Arquivo da tag: INTERIOR DE SÃO PAULO

‘Curtida’ no Facebook causa demissão por justa causa no interior de São Paulo

O funcionário ‘curtiu’ post ofensivo à empresa

O funcionário de uma concessionária de motos no interior de São Paulo, foi demitido por justa causa depois de “curtir” no Facebook comentários ofensivos à empresa. A juíza relatora Patrícia Glugovskis Penna Martins considerou que “o fato é grave, posto que se sabe o alcance das redes sociais”. “Isso sem contar que o recorrente [o rapaz demitido] confirma que outros funcionários da empresa também ‘eram seus amigos’ no Facebook”, justificou a magistrada.

Curti comentários ofensivos à empresa, pode causa demissão por justa causa. Foto: Divulgação/Internet

Curti comentários ofensivos à empresa, pode causa demissão por justa causa. Foto: Divulgação/Internet

Com informações G1

Colisão deixa 3 mortos e 4 em estado grave no interior de SP

Três pessoas morreram e quatro foram internadas, em estado grave, em consequência de um acidente entre duas motocicletas que bateram de frente com um Gol, no final da tarde deste sábado, no quilômetro 105 da rodovia Gérson Dourado de Oliveira, (SP-595), conhecida como a Rodovia dos Barrageiros, próximo do trevo da cidade de Três Fronteiras, no interior de São Paulo. 

Segundo a Polícia Rodoviária, as duas motocicletas – uma Honda CB-1000 e uma Honda CB-500 – eram ocupadas por dois casais de namorados que iam participar do Moto Fest, evento que reúne motociclistas de diversas regiões do País, em Ilha Solteira, cidade próxima. As vítimas eram todas de Votuporanga, outra cidade vizinha.

De acordo com a Polícia Rodoviária, com o impacto, o casal Clayton Baldisserra e Flávia Graziela dos Santos, ambos de 24 anos, que ocupavam a Honda 500, morreram no local. O outro casal, Mariane Romero, 22 anos, e Thiago Victor de Souza, 28 anos, chegaram a ser socorridos, mas a jovem não resistiu e morreu na Santa Casa da cidade de Santa Fé do Sul. Com diversas fraturas e ferimentos pelo corpo, Souza passaria por cirurgias na noite deste sábado, informou a Santa Casa. 

O motorista do Gol, Luiz Cláudio Meira, 41 anos, e duas adolescentes, Naíssa Gabriele Teixeira Meira, 14 anos, e Naiane Santos Garcia, 16 anos, foram socorridos para Unidade de Pronto-Atendimento de Santa Fé do Sul, também em estado grave. 

A polícia ainda levanta as verdadeiras causas do acidente. “Não sabemos ainda ao certo as causas do acidente, mas o que houve foi uma batida frontal entre as motos com um Volkswagen Gol”, disse o soldado Alexandre Zambon, da base rodoviária de Jales. Mas, segundo amigos, as vítimas, que estavam acompanhadas com um grupo de motociclistas, teriam tentado desviar de um animal na pista quando bateram de frente com o carro. 

A Polícia Rodoviária confirmou que os motociclistas estavam acompanhados de outros colegas, mas não soube informar se houve animais na pista. “A perícia ainda não apurou tudo e os peritos vão voltar ao local amanhã para colher novas provas”, disse Zambon.

Outra morte

Na sexta-feira, a universitária Flávia Moraes da Silva, 22 anos, morreu na mesmo rodovia, quando viajava para participar do mesmo encontro de motos em Ilha Solteira. Moradora em Três Lagoas, Flávia viajava com outras duas amigas quando o carro em que ocupava caiu em uma ribanceira, nas proximidades de Ilha Solteira. Segundo a Polícia Rodoviária, a motorista do Ford Fiesta, Bruna Dalto, se distraiu conversando com as amigas e perdeu o controle do veículo que saiu para o acostamento e capotando, caindo em seguida em uma ribanceira de aproximadamente sete metros. Uma das amigas, que saiu com ferimentos leves, conseguiu subir até à margem da rodovia e pedir ajuda. Mas o socorro chegou tarde para Flávia, que morreu no local. Bruna foi internada em estado grave.

Fonte: Terra

Ladrões furtam R$ 235 mil de banco no interior de SP

09/06/2014 

Araçatuba, 09 – Ladrões aproveitaram o fim de semana para furtar R$ 235 mil da agência do Santander de Lins, no interior de São Paulo. Os ladrões entraram pelos fundos da agencia, desligaram o sistema de alarme e de monitoramento e usaram maçarico de solda e pé de cabra para abrir dois cofres, que ficam na área interna e na tesouraria do banco. Em seguida, fugiram levando R$ 235.779,00 em dinheiro.

O crime, que possivelmente foi praticado na madrugada de sábado, 7, só foi descoberto por volta das 17 horas de domingo, 8, quando um funcionário constatou que a porta dos fundos da agência estava danificada. No interior da agência, os PMs encontraram os equipamentos usados para abrir os cofres: um botijão de gás, um cilindro de acetileno, mangueiras, luvas e pé-de-cabra. O maçarico usado não foi localizado. Para a polícia, os ladrões demoraram pelo menos duas horas dentro do agência para abrir os cofres sem fazer muito barulho e chamar a atenção.

No entanto, segundo a Polícia Civil, nenhuma testemunha percebeu qualquer movimento na frente, no entorno ou mesmo dentro da agência, que fica na rua Luiz Gama, no centro da cidade. Até o final da tarde desta segunda-feira, 9, a polícia não tinha nenhuma pista dos assaltantes.

Os ladrões entraram pelos fundos da agencia e desligaram o sistema de alarme e monitoramento, usaram maçarico e pé de cabra para abrir dois cofres da área interna e da tesouraria do banco.

 

Meninas achadas no Rio Tietê foram estupradas e mortas

Comerciante acusado do crime está preso depois de confessar e duas testemunhas estão protegidas pela polícia para evitar linchamento

Agência Estado

28/04/2014 

A Polícia Civil de Andradina (SP) concluiu que as adolescentes Yara Barbosa, 14 anos, e Jhenifer Naiara da Silva, 13, foram estupradas, amarradas e jogadas de cima de uma ponte para morrerem afogadas no Rio Tietê, na noite de 12 de abril deste ano. Laudo do Instituto Médico Legal (IML) confirmou que as meninas foram estupradas e mortas por afogamento.

Segundo o delegado Tadeu Aparecido Coelho, titular da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Andradina, o crime foi praticado pelo vendedor Edson Francisco de Souza, 38 anos, que confessou o crime em depoimento de quatro horas, após ser preso na cidade de Cianorte (PR), para onde tinha fugido e tentado se matar tomando veneno para ratos.

De acordo com o delegado, Souza deu carona para as meninas em Andradina, cidade onde moravam, e as levou até a ponte sobre Rio Tietê, em Pereira Barreto, a cerca de 50 quilômetros de distância, onde praticou os crimes em duas etapas. “Ele disse que, primeiro, saiu do carro com Yara para manter relações sexuais com ela e depois disso, amarrou as mãos da moça para trás com uma meia e a jogou de cima da ponte”, disse o delegado. A moça teria resistido e gritado por socorro, mas não teve forças para escapar.

Após jogar Yara no rio, Souza atraiu Jhenifer, que ouvia músicas dentro carro, e a levou ao parapeito da ponte, dizendo que a amiga estava nadando. Foi quando, à força, despiu a garota, a estuprou, e a amarrou com os braços para trás, jogando-a, em seguida, no rio. Jhenifer, segundo o delegado, deu chutes e cabeçadas para tentar se defender.

O delegado disse que Souza tinha passagens por estelionato e não conhecia as duas adolescentes, mas conseguiu enganá-las com promessas de presentes, como joias e celulares. “Num primeiro momento, as meninas não aceitaram a carona, mas depois, na esquina adiante, elas acabaram entrando no carro. pois estava chovendo”, explicou o delegado. Segundo ele, a polícia agora vai marcar reconstituição e concluir a apuração do caso, cujo prazo do inquérito termina em nove dias.

Linchamento


A equipe da DIG contou com a ajuda da mulher do acusado, Thais Alves de Souza, que serviu como testemunha, e do dono do carro usado no crime, uma Eco Sport, que tinha vendido o veículo a Souza e o recuperou após ter recebido o pagamento com cheques sem fundos.

Na manhã desta segunda-feira, 28, enquanto o delegado Coelho atendia à imprensa, a entrada da delegacia estava tomada por uma multidão, que esperava a chegada de Souza para “fazer justiça”. Por questões de segurança, a polícia não vai transferi-lo para Andradina, temendo que ele possa ser linchado.

No domingo, manifestantes saquearam e depredaram casa de Thais, que teve de sair da cidade. No sábado, a PM agiu para controlar que manifestantes, numa passeata, depredassem a loja do dono da Eco Sport, que na sexta-feira já tinha abandonado e escondido na delegacia para se proteger de vândalos que tentavam linchá-lo.

 

Incêndio destrói abrigo de crianças no interior de SP

28/04/2014 

Franca, 28 – Um abrigo para crianças e adolescentes foi destruído por um incêndio em Batatais (SP) neste final de semana. Meninos e meninas assistiam a TV quando o fogo começou obrigando todos a saírem para a rua. Não houve vítimas, mas os seis quartos e os corredores ficaram queimados e o telhado da casa desabou. No momento, na noite de sábado, 26, havia no total 24 internos na instituição localizada no bairro Alto do Cruzeiro. Eles tiveram de ser levados por um dia para as casas dos monitores. A prefeitura pretende reformar o local ou conseguir outro imóvel. No abrigo ficavam crianças e adolescentes assistidos por ordem da Justiça. Nesta segunda-feira, 28, todos serão transferidos para o alojamento do Batatais Futebol Clube, onde ficarão até que tenham um novo lugar.

Causas.

O fogo levou duas horas para ser controlado pelos bombeiros que precisaram do apoio de viaturas de Ribeirão Preto e de caminhões-pipa da prefeitura. Um exame inicial apontou que as chamas podem ter começado por causa de um curto-circuito no teto. Mas a secretária de Assistência Social de Batatais, Marta Regina Guidolin, disse que somente os laudos que ainda serão expedidos irão apontar com precisão as causas do incêndio.