espaço para o Bolívar, que passou a criar e perder chances, Aos 41min do segundo tempo, Arce aproveitou rebote da trave e chutou com o gol vazio para marcar o gol da histórica classificação. O Lanús se jogou ao ataque e até teve oportunidades, mas acabou eliminado da competição. 

Fonte: Terra

noticias gerais e, especificamente, do bairro do Brás, principalmente do comércio