Arquivo da tag: inverno

Inverno, que começou ontem, traz alerta para a saúde. Confira dicas

De A Tribuna On-line

N/A

Inverno começou às 7h51 de sábado

Às 7h51 de ontem começou oficialmente o inverno. Junto com a época mais fria do ano, chega também a preocupação com as doenças respiratórias como gripe e resfriado. Crianças, adultos e idosos sofrem com o clima e devem redobrar os cuidados nesse período.

“Quem é acometido por uma desses males diminui sua capacidade de trabalho e estudo. Alguns casos devem ser tratados com antibióticos e outros demandam até internação”, ressalta o pneumoligista Alex Macedo, que atua na Santa Casa de Santos.

E o especialista faz o alerta. “Aqueles que convivem com rinite e asma devem ficar atentos, pois nessa época essas doenças são mais incisivas. A mudança de tempo desencadeia crises. A estação não é boa para quem tem enfisema pulmonar. Mas a maior preocupação é com pneumonia”.

Macedo comprova sua teoria em números. “No início da semana, a Santa Casa tinha 15 internados decorrentes de problemas respiratórios. Hoje (ontem) são 35, sendo oito casos relacionados a pneumonia”.

Alergias

O inverno exige roupas pesadas. É hora de tirar do armário casacos guardados há meses e que, provavelmente, estão impregnados de ácaros e poeira – os maiores inimigos de quem tem alergias.

As respiratórias podem ir de uma simples rinite até a asma, que pode se transformar em um quadro complicado de pneumonia, caso a inflamação da mucosa respiratória e o acúmulo de secreção nas vias respiratórias se mantenham por um longo período.

Ácaros e poeiras também provocam conjuntivite alérgica. Os sintomas são olhos vermelhos, edema de início súbito e coceira. “São os mesmos sintomas que as demais conjuntivites. A diferença é que ela não é contagiosa. No tratamento usamos colírios anti-alérgicos e anti-inflamatórios”, destaca oftalmologista Marcello Colombo Barboza, diretor do Hospital Visão Laser, em Santos.

Geralmente, as conjuntivites alérgicas afetam, ainda, pessoas com quadro de outros tipos de alergia. Sendo assim, o ideal é que o paciente procure dois especialistas, o alergista e o oftalmologista.

Cuidados

Para passar o inverno com a saúde em dia, uma dica é evitar multidões. As pessoas acabam frequentando lugares mais fechados por conta das baixas temperaturas como cinemas, restaurantes e shopping, o que facilita a transmissão de vírus e bactérias que causam problemas respiratórios.

“É recomendável também manter-se hidratado (beber água), ventilar os ambientes e tomar vacinas que combatem a gripe, por exemplo. A higiene é fundamental, pois se a primeira maneira de ser contaminado é pelo ar, a segunda é pelas mãos. Por isso, ter álcool gel de prontidão é sempre importante”, diz Macedo. Outra dica é colocar as roupas de frio no sol para tirar os ácaros.

Inverno começa neste sábado e promete ser menos rigoroso

A Tribuna|Débora Pedroso

O inverno começa oficialmente às 7h51 do sábado, mas não será tão rigoroso como no ano passado. A explicação está no El Niño, fenômeno de aquecimento das águas do Oceano Pacífico já em formação e que deve permanecer durante a estação.
 
Segundo o Climatempo, haverá poucas massas polares e os eventos de frio serão raros e rápidos em todo o País. A temporada também será mais seca e mais quente do que o normal.
 
Na região Sudeste, o frio deve chegar mesmo só em setembro. Nos meses de julho e agosto, clima mais seco e quente acima da média da estação. Já no Vale do Ribeira pode chover forte em agosto.
 
Para o climatologista da Ong Amigos da Água, Rodolfo Bonafim, geralmente julho é um dos meses menos chuvosos em Santos. Ainda assim, não se define o inverno como uma estação seca na Baixada Santista.
 
“A tendência é de haver chuvas fracas e contínuas mesmo nos meses menos chuvosos, como julho e agosto”.
 
Neblina
 
Dessa vez, o fênomeno El Niño também afetará as águas do Oceano Atlântico na altura dos litorais paulista, fluminense e capixaba. Segundo Bonafim, a tendência é de episódios de nevoeiros menos intensos no final de julho e meados de agosto.
 
Não é frescura
 
Há quem diga que basta chover para o santista tirar do armário casacos e adereços típicos do inverno europeu. Exagero ou não, o especialista aponta que cada pessoa tem uma forma de encarar o frio.
 
“A sensação térmica não depende só de fatores climáticos, como também de fatores pessoais. Depende da idade e até do sexo. A mulher, por exemplo, sente mais frio do que o homem”, conclui Bonafim.
 
Além disso, ele também explica que a característica úmida da Baixada Santista pode tornar mais intensa essa sensação de frio, bem como do calor também.
 
Nos últimos anos
 
Desde 2009, a Baixada Santista enfrenta invernos mais rigorosos. De acordo com Rodolfo Bonafim, a explicação tem nome e sobrenome: Oscilação Decadal do Pacífico, que representa um ciclo de aproximadamente 30 anos.
 
Este seria o período frio, resultado de fenômenos de resfriamento das águas da superfície do Oceano Pacífico (La Niña). Os reflexos abrangem quase todo o planeta. Abaixo, como ficará na baixada santista.

N/A

noticias gerais e, especificamente, do bairro do Brás, principalmente do comércio